Bem vindo ao GGames

Registre-se agora para obter acesso a todos os nossos recursos. Uma vez cadastrado e logado, você será capaz de criar tópicos, postar respostas a tópicos já existentes, dar reputação a seus companheiros, obter seu próprio mensageiro privado, postar atualizações de status, gerenciar seu perfil e muito mais. Esta mensagem será removida depois de você ter feito login.


Renato Ribeiro

Gamer
  • Total de itens

    183
  • Registro em

  • Última visita

  • Dias Ganhos

    19

Renato Ribeiro venceu a última vez em Dezembro 7

Renato Ribeiro had the most liked content!

Reputação

87 Excelente

Sobre Renato Ribeiro

  • Data de Nascimento 15-04-1996

Informações pessoais

  • Steam
    ribeirorx96
  • Discord
    Renato Ribeiro#7930
  • Skype
    renato.ribeirolf

Últimos Visitantes

2.095 visualizações
  1. A DreamHack Rio de Janeiro 2019 foi anunciada na última semana, mas já tem edições confirmadas para os próximos anos. Durante a coletiva de imprensa na capital carioca nesta sexta-feira (14), Paulo Ribas, Presidente da FERJEE, Federação do Estado do Rio de Janeiro de Esporte Eletrônico, comentou sobre a vinda do evento e a garantia da estadia do festival por longo período. Segundo o executivo, o contrato em vigor com o festival é duradouro e abrange planejamento e estruturação de competição classificatórias: "Esse é um evento que esta garantido para o Rio de Janeiro por no mínimo três anos, por contrato. A gente tem a condição, o espaço dentro da DreamHack que é da Confederação. Você pode montar competições que deem vaga para este evento, que classifiquem para o evento do ano seguinte e que a gente consiga trazer premiações boas, chamando patrocinadores", disse. Ribas também falou dos planos da Federação carioca de criar um calendário que de sequência num planejamento anual, tal qual poderia levar equipes nacionais para disputas internacionais: "Já temos a conversa de fazer um calendário que de sequência. Fazer um estadual no Rio de Janeiro, coisa que a Bahia já ta fazendo, Sergipe já ta fazendo, mas são coisas que ainda ninguém conhece. Então daqui a pouco a gente faz esse brasileiro, dá uma vaga para a DreamHack e dá vaga para outro evento internacional da própria DreamHack, claro, este é o caminho do esporte tradicional e o esporte eletrônico não vai ser diferente", comentou o executivo. Sobre outros eventos do calendário de 2019, o executivo confirmou nova edição do eCariocão além de anunciar vínculo com a confederação internacional de esportes eletrônicos, IESF: "Para ano que vem já temos uma etapa estadual de Counter Strike, com equipes classificadas e já estamos em conversa sobre uma etapa no âmbito nacional, com as federações que já existem. Estamos já conversando com a internacional, a IESF… queremos daqui a pouco dar a vaga do brasileiro para o mundial". A DreamHack Rio acontecerá entre os dias 19 e 21 de abril de 2019. Fonte: Draft 5
  2. (DANGER ZONE) – Ajuste nos preços das armas disponiveis para compra no tablet; – Caixas de munição irão dispensar um quarto do seu conteúdo cada vez em que for utilizada, e também poderá ser compartilhada com os companheiros de squad; – Redução no tempo necessário para armar explosivos, e adicionado um alerta para avisar os jogadores que estiverem no raio de explosão; – Remoção do paraquedas nas caixas azuis de loot. Paraquedas continuará aparecendo de forma aleatória pelo mapa; – Redução no tempo disponivel para a seleção do local para cair de rapel; – Adição de colete nas caixas azuis de loot onde previamente existia apenas capacete; – Pequeno aumento na quantidade de caixas de loot que dropam Shotgun, SMG e Pistola pelo mapa. (MISC) – Correção de um caso onde os jogadores recebiam mais de uma mensagem "Iniciando partida...". Fonte: Draft 5
