Jump to content
Search In
  • More options...
Find results that contain...
Find results in...

Free Fire e os jogadores mais famosos do jogo


403 - Forbiddeen

637 views

 Share
Followers 4

Quais são as referências para quem quer começar a jogar e como dar os primeiros passos nesse jogo tão divertido e que está ganhando cada vez mais espaço entre os jovens

Estamos na principal onda dos chamados eSports no Brasil e alguns estilos, como os jogos em Battle Royale estão em franca ascensão, principalmente pela facilidade em ser multiplataforma, com a possibilidade de jogadores se enfrentarem simultaneamente, mesmo em aparelhos distintos. Assim, o que os une é a Internet. 

O mercado de eSports movimenta milhões de dólares por ano e, além disso, move multidões de maneira física ou online com transmissões dos principais eventos do mundo. E, se você é fã de games, é bem provável que já tenha, ao menos ouvido falar, em Free Fire. E se você é fã em apostar nos games, descubra como a KTO é confiável dando um google, aproveite e faça seu cadastro para dar uns palpites.  

O jogo está entre os principais do estilo Battle Royale, como Fortnite, Apex Legends, o próprio Playerunknown's Battlegrounds (PUBG) e muito mais. Se está começando nesse mundo, vamos conhecer sobre o estilo de jogo, objetivos e muito mais a partir de agora. 

O que é Free Fire? 

O Free Fire Battlegrounds é um jogo para dispositivos iOS e Android, que são os sistemas que englobam os principais smartphones e tablets. O game foi desenvolvido pela empresa Garena, que venceu o prêmio de melhor jogo mobile nos anos de 2018 e 2019. A popularidade desse estilo de jogo se deve, justamente, pela facilidade na jogabilidade, apresentando diversos modos de jogo com ranking, para quem gosta de competir. 

Dentro da App Store e da Google Play Store, o Free Fire é um dos mais baixados da história, com mais de 100 milhões de usuários espalhados pelo mundo todo. O jogo é gratuito, mas a desenvolvedora do jogo ainda fatura com os elementos que podem ser adquiridos pelos jogadores nos mais diversos valores. 

Como se joga? 

Com o avanço da tecnologia dos Smartphones, está cada vez mais fácil para poder jogar Free Fire com qualidade de imagem e sem que o jogo trave, por qualquer motivo. Assim, basta ter em mãos um Smartphone e acesso à internet, que o usuário pode jogar de onde estiver. 

Uma das facilidades, inclusive, está em não precisar de um aparelho de última geração para poder ter um bom desempenho no game. Claro que existem quesitos específicos, então, também é importante estar ligado em algumas questões. 

Atualmente, com todas as atualizações, para que se tenha um desempenho satisfatório, o usuário precisa de um Smartphone com Android a partir de 4.0 ou, no caso do sistema iOS, precisa, pelo menos, da versão 8.0. 

O jogo também chama muito a atenção por sua qualidade, mesmo não ocupando muito espaço de memória de armazenamento e desempenho do celular. Lembramos também que, para poder jogar Free Fire de maneira tranquila, o celular também deve ter, pelo menos 1 GB de memória RAM e 600 MB de espaço de armazenamento livre no aparelho. 

Sobre como jogar, as formas são bem fáceis, ainda mais pela simples dinâmica oferecida. Para quem ainda não domina esse estilo de jogo e quer começar, o Free Fire é uma das melhores opções em Battle Royale, justamente por apresentar pontos específicos que deixam o jogo simples e divertido. 

Como é um jogo de tiro, muitas pessoas tem dificuldade com a mira para jogar pelo celular. No Free Fire, no entanto, existe a trava de mira, que auxilia bastante na hora em que se encontram os inimigos. Outro ponto que chama atenção é que, apesar de existirem vários tipos de armas, todas possuem o mesmo calibre. Dessa forma, toda e qualquer munição que encontrar pelo caminho, o jogador pode pegar para continuar atirando, pois elas servirão para os rifles. 

Qual o objetivo do jogo? 

Na tradução literal, Free Fire quer dizer, em português, “fogo livre”. Com essa tradução ao pé da letra, dá para ter uma noção do que o jogo apresenta, oferecendo uma experiência de estar disputando sozinho contra qualquer outro jogador do mapa em questão. 

