Search the Community

Showing results for tags 'Windows 10'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • GGames Forums
    • Anúncios
    • Críticas, dúvidas & sugestões
    • Project Nerd
  • Diversos
    • Vale Tudo
    • Notícias & Novidades
    • Análises & Reviews
    • Marketplace - Compra e Venda
    • Trackers & Warez
  • Plataformas
    • PC Master Racer
    • Xbox
    • Playstation
    • iOS / Android / Portáteis
    • Retrô / Emuladores
  • E-Sports
    • LOL - League of Legends
    • Counterstrike Global Offensive
    • Apex Legends
    • Overwatch
    • Fortnite
  • Must Have
    • PUGB - Playerunknown's Battlegrounds
    • Battlefield
    • GTA V - Grand Theft Auto 5
    • FIFA Soccer
    • Minecraft
    • No Man's Sky
  • Web & Design
    • Dicas e Tutoriais
    • Recursos para Download
    • Galeria
    • Desenvolvimento - Helpdesk
    • Pedidos
  • Battlefield 1's Regras
  • Trainers/Hackers's Tópicos
  • PC Master Racer's Discussões Master Racer
  • Grand Chase's Servidores Online
  • Grand Chase's Discussão Geral
  • FREE Club's's Google Play
  • FREE Club's's Pc

Product Groups

There are no results to display.

Blogs

There are no results to display.

There are no results to display.

Categories

  • Jogos
    • Traduções de Jogos - Português Brasil
    • Emuladores
    • Utilitários
    • Cheats / Trainers / Mods
    • Save Games
  • Softwares & APP - Windows
    • Sistemas Operacionais
    • Produtividade e Office
    • Drivers e Essenciais
    • Segurança e Desempenho
    • Internet e Navegadores
    • Multimídia
    • Utilitários
  • Criação e Desenvolvimento
    • Fontes
    • Vetores (Illustrator / Corel / PDF)
    • Images (PSD / PNG / Alta Resolução)
    • HTML5 / CSS3
    • PHP / MySQL
    • Wordpress | CMS
    • IPBOARD | IPS

Categories

  • PC - Dicas e Tutoriais
    • Internet | Emails
    • Sistemas Operacionais
    • Hardware | Redes | Periféricos
    • Redes Sociais | Messengers
    • Hacker | Invasão
    • Softwares | Downloads | Uploads
  • Plataformas
    • Xbox
    • Playstation
    • Mobile (iOS / Android)
    • Emuladores / Retrô
  • Web Design
    • HTML | CSS | Javascript
    • Wordpress | Joomla | CMS
    • Magento | Woocommerce | Shopify
    • PHP | MySQL
    • IPB | PHPBB | VBulletin | Xenforo | MyBB
    • Hospedagem | Domínio | Servidor
  • Design Gráfico
    • Photoshop
    • Fireworks
    • Illustrator
    • CorelDRAW
    • Impressão 3D | Modelagem 3D
  • Tutoriais VIP
    • Tutorial VIP
  • Grand Chase's Dicas e Tutoriais

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Quem sou


Steam


Discord


Skype


PlayStation ID

Found 131 results

  1. Já digo logo, o melhor jeito é baixar o jogo e testar na sua máquina diretamente, mas existem algumas alternativas que nos auxiliam nessa tarefa e pode ser uma mão na roda. Dada a evolução rápida e abrangente das diferentes peças de hardware, torna-se difícil por vezes determinar se certo jogo consegue ou não “rodar” em nosso notebook ou desktop. Este problema não é de agora. Hoje vamos falar de um site extremamente útil que possibilita esclarecer essa questão, o System Requirements Lab. Acredito que muitos já conheçam este site pois é um dos mais importantes neste ramo. O objetivo primordial da análise feita pelo site é o de aferir se o nosso sistema consegue rodar determinado game. E tudo isto de uma forma extremamente simples e intuitiva. Contudo, como dito acima, o melhor método é o teste direto. Em um dos meus notebooks foi dito pelo System Requirements Lab que não rodaria o Cuphead, mas rodou tranquilo. Ainda assim, o site é confiável por ser baseado nas informações recomendadas pelos estúdios. Como faço isso? 1. Acesse ao System Requirements Lab neste link. 2. Na caixa de texto, digite o nome do jogo que pretendem verificar, irá ser gerada automaticamente uma lista de acordo com a sua pesquisa. 3. Escolhem o jogo pretendido e clique no botão azul “Can You Run It”. 4. Você