  3. Nessa quinta-feira (13), a organização russa Virtus.Pro anunciou a saída da sua atualline-up de CS:GO, além do fim das atividades no cenário competitivo por tempo indeterminado. A decisão veio após diversos resultados ruins da equipe, que foi eliminada ainda na fase de entrada do FACEIT Major: London 2018 e da EPICENTER 2018, além de não ter conseguido se classificar para a ESL Pro League Season 9 EU e ter terminado em quinto na BLAST Pro Series Istambul. A Virtus.Pro vinha em uma lenta decadência que piorava ano após ano até chegar na decisão de terminar com a equipe. Os poloneses foram considerados por muito tempo um dos melhores times do cenário mundial de Counter Strike, tendo sua época de ouro entre 2014 e o inicio de 2017, quando venceram troféus como o ESL Major Series One Katowice 2014, Gnifity G3 2014, ESL ESEA Pro League Invitational, CEVO Season 8 Professional, ELEAGUE Season 1 e DreamHack Masters Las Vegas 2017. Logo após o excelente início de 2017, as coisas começaram a piorar e a organização viveu um ano de altos e baixos e de muita inconsistência, com sua equipe as vezes chegando a ser vice campeã como na EPICENTER 2017, ou terminando em último lugar como na ESL One Cologne 2017. Já em 2018 foi quando tudo veio por água abaixo, e a VP passou a colecionar fracasso após fracasso, fosse em LAN ou liga online, o que culminou na saída do jogador Wiktor “TaZ” Wojtas, que rumou a Kinguin. Mesmo com a mudança, a situação não melhorou e foi a vez de Janusz “Snax” Pogorzelski ir para a mousesportse Paweł “byali” Bieliński passar para o banco de reservas, dando uma sobrevida a equipe e renovando as esperanças da organização como disse o gerente geral da Virtus.Pro Roman Dvoryankin: “Depois do Major de Londres, nós estávamos bastante otimistas quanto ao potencial da line-up atual. Infelizmente, nossas expectativas não foram alcançadas.” Como os resultados ruins continuaram a organização decidiu se separar do atual quinteto, que era composto por Filip “NEO” Kubski, Jarosław “pashaBiceps” Jarząbkowski, Michał “MICHU” Müller, Michał “snatchie” Rudzkique e Piotr “morelz” Taterka, que agora estão considerados como inativos. O gerente geral da organização Roman Dvoryankin ainda disse que não deve abandonar o cenário competitivo de CS por completo, e a Virtus.Pro pretende voltar no futuro com novos jovens atletas: “Nossa estratégia a longo prazo é construir um time competitivo composto por jovens jogadores. Eu gostaria de pedir a nossos fãs para nos apoiarem ao máximo nestas próximas semanas”. Fonte: Mais Esports
  4. (UI) – Correção no scoreboard onde algumas vezes não exibia os jogadores corretamente. (DANGER ZONE) – Redução no tempo de aquecimento; – Melhoria nos tempos do matchmaking; – Adição de um novo sinal sonoro quando explosivos estiverem em áreas de explosão; – Diminuição no volume do som na tela de seleção de área para o rapel e do helicóptero; – Correção de um erro onde o som do paraquedos era reproduzido incorretamente durante o aquecimento; – Correção em diversos problemas relacionados aos frags com granada e bombas de fogo. (BLACKSITE) – Correção de textura na região do piquenique; – Corrigido um problema onde os jogadores ficavam presos nas árvores da cidade; – Melhoria no movimento da água para evitar que jogadores ficassem travados; – Correção no spawn de alguns itens. (MISC) – Atualizado o canal alpha da UMP-45 Momentum. Fonte: Draft 5
  5. (MISC) – Correção de erro no precache de arquivos quando o mapa Blacksite era carregado; – Correção na barra de progresso do dinheiro no modo Danger Zone; – Correção na interpolação da animação do viewmodel observado em jogadores com latência alta; – Ajuste na animação do rapel em aspectos de tela widescreen; – Correção na lógica de regressão em armas equipadas em alguns mapas de treino da comunidade; – Correção de um erro quando uma name tag era aplicada em itens do inventário; – Correção das particulas materiais em bolsas de dinheiro para combinar com os materiais das pilhas de dinheiro; – Correção no comando sv_prime_accounts_only que não funcionava em alguns servidores da comunidade; – Correção no tooltip que exibia incorretamente o status prime da lobby durante a busca de partidas. Fonte: Draft 5