Sendo assim, o principal objetivo do jogo está em permanecer vivo, até não sobrar mais nenhum competidor na arena de jogo, que conta com soldados com a permissão de atirar em qualquer outro oponente. Por jogar simultaneamente com diversos jogadores, durante toda a partida terá emoção, principalmente por correr perigo em todo o tempo. 

Como o jogo cresceu tanto? 

A crescente foi justamente por oferecer o game de forma gratuita para download, com uma proposta bastante simples, mas muito divertida. Portanto, a acessibilidade é um fator muito celebrado, inclusive pelos jogadores mais conhecidos do mundo. 

Hoje o jogo conta com personagens exclusivos, incluindo um novo personagem inspirado em Cristiano Ronaldo. Essa ação também ajuda a popularizar ainda mais o game, já que CR7 é conhecido em todo o mundo e pode trazer os adeptos do futebol para ainda mais perto do game da Garena. A atualização com o personagem Chrono, que tem os traços do craque português já está disponível desde o dia 24 de dezembro. 

Diferenças entre personagens 

Assim como em jogos de luta, cada um dos personagens de Free Fire possui uma habilidade especial e isso também diferencia o jogo de outros battle royales. O Free Fire, portanto, apresenta cada personagem com um nome e habilidades específicas que os diferenciam, fazendo com que cada jogador se adapte melhor com algum deles com base na maneira que jogam. 

Pode ser também que cada um dos mapas pode ter um personagem que se adapte melhor às condições, assim o usuário pode alterar a qualquer momento, nas transições de partida. Por exemplo, a personagem Kelly detém mais habilidade em velocidade ao correr, já Antonio é o personagem que mais auxilia quem está no começo, já que concede mais pontos de experiência, que podem ser convertidos em novos níveis de maneira mais rápida. 

Qual é o melhor jogador de Free Fire do Mundo em 2020? 

Não há como não mencionar o melhor brasileiro dos últimos tempos no Free Fire. Até o momento, o brasileiro Bruno “Nobru” segue como o jogador mais valioso do mundo, desde o evento World Series, que é o maior campeonato mundial envolvendo o Free Fire. Veja abaixo um pouco mais sobre a história do atleta no cenário dos eSports. 

Bruno “Nobru” 

Um dos maiores fenômenos do Free Fire do Brasil, Nobru atua pelo time do Corinthians e já conseguiu as façanhas de vencer o Campeonato Brasileiro e o Mundial com a camisa do Timão. Além dos bons resultados nos jogos, Nobru também chama a atenção por seu carisma, já que tem conseguido mover um grande público em transmissões simultâneas no YouTube e Twitch. 

Na Twitch, por exemplo, o streamer já alcançou a marca de 10º mais assistido na plataforma. Nobru consegue atrair ainda mais público porque não se restringe somente ao Free Fire, mas também costuma jogar outros títulos famosos, como GTA V. 

O sucesso dele já chegou ao ponto de conseguir realizar um campeonato com seu nome. A Copa Nobru já é sucesso, principalmente por trazer diversos jogadores famosos para a disputa. 

No prêmio eSports Brasil, Nobru já conseguiu faturar três prêmios. Em 2019 levantou o troféu de Melhor Atleta, Melhor Atleta de Free Fire e Craque da Galera. Assim, todos esses feitos o consolidam como uma das lendas do Free Fire brasileiro. 

Quem são os melhores jogadores de Free Fire do Brasil? 

Claro que além de Nobru, existe destaque para diversos outros brasileiros que ocupam lugar de destaque entre os principais jogadores de eSports do mundo. Confira abaixo quais são e, inclusive, veja agora quem chegou ao posto de melhor jogador do Brasil, já em 2020, em lista recente. 

Jonatha “JapaBKR” 

O gamer passou por um ano atípico, pois começou como capitão da equipe Team Liquid, sendo um dos principais pilares para as competições, sendo o responsável pelas chamadas. Além de seu papel de liderança na equipe, acabou se destacando também individualmente, levando o MVP (Most Valuable Player) daquela etapa, com a marca de mais matanças ao longo do torneio. 

Porém, JapaBKR foi perdendo espaço no time e acabou indo parar no banco, não chegando a ter participação em etapas da sequência dos Cavalos. Com isso, abriu espaço para o gamer tentar novos ares, para que pudesse estar mais ativo nos campeonatos. Aí, mais uma vez, apareceu o Corinthians, mesmo time de Nobru, e fez o convite para ele se juntar ao alvinegro para poder disputar a Liga Brasileira de Free Fire. 

