Jump to content

Radical Dreamers: A sequência perdida de Chrono Trigger


crinetmr1
 Share

Recommended Posts

 

Radical Dreamers: Nusumenai Hoseki, 

radical-dreamers-e00b9210-1720-4992-900d

Visual novel que nunca saiu do Japão é espécie de ponte entre Chrono Trigger e CrossCom 25 anos completados em 11 de março, Chrono Trigger é um dos maiores e mais aclamados jogos de todos os tempos, sendo uma reunião de talentos únicos e consagrados que não havia sido visto antes - ou discutivelmente depois - que trouxe um game (apropriadamente) atemporal, que continua divertido e engajante décadas depois de seu lançamento.

Em 1999 (2000 no Ocidente), o jogo ganhou uma aguardada sequência no PlayStation, Chrono Cross, que apesar de também ser um título extremamente aclamado, não era exatamente o que boa parte dos fãs esperavam, dando foco a personagens completamente diferentes e com apenas algumas referências soltas aos eventos de seu predecessor.

Desde então, o público tem aguardado ansiosamente pelo dia em que talvez, quem sabe, a Square Enix decida fazer um terceiro jogo da série.

Exceto que... há um terceiro jogo da série. De certa forma.

Mas só no Japão.

Lançado originalmente em 1996, quase um ano após o primeiro jogo, a SquareSoft lançou Radical Dreamers: Nusumenai Hoseki, título exclusivo para o Super Famicom por meio da curiosa (e bizarra) plataforma Satellaview, que permitia a usuários baixarem e transmitirem seu conteúdo via conexão por satélite - de certa forma, um tipo primitivo de streaming e serviço de download.

satellaview_2mOx3eu.png

 

O jogo, ao contrário de seu predecessor e sucessor, não é um RPG, e sim uma visual novel especial dirigida por Masato Kato, roteirista de Chrono Trigger (e, futuramente, de Chrono Cross), que serve como uma espécie de protótipo/ponte para o game de PlayStation.

Radical Dreamers é focado em três personagens: Serge, Kid e Magil, que tem como objetivo invadir a fortaleza de Viper Manor, residência do aristocrata Lord Lynx, em busca de uma jóia misteriosa conhecida como a Frozen Flame.

Kid, em particular, tem um ódio mortal contra Lynx, cujo contexto vai sendo revelado conforme o jogador avança na história - e, juntamente, conforme as conexões com o Chrono Trigger original vão ficando mais claras.

Certamente quem jogou Chrono Cross consegue ver os paralelos entre a narrativa de Radical Dreamers e seu sucessor, e  Kato reutilizou diversos destes elementos - Serge, Kid e sua busca por vingança contra Lynx, a Frozen Flame, Viper Manor, etc. - na composição da narrativa do jogo de Super Famicom, mas o game ainda é uma história original, com seus próprios acontecimentos e relações mais diretas com Chrono Trigger.

radical-dreamers-trio.png

 

Tal qual seu predecessor, Radical Dreamers conta com vários finais, que neste caso dependem de certas escolhas e interações com personagens. Não só isso, após completar o jogo principal, o jogador tem acesso a cenários alternativos criados por outros roteiristas da série.

Para dar o tom a esta história surpreendentemente complexa, o compositor da trilha de Chrono Trigger, Yasunori Mitsuda, também deu o ar de sua graça ao projeto, e reutilizou diversos arranjos para Chrono Cross, além de incluir uma canção com o nome do jogo perdido na trilha.

Infelizmente, o jogo acabou nunca saindo do Japão de forma oficial, tanto pela natureza um tanto curiosa do Satellaview quanto pela simples falta de interesse do público ocidental em visual novels (pelo menos naquela época).

 

Não só isso, pelo fato de que o tempo de produção ter sido extremamente acelerado, levando apenas três meses para ser feito, Kato também o considera um projeto incompleto, de certa forma.

Isso não quer dizer, porém, que o jogo não chegou de alguma forma em outros países, com ROMs e traduções de fãs sendo disponibilizadas na internet com o passar do tempo, com direito até a uma versão em português.

 

Além disso, é possível encontrar um easter egg em Cross que dá a entender que Radical Dreamers é, na verdade, mais uma das dimensões paralelas que compõem o multiverso do jogo.

Mas ainda assim, as chances de a Square Enix um dia irá trazer uma nova versão mais oficial de Radical Dreamers para plataformas atuais é extremamente remota - e a este ponto, o mesmo pode ser dito de um game inédito da série Chrono.

De qualquer forma, para quem nunca teve chance de testar, Radical Dreamers é um título curioso para fãs de Chrono Trigger que vale uma busca, se ao menos pelo fator de curiosidade.

 

Pode ser achado em qualquer site de emulação.

618.gif

 

 

 

 

 

Link to comment
Share on other sites

  • 34
  • 75
  • Replies 0
  • Created
  • Last Reply

Top Posters In This Topic

Popular Days

Top Posters In This Topic

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
 Share



×
×
  • Create New...

pc jenkins GIF by South Park

AdBlock extension detected!

GGames is maintained by advertisements for our visitors.

Please disable your browser's AdBlock Extension first, in order to use our Forum.

Rest assured, our ads will not disturb your browsing and reading.

I've Dissable