  6. A Made in Brazil pode trocar Jacky "Stewie2K" Yip por Epitácio "TACO" Pessoa e Wilton "zews" Prado em negociação com a Team Liquid. O rumor, trazido pela ESPN, teria vindo de "fontes próximas de ambos os times e jogadores". Além disso, a MIBR estaria procurando uma nova equipe para Tarik "tarik" Celik, com a organização já estando em fase de negociações bem avançadas com a compLexity Gaming, dependendo apenas da decisão do próprio jogador, segundo rumores complementares. A estratégia da MIBR seria voltar a possuir uma line-up inteiramente brasileira, assim como nas épocas de SK Gaminge Luminosity Gaming. O quinto jogador da suposta escalação 100% brasileira seria Vito "kNg" Giuseppe, segundo rumores trazidos pelo site VPesports. O jogador, que atualmente está na INTZ, já atuou pela Immortals, organização ligada à MIBR, chegando a disputar uma final de Major pela equipe. O único empecilho para a contratação do jogador de 26 anos seria o visto norte-americano. TACO e zews já haviam trabalhado juntos na SK e na Luminosity em 2016, juntamente do núcleo da line-up da MIBR, composto por Gabriel "FalleN" Toledo, Fernando "fer" Alvarenga e Marcelo "coldzera" David, até zews deixar a equipe bi-campeã de Major para voltar à atuar como jogador. Ainda em 2016, zews voltou à assumir o cargo de treinador, mas dessa vez pela Team Liquid. Já TACO fez parte da era mais vitoriosa do CS:GO brasileiro, conquistando ao todo doze títulos pela equipe, incluindo dois Majors, tendo ficado junto da então SK Gaming até março desse ano, tendo sido substituído por Stewie2K. As mudanças em ambas as equipes viriam após um ano conturbado para a MIBR, que não conseguiu alcançar nenhum título de grande expressão, tendo amargado resultados decepcionantes ao longo do ano. Já a Liquid terminou o ano de forma consistente, perdendo para a Astralis na final da ESL Pro League S8, após passar pela MIBR na semifinal. Vale lembrar que o prazo para que ocorram mudanças de escalação nas equipes que disputarão o próximo Major, a IEM Katowice 2019, vai até o dia 1º de janeiro de 2019. Caso as mudanças se confirmem, a MIBR passaria à ter a seguinte escalação Gabriel "FalleN" Toledo Marcelo "coldzera" David Fernando "fer" Alvarenga Epitácio "TACO" de Melo Vito "kNg" Giuseppe Wilton "zews" Prado (coach) Tarik "tarik" Celik (na lista de transferências) Já a Liquid ficaria com Nicholas "nitr0" Cannella Jonathan "EliGE" Jablonowski Jacky "Stewie2K" Yip Russel "Twistzz" Van Dulken Keith "NAF" Markovic Fonte: Draft 5
  7. Preciso de uma conta premium no Freepik para pegar algumas imagens para terminar um trabalho, alguém disponibiliza se tiver?
  8. (DANGER ZONE) – Correção de um erro onde o squad vencedor não era capaz de jogar novamente a partir da tela de vitória; – Adição de localização para as mortes por Granada, Equipamentos diversos e Bomba de fogo; – Correção na regressão da configuração do efeito de motion blur; – Otimizado o uso de memória. (SERVIDORES DA COMUNIDADE) – Adição da cvar "sv_prime_accounts_only". Quando ativo, somente jogadores com status prime poderão conectar aos servidores; – Adição de comandos para console para ajudar na criação de squads no modo Danger Zone: — sv_dz_team_count N: Definir a quantidade permitida de jogadores por squad; — sv_dz_jointeam_allowed 1: Permitir que os jogadores escolham o seu squad durante o periodo de aquecimento através do comando dz_jointeam; — sv_dz_autojointeam 0: Desativar a função de entrar em squads automaticamente quando o jogador se conectar ao servidor; — dz_clearteams : Remove os jogadores de todos os squads; — Use dz_clearteams e sv_dz_autojointeam 0 com cuidado pois todos os jogadores precisam estar em squads válidos quando a partida começar. — dz_shuffle_teams: Embaralhar todos os jogadores em squads aleatórios; — dz_jointeam N: Entrar no squad #N (0 = nenhum, range de squad válido 1 a 9); — dz_jointeam N: Inserir o jogador em um determinado squad. Não requer sv_dz_jointeam_allowed ativo. Somente administradores; — dz_jointeam Funciona somente durante o aquecimento. Fonte: Draft 5