Sendo o reforço mais aguardado, JapaBKR tratou de corresponder às expectativas, e logo em suas primeiras aparições defendendo as cores do Corinthians, já tratou de conquistar mais uma etapa da LBFF e, além disso, conquistou o prêmio eSports Brasil 2020, superando o companheiro, Nobru, e o split da LBFF Cauan Santos, da SS eSports. 

Kronos 

O pernambucano de 19 anos, Ariano “Kronos” Ferreira é mais um nome de peso no Free Fire brasileiro. Kronos começou a carreira na Guilda Golpistas e chegou, na sequência, a integrar o time Vivo Keyd. 

Em sua passagem pelo Vivo Keyd, Kronos faturou três vice-campeonatos brasileiros. Aos poucos, o pernambucano foi ganhando espaço e estourou no mundo Free Fire quando, no primeiro Mundial de Free Fire, levou o posto de MVP (Most Valuable Player) daquela edição, disputada em 2019. O torneio que foi realizado em Bangkok, na Tailândia, reuniu os principais nomes do game e tornou a figura de Kronos ainda mais conhecida no cenário mundial. 

Antes de se despedir do time Vivo Keyd, o pernambucano participou pela última vez da C.O.P.A Free Fire. Agora o jovem integra o time LOUD, se juntando a outros nomes fortes do Brasil, como Sharin, Vinixz, Will, Nooda e Brabox, que chegou junto com Kronos. Vale sempre ficar de olho nesse time para as principais disputas do ano. Em 2020 o time levou a Copa América e segue firme para outras disputas para a temporada 2021. 

Bárbara “Babi” 

Babi não possui títulos individuais, mas também engrossa nossa lista com um ótimo desempenho e um título mundial por equipes em seu currículo. Atualmente na LOUD, ela havia entrado para o time para integrar a equipe de influenciadores e streamers, porém ela ainda segue com destaque como jogadora.  

Vale ressaltar também a conquista de Babi, juntamente com a equipe brasileira, em que levou o Streamer Showdown, na Tailândia, onde recebeu o título e elevou o Brasil na campetição. 

Babi também alcançou milhões de seguidores e segue com conteúdos no YouTube e na plataforma Nimo.TV, sempre envolvendo o mundo dos games em suas aparições, mas não se restringindo somente ao Free Fire. 

Rodrigo “El Gato” Fernandes 

Rodrigo Fernandes tem uma história bastante incomum envolvendo sua chegada ao Free Fire. Antes de se tornar famoso pelo game, ele já produzia conteúdos, mas todos ligados ao humor gospel, ele chegou até a fazer stand-up com conteúdos religiosos, mas só veio a deslanchar nas redes sociais e como streamer após se lançar no mundo do Free Fire. 

Com uma veia cômica muito forte, o jovem de 24 anos deu um salto gigante e chegou a criar o time Los Grandes, que é um dos maiores do cenário brasileiro, disputando Liga Brasileira na sua Série A. 

Foi o Free Fire que proporcionou uma nova vida financeira e hoje ele tenta passar dicas para que mais pessoas possam chegar ao mesmo ponto que ele, com base no desempenho no game e, claro, com um bom investimento nas mídias sociais. Ele é mais um dos que produzem conteúdos para diversas plataformas e possui milhões de seguidores espalhados pelo mundo. 

Outros nomes importantes do Free Fire brasileiro 

Seria até injusto não fazer uma menção a outros jogadores e profissionais que realizam streams do jogo mais baixado nas plataformas Android e iOS. Dentre outros brasileiros que possuem destaque nos cenários nacional e internacional, ainda contamos com uma legião formada por Danieli “Uma Dani”, que é uma das pioneiras no cenário feminino, Ramon “GGeasy”, grande influenciador do meio, Carolina “Voltan”, que segue fazendo streams e integrando a LOUD, Matheus “Wanheda” que saiu da LOUD para integrar o RED Canids Kalunga e faturar o troféu Gigantes Free Fire (torneio Sul-Americano que reúne as principais forças do continente), Tamires “Tami”, que costuma arrasar nos campeonatos, faz parte do time SS e Lohana “Maellen”, que integra o time Las Grandes.

 Share

4 Comments


Recommended Comments

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now
  • Similar Content

    • By Ravock
      Olá pessoas!
      Hoje tem Free Fire com os brother!
      E como eu estava errado dizendo que esse jogo era chato kkk
      É bem mais legal jogar com amigos, então fica aí a minha experiência com o jogo.
      Espero que gostem!
       
    • By Allanatulu
      Começou a 18ª temporada de Free Fire! As temporadas duram mais ou menos entre 30 a 70 dias e permitem os jogadores competirem em partidas ranqueadas. Você vai subindo ou descendo de patente de acordo com sua pontuação.
      Início da temporada: 16 de Outubro de 2020 Fim da temporada: 23 de Dezembro de 2020 Como em todas as temporadas, além de subir de patente, a habilidade do jogador no campo de batalha é premiada com itens, suprimentos e moedas que podem ser usadas na loja do jogo.
      Confira nosso guia e descubra o que poderá ganhar nesta nova temporada, assim como a patente com que irá iniciar esse novo desafio!
      Tabela de Pontos e Recompensas
      Patente Pontos Recompensas Bronze I 1000 1000 moedas
      Bronze II 1100 1 Airdrop, 1 Scanner; 5 Tokens, 1000 moedas Bronze III 1200 1 Fogueira, 1 Mapa do Tesouro, 10 Tokens, 1000 moedas Prata I 1300 Faixa de Prata, 2 Airdrop, 20 Tokens, 1500 moedas Prata II 1400 1 Airdrop, 2 Mapas do Tesouro, 30 Tokens, 1500 moedas Prata III 1500 1 Fogueira, 2 Scanners, 40 Tokens, 1500 moedas
      Ouro I 1600 Faixa de Ouro, Jaqueta de Ouro, 50 Tokens, 2000 moedas Ouro II 1725 Cartão 50% de Uppar XP; cupom de Ouro, 70 Tokens, 2000 moedas
      Ouro III 1850 2 Fogueiras, 2 Airdrops, 90 Tokens, 2000 moedas
      Ouro IV 1975 2 Airdrops, 2 Mapas do Tesouro,110 Tokens, 2000 Moedas
      Platina I 2100 Faixa de Platina, Cartão 50% de Uppar XP, 150 Tokens, 2500 moedas
      Platina II 2225 2 Fogueiras, 2 Cupons de Ouro; 200 Tokens, 2500 moedas
      Platina III 2350 3 Scanners, 2 Airdrops; 250 Tokens; 2500 moedas Platina IV 2475 3 Cupons de Ouro; 3 mapas do Tesouro; 300 Tokens, 2500 moedas
      Diamante I 2600 Faixa Diamante, Cartão de pegar 50% mais ouro, 350 Tokens, 3000 moedas
      Diamante II 2750 3 Fogueiras, 2 caixas, 425 Tokens, 3000 moedas Diamante III 2900 3 mapas do tesouro, 3 caixas, 525 Tokens, 3000 moedas Diamante IV 3050 3 Airdrops, 3 Cupons de Ouro, 625 tokens, 3000 moedas
      Mestre 3200 Faixa Mestre, Camiseta Mestre, 750 Tokens, 5000 moedas, Papel de Parede de Mestre
      Desafiante Top 300 Avatar e Papel de Parede de Desafiante  
      Patente de início de temporada

      Sempre que começa uma temporada, de acordo com a patente que alcançou na temporada passada, o jogador iniciará numa patente mais baixa e perderá alguns pontos.
      Se terminou entre Bronze I a III, na nova temporada iniciará em Bronze I com 1000 pontos Se terminou entre Prata I a III, na nova temporada iniciará em Bronze II com 1175 pontos Se terminou entre Ouro I a IV, na nova temporada iniciará em Prata I com 1350 pontos Se terminou entre Platina I a IV, na nova temporada iniciará em Prata II com 1500 pontos Se terminou entre Diamante I a IV, na nova temporada iniciará em Ouro I com 1650 pontos Se terminou em Mestre, na nova temporada iniciará em Ouro II com 1750 pontos Como subir rapidamente de patente
      Para subir rapidamente de patente, é essencial ser bem consistente na maneira que joga. Além disso, é importante tentar cumprir os seguintes objetivos:
      Eliminar jogadores inimigos Reviver colegas de time Causar dano a inimigos ou a veículos/barris Pegar uma classificação boa em cada partida Sobreviver mais tempo Cumprir missões diárias O ideal é tentar conseguir um equilibro entre as eliminações e uma boa posição. Se eliminar 10 jogadores, mas for abatido cedo na partida, pode ter menos pontuação que um jogador com 3 eliminações que conseguiu chegar ao top 5. Se acha que sua habilidade ainda pode melhorar, confira nossas dicas avançadas.
      Passe de Fogo

      Em cada temporada, existe um passe de fogo, que pode ser Gratuito ou de Elite. Obviamente, o passe de elite oferece muito mais itens legais como skins de armas e de personagens, moedas etc. Para pegar os itens do Passe, é necessário completar os desafios ou missões de cada temporada que fornecem tokens. Em seguida, é só usar os tokens no passe. Para conferir o que pode ganhar, deslize o menu até ao final.

       
      Fonte:Ligadosgames
    • By Allanatulu
      Trazemos neste artigo os melhores celulares para jogar Free Fire! Dividimos a lista em duas, sendo que na primeira você verá:
      5 celulares potentes e mais caros, mas que rodam o jogo lisinho 5 celulares bons, menos potentes, mas mais baratos que rodam o jogo suave e sem travamentos Repare que colocamos as especificações de cada modelo, bem como o preço mais barato encontrado no mercado fora de promoção. Confira se o seu modelo de smartphone está na lista!
      5 melhores celulares para rodar Free Fire liso

      O Note 9 da Samsung é o melhor em termos de custo-benefício!
      Dentre os 5 mais potentes você vai encontrar só os celulares que rodam Free Fire com o gráfico no máximo. E suportando bem os FPS no alto, sem lag e com qualidade até no som. São modelos para quem está disposto a abrir a carteira e, claro, para quem pode investir um pouco mais em um smartphone de ponta.
      1. Galaxy Note 9
      Preço: a partir de R$ 3.200
      Ficha Técnica: Sistema Operacional: Android 10 Samsung One UI 2.0 Processador: 4x 2.7 GHz Kryo 385 + 4x 1.7 GHz Kryo 385 Chipset: Qualcomm Snapdragon 845 Memória RAM: 6GB Armazenamento: 128GB - expansível até 512GB Bateria: 4000 mAh 2. iPhone X
      Preço: a partir de R$ 4.300
      Ficha Técnica: Sistema Operacional: iOS 13 Processador: 2x Monsoon + 4x Mistral Chipset: Apple A11 Bionic Memória RAM: 3GB Armazenamento: 256GB Bateria: 2716 mAh 3. Galaxy S9
      Preço: a partir de R$ 1.664
      Ficha Técnica: Sistema Operacional: Android 10 Samsung One UI 2.0 Processador: 4x 2.8 GHz Kryo 385 + 4x 1.7 GHz Kryo 385 Chipset: Snapdragon 845 Qualcomm SDM845 Memória RAM: 4GB Armazenamento: 128GB - expansível até 512GB Bateria: 3000 mAh 4. Zenfone 5Z
      Preço: a partir de R$ 1.699
      Ficha Técnica: Sistema Operacional: Android 10 ZenUI 6.0 Processador: 4x 2.8 GHz Kryo 385 + 4x 1.8 GHz Kryo 385 Chipset: Snapdragon 845 Qualcomm SDM845 Memória RAM: 8GB Armazenamento: 256GB - expansível até 2048GB Bateria: 3300 mAh 5. Xperia XZ2
      Preço: a partir de R$ 4.090
      Ficha Técnica: Sistema Operacional: Android 10 Processador: 4x 2.7 GHz Kryo 385 + 4x 1.7 GHz Kryo 385 Chipset: Snapdragon 845 Qualcomm SDM845 Memória RAM: 4GB Armazenamento: 64GB - expansível até 400GB Bateria: 3180 mAh 5 celulares bons e baratos para jogar Free Fire
      Nos bons e baratos o primeiro lugar também é Samsung!
      Os bons e baratos trazem aqueles celulares que vão rodar Free Fire tranquilo, mas claro que não nas configurações máximas. No médio? Rola, mas não abuse muito. Se você estiver apenas pelas configurações mínimas no jogo, certamente esses modelos abaixo dão mais do que conta do recado!
      1. Galaxy J5 Prime
      Preço: a partir de R$ 799
      Ficha Técnica: Sistema Operacional: Android 8.0 Samsung Experience 9.5 Oreo Processador: 1.4 GHz Quad Core Chipset: Cortex-A53 SAMSUNG Exynos 7 Quad 7570 Memória RAM: 2GB Armazenamento: 32GB - expansível até 128GB Bateria: 2400 mAh 2. Galaxy J2 Prime
      Preço: a partir de R$ 799
      Ficha Técnica: Sistema Operacional: Android 6.0.1 Marshmallow Processador: 1.4 GHz Quad Core Chipset: Cortex-A53 MediaTek MT6737T Memória RAM: 1.5 GB Armazenamento: 16GB - expansível até 256GB Bateria: 2600 mAh 3. Zenfone 3 MAX  
      3. Zenfone 3 MAX
       
      Preço: a partir de R$ 699
      Ficha Técnica: Sistema Operacional: Android 8.1 ZenUI 5.0 Oreo Processador: 1.4 GHz Quad Core Chipset: Cortex-A53 MediaTek MT6737M Memória RAM: 2GB Armazenamento: 32GB - expansível até 128GB Bateria: 4100 mAh 4. Moto G5S
      Preço: a partir de R$ 790
      Ficha Técnica: Sistema Operacional: Android 8.1. Oreo Processador: 4x 1.4 GHz Cortex-A53 + 4x 1.1 GHz Cortex-A53 Chipset: Snapdragon 430 Qualcomm SDM430 Memória RAM: 3GB Armazenamento: 32GB - expansível até 128GB Bateria: 3000 mAh 5. LG Q6
      Preço: a partir de R$ 669
      Ficha Técnica: Sistema Operacional: Android 7.1.1 LG UX 6.0 UI Nougat Processador: 1.4 GHz 8 Core Chipset: Snapdragon 435 Qualcomm SDM435 Memória RAM: 3GB Armazenamento: 32GB - expansível até 128GB Bateria: 2900 mAh Requisitos mínimos do Free Fire
      De nada adianta saber quais os melhores celulares se você não souber quais os requisitos mínimos do Free Fire. Por isso veja abaixo as specs mínimas para os dois principais sistemas operacionais:
      Android:
      OS: Android 4.0 Ice Cream (mínimo) CPU: Intel Quad Core Memória RAM: 1 GB Armazenamento: 600 MB iOS:
      OS: iOS 8.0 (mínimo) CPU: Todos Memória RAM: 1 GB Armazenamento: 600 MB Qual celular comprar para jogar Free Fire?
      A resposta para essa pergunta vai depender muito de qual o seu propósito. Quer jogar só Free Fire ou outro game que exija menos processamento do celular? Então compre um dos bons e baratos. Eles lhe dão tudo que precisa.
      Agora se quer jogos mais pesados e quer que eles rodem no FPS máximo, sem travamentos e com qualidade extrema, abra um pouco mais a carteira e invista em um smartphone mais potente. Você certamente não vai se arrepender!
      Fonte:Ligadosgames
       
    • By Allanatulu
      Em Free Fire, sensibilidade é a razão usada para medir a rapidez da mira com a precisão do tiro. Maior sensibilidade permite ao jogador mirar mais rápido, mas se exagerado, pode fazer com que a mira falhe completamente o alvo. Além disso, é importante testar a sensibilidade sempre que ocorre uma atualização e, se necessário, re-configurá-la, já pode ter sido sofrido alterações. Confira nosso guia para personalizar sua sensibilidade em Free Fire e conseguir tiros perfeitos, rapidamente!
      1. Configure o DPI para mira mais rápida

      Antes de modificar detalhes no game em si, é necessário verificar o DPI do aparelho onde joga. DPI (Dots Per Inch) é uma medida que quantifica a densidade de pixeis numa determinada área. "E o que isso importa para subir capão?" pensa você, irritadinho. É simples: maior DPI significa maior sensibilidade, logo, será necessário menos movimento dos seus dedos para a mira chegar no lugar. No geral, sua mira ficará, pelo menos em teoria, mais rápida.
      A questão do DPI é mais importante para jogadores de celular, mas tem acontecido um certo exagero: as telas são pequenas e nem sempre se nota a diferença. Maior DPI também gasta mais bateria e pode fazer seu celular aquecer mais rápido. Para configurar o DPI num celular depende bastante do modelo, mas é quase sempre necessário habilitar o Modo de Desenvolvedor. Aí pesquise por Idioma e Entrada > Velocidade do Ponteiro.

      Para configurar o DPI num emulador é necessário entrar nas configurações e, no motor de jogo, descobrir a aba do DPI. Nesse exemplo, a configuração é no Gameloop.
      2. Não copie, personalize a sensibilidade do seu jeito

      Para configurar basta apertar o simbolo do menu de configurações no canto superior direito e, em seguida, escolher a aba da sensibilidade. Cada sensibilidade é importante e pode necessitar de um ajuste personalizado. Na teoria, quanto maior a ampliação da mira, menor será sua sensibilidade para diminuir erros de mira.
      Geral: sensibilidade global do jogo, mais centrada no tiro em movimento do seu personagem; Red Dot: sensibilidade da mira Red Dot, a mira quadrada quase sem ampliação de muitas armas; Mira 2X: a mira mais comum, com alguma ampliação; Mira 4X: uma mira já para usar em snipers; Mira AWM: essa mira tem uma ampliação de 8X e, portanto, pode necessitar de um ajuste mais cuidado. Depois de configurar, teste sua sensibilidade na Ilha de Treinamento, equipando diferentes armas com diferentes miras e grips. É verdade, ao contrário dos jogadores iniciais de Free Fire, agora é possível fazer testes e experimentar diferentes armas sem andar meio mapa à procura ou levar um capa enquanto o faz.
      A sensibilidade também depende do equipamento que é usado. Um celular mais modesto pode não precisar de tanto ajuste como um tablet ligeiramente mais poderoso ou um emulador correndo num PC médio. Além disso, Android, iPhone e Emuladores precisam quase sempre de sensibilidades diferentes. Ou seja, personalizar sua sensibilidade é um detalhe necessário, seja qual for sua plataforma. E lembre-se de testar você mesmo, não coloque sensibilidades copiadas de outros jogadores, youtubers, streamers ou do seu cachorro.
      3. Configure o HUD para eliminar ruído da tela

      HUD significa Head Up Display e é nada mais que os botões que aparecem na tela. O ideal, se usar celular ou mesmo emulador, é tornar os botões que usa menos mais transparentes. O objetivo dessa estratégia é ter menos ruído na tela e conseguir observar melhor a partida.
      Cada botão pode ser movimentado para qualquer zona da tela, além de sua transparência e tamanho. Se jogar com os dedos em garra modifique a posição dos botões para que sirvam melhor seu propósito.
      Fonte:Ligadosgames
       
    • By Allanatulu
      Lançado em 2017, Free Fire, publicado pela Garena é um sucesso assombroso. O game do gênero battle royale conquistou em poucos anos uma base sólida de jogadores no mundo todo, por aliar uma jogabilidade que se tornou um vicio no universo mobile com um app que exige poucos recursos de hardware do aparelho em que será instalado, possibilitando que smartphones ou tablets mais modestos consigam roda-lo.
      Essa filosofia fortaleceu o conceito de game social de Free Fire, já que os amigos podem se reunir para jogar, independente se alguns possuem um smartphone topo de linha ou de entrada. Atualmente o game conta com mais de 350 milhões de jogadores ao redor do globo, sendo que 100 milhões são considerados ativos, isto é, jogam com frequência. O mercado brasileiro é um dos mais importantes para essa avalanche de títulos batte royale que surgiram nos últimos anos. Falando especificamente de FreeFire, o jogo está na primeira posição entre os mais baixados da Play Store em nosso país, com mais de 100 milhões de instalações.
      Altamente concorrido, o mercado de batttle royale é uma verdadeira mina de ouro. De acordo com dados da empresa Sensor Tower em menos de dois anos os principais games desse gênero – em termos de receita – adquiriram mais de US$ 2 bilhões. Detalhe: esse valor é referente apenas ao universo mobile.
      Neste artigo separamos 5 opções de jogos que são concorrentes diretos do Free Fire, tanto em estilo quanto nessa guerra de foice por arrecadação e atenção dos usuários.
      Games parecidos com Free Fire
       
      Knives Out

       
      Campeão em receita entre os títulos de batalha real, arrecadando mais de US$ 640 milhões em dois anos, o primeiro da nossa lista é Knives Out, lançado pela NetEase em dezembro de 2017. Disponível para Android, iOS, PC o game, bem popular no mercado asiático, conta com mais de 50 milhões de jogadores ativos em todo o mundo. Knives Out suporta partidas com até 100 jogadores.
      O enredo do jogo é: os jogadores são enviados para uma ilha e apenas um sobreviverá, ao mesmo tempo que enfrentam uns aos outros, os usuários precisam escapar de uma área com gás venenoso que vai permeando o mapa.
      Knives Out ganhará também uma versão para PlayStation 4 e Nintendo Switch.
      Fortnite Battle Royale

      O segundo game da lista é o Fortnite Battle Royale, um dos games mais populares do mundo. Mais de 200 milhões de usuários ao redor do mundo jogam esse título da Epic Games.
      No ano passado esse sucesso absoluto arrecadou 3 bilhões. De acordo com dados da DFC’s Fortinite atualmente é responsável pela quota de mercado do gênero Battle Royale – 31%.  Em Fortinite Battle Royale 100 jogadores caem de paraquedas em uma ilha, precisam coletar armas e, evidentemente, sobreviver!
      É possível jogar Fortnite Battle Royale em aparelhos Android, iOS, PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch, PC e Mac.
      PlayerUnknown’s Battlegrounds

      Desenvolvido pela PUBG Corp, PlayerUnknown’s Battlegrounds é outro peso pesado desse universo do Battle Royale. Diferentemente dos dois anteriores, este título não é gratuito e não é focado no universo móvel, há versões disponíveis apenas para PC, Xbox One e PC. No entanto, a mesma produtora de PlayerUnknown’s Battlegrounds também tem uma opção de jogos do mesmo estilo para o mercado móvel e que é gratuito, o também muito conhecido PUBG Mobile.
      O game permite que o usuário adote a perspectiva em primeira e terceira pessoa, e segue a cartilha que vimos nos anteriores: até 100 jogadores caem de paraquedas em uma ilha e precisam lutar pela sobrevivência. Assim como o Free Fire e outros games do gênero, PUBG também tenta conquistar os gamers com dispositivos mais limitados através da versão PUBG Mobile Lite, menos exigentes em termos de recurso e com partidas de até 40 jogadores.
      Battlelands Royale

      Batttlelands Royale, produzido pela Futureplay, é indicado para quem quer curtir uma sessão de Battle Royale que seja rápida e objetiva. As partidas duram entre 3 e 5 minutos e comportam um número reduzido de participantes – 32 jogadores.
      “Lute em um enorme mapa com locais incríveis como o Esconderijo, Barco, Labirinto e Campo de treino. Você pode até mesmo festar na discoteca ou explorar os terrenos da mansão.Ou talvez você se esconda no Paraíso do campista? Seja qual for a sua estratégia, não seja pego pela tempestade!”, assim é definido Battlelands Royale em sua página na Google Play.
      Battlelands Royale está disponível para Android e iOS.
      Creative Destruction

      A quinta e última indicação é Creative Destruction, game inspirado em Fortnite. Disponível desde o ano passado para Android, iOS e PC com Windows, esse é um dos Battle Royale que mais exige espaço interno para a instalação. Sua versão para Android ocupa 1,5 GB.  o game combina Battle Royale com elementos de construção – todos os elementos do cenário podem desmontados e construídos. 13 locais podem ser explorados pelos 100 jogadores que são espalhados pelo mapa.
      Fonte:hardware
       
       


História

O GGames originou-se em 2005, quando a internet era lerda e o conteúdo de qualidade escasso. Seu fundador Bruno Tavares começou a mexer com fórum por volta de 2003. "Tive várias ideias e experiencias, boas e ruins antes de criar o GGames, comecei com versões gratuitas do IPB e desde então não parei mais." A ideia do nome GGames foi escolhido ao acaso, apenas para que o domínio .com.br fosse curto, o 'Gê' nunca teve um significado.

Nosso auge foi em 2014, quando atingimos a marca de 180 mil membros. Porém após uma falha no servidor UOLHOST responsável pela hospedagem, perdemos tudo.

Em 2017 decidi retornar com o GGames, conversei com diversos usuários e muitos apoiaram a ideia. Retornamos com uma estrutura sólida e sem a dependência de terceiros. Investimos em uma licença original da IPS e também em uma hospedagem de qualidade. Hoje nosso foco é conteúdo de qualidade e autentico. Abrimos mão do conteúdo pirata e ilícito.

×
×
  • Create New...

pc jenkins GIF by South Park

AdBlock extension detected!

GGames is maintained by advertisements for our visitors.

Please disable your browser's AdBlock Extension first, in order to use our Forum.

Rest assured, our ads will not disturb your browsing and reading.

I've Dissable