  9. (CSGO – Danger Zone) – Lançado o novo Danger Zone. Modo de jogo battle-royale baseado em tática. Para mais detalhes, clique aqui. – Modo poderá ser jogado em modo solo, ou squads de dois ou três jogadores. (Gratuito para Jogar) – CS:GO agora é gratuito para jogar. Detalhes: O que está incluso com o CS:GO? CS:GO (agora gratuito) é o jogo completo. Novos jogadores de CS:GO irão receber acesso a todos os modos de jogo, criação de partidas competitivas e aos drops e caixas de armas. O que é o Status Prime e como consigo isso? O Status Prime é uma melhoria disponível para todos os jogadores de CS:GO. Quando você possui o Status Prime você irá jogar com jogadores que também tem o Status Prime, e todos os jogadores Prime poderão receber itens exclusivos, itens lembranças, drops e caixas de armas.Existem duas maneiras de melhorar sua conta para o Status Prime; alcançando o Nível 21, conseguindo experiência e adicionando um número de telefone válido para sua conta da Steam, ou comprando a Melhoria para o Status Prime dentro do jogo ou pela loja da Steam. Eu já sou um jogador de CS:GO com Status Prime. Com o CS:GO sendo gratuito, como isso me afeta? Já sendo um usuário Prime de CS:GO, sua experiência no jogo não deve ser afetada. Você continuará jogando com outros jogadores com o Status Prime e receberá drops e caixas de arma das mesmas coleções, incluindo algumas delas exclusivas para quem possui o Status Prime.Excepcionalmente, como jogador que já possui o Status Prime, você estará apto à receber a nova Danger Zone MP5-SD (Lembrança) | Ratos de Laboratório, exclusiva para jogadores Prime, disponível até 9 de janeiro de 2019. E se você já estiver jogando CS:GO há cinco anos antes da atualização Danger Zone, você receberá a Insígnia de Lealdade! Eu já havia comprado o CS:GO mas não optei pelo Status Prime. Com o CS:GO sendo gratuito, como isso me afeta? Todos os jogadores que já possuíam CS:GO mas não haviam optado pelo Status Prime receberam automaticamente a melhoraria para o Status Prime. Mesmo que não possua um número de telefone associado à sua conta, agora você possui o Status Prime. – Todos os jogadores que jogaram CS:GO antes da atualização Danger Zone irão receber uma Insígnia de Lealdade, a qual poderá ser mostrada no seu perfil. – Todos os jogadores que já jogam CS:GO vão receber receber o Status Prime. – Adicionalmente, o status de prime dará acesso à nova MP5-SD (Lembrança | Ratos de Laboratório (disponível através do ganho de experiência enquanto você joga partidas de Danger Zone) e também, dará acesso a nova Caixa Danger Zone. (Caixa Danger Zone) – Adição da nova caixa Horizon Case, com 17 novas skins da comunidade e, as facas Horizon como itens raros e especiais. Fonte: Draft 5
  10. Eu to precisando de uma conta no Freepik, se alguém tiver, vai me ajudar muito em um trabalho.
  11. A paiN Gaming anunciou nesta quarta-feira (5) que o jogador Nino “ninexT” Pavolini não faz mais parte de sua lineup de Rainbow Six: Siege. A mudança ocorre no dia do retorno da Pro League, em que a equipe fará sua estreia na 9ª temporada contra a INTZ com o jogador Victor “Sm4ll” Felipe como suporte. NinexT fez passagens pela lineup antiga da INTZ e-Sports e pela Black Dragons no Rainbow Six. Em 2018, o jogador fez parte do cenário profissional de PUBG na Luminosity Gaming, participando de campeonatos locais e da etapa latinoamericana do PUBG Global Invitational. Em setembro, Nine voltou ao R6 em contrato com a paiN Gaming. Em seu twitter, Nine explicou que não deixará de jogar. “Sair da pain foi decisão minha pra voltar pra BH e ficar perto da minha mãe que tá passando por dificuldades e precisa da minha presença mais do que nunca.. Me ofereceram pra jogar por um time da Challenger e eu aceitei por conseguir jogar de casa e ficar perto da minha familia. É nois e obrigado sempre pra quem me acompanha”, diz no Twitlonger. Seu substituto na lineup, Sm4ll jogou a Pro League 8 pela Black Dragons e-Sports. Em comunicado à imprensa, a paiN Gaming afirma que considera o novo jogador uma contratação à altura. Fonte: Mais Esports
  12. Renan “alemao” Moretto atuará pela Boston Uprising, time da Overwatch League. O jogador que atuava pela Brasil Gaming House estará jogando na elite do Overwatch mundial em 2019. O suporte é bicampeão da Contenders pela BGH e já atuou pela seleção brasileira de Overwatch em duas Copas do Mundo. Pelo Boston Uprising, alemão disputará posição com outros 2 suportes. Para muitos torcedores, alemao trará o “gostinho” de ter um brasileiro na Overwatch League mesmo com o brasileiro João Pedro “Hydration” Goes Telles, do Los Angeles Gladiators, disputando a competição. Hydration nunca teve grande proximidade com a comunidade brasileira e mora nos Estados Unidos desde sua infância. Ele também chegou a atuar pela seleção norte-americana na última Copa do Mundo. O time de alemao também conta com outro latino na equipe, o argentino Nicolas “Klaus” Ferrari. Fonte: Mais Esports
  13. A Black Dragons está de volta a elite do Rainbow Six Siege. Nessa terça-feira (4), a organização anunciou sua nova line-up, formada pelos agora ex-jogadores da Team One. O anúncio veio através de um vídeo postado no Youtube, onde são revelados os novos nomes que representarão a organização: A nova line-up da Black Dragons jogou o último Brasileirão de R6 e a Pro League Season 8 LATAM pela Team One,e terminaram na quarta colocação no primeiro, e na terceira posição no segundo, garantindo sua vaga para as próximas edições dos torneios. A CEO da Black Bragons, Nicolle “Cherrygumms” Merhy disse que procurou a antiga line-up da BK, que agora está na INTZ, mas que mudaram de ideia quando surgiu a oportunidade de contar com os novos contratados: “Procuramos primeiramente o time da BK, que hoje é a INTZ E-sports, inclusive havíamos quase fechado com eles, mas surgiu a oportunidade que não podíamos recusar de poder fechar com a terceira melhor line-up da Pro League (Team One), que veio evoluindo muito desde que começou a integração deles. A negociação, no início, não foi tão tranquila, pois houve um certo desconforto por parte da organização anterior dos jogadores, mas depois tudo ocorreu tranquilamente, tendo uma liberação tranquila dos direitos sem nenhuma desavença entre as organizações”. Ela também comentou sobre a dificuldade da contratação de novos jogadores após a chegada de grandes organizações do cenário brasileiro, como a FaZe Clan e a Ninjas in Pyjamas: “Tivemos bastante dificuldade para conseguir reformular nossa atual line-up, uma vez que o cenário está em crescimento – principalmente devido à entrada dos times internacionais, e com isto as multas dos jogadores ficaram cada vez mais altas e a negociação cresceu também”. Finalizando a entrevista, a Manager da equipe ainda disse que esse momento de altos e baixos em 2018 foi bom para rever os rumos que a organização estava tendo. Ela acredita que com essa renovação a Black Dragons pode novamente chegar ao topo do Rainbow Six: “Nosso lema sempre foi a união do time, como uma família, e havíamos nos distanciado um pouco com o antigo time, uma vez que não sentíamos uma aproximação da torcida com os jogadores. Sempre fomos excelência no FPS, principalmente no R6, tendo sido duas vezes vice-campeões mundiais e o time brasileiro que mais foi longe no Invitational de 2018, o maior campeonato mundial de R6 atualmente. Assim, temos um legado a tomar conta, e esta line-up com certeza dará conta do recado, com a filosofia de retornar às origens da família Black Dragão que tem um legado enorme na história do Rainbow Six Siege, sendo o time que está há mais tempo no cenário”. Veja como ficou a nova line-up da Black Dragons Ronaldo “Ion” Osawa Filho Vitor Hugo “Hugzord” Gonçalves João Pedro “iBlackz” Titoneli Gleidson “GDNN1” Reginato Junior Dimas “Panico” de Abreu Junior Vinicius “Live” dos Santos (Reserva 1) Nicolle “Cherrygumms” Merhy (Reserva 2) Felipe “Felipox” De Lucia (Coach) Fonte: Mais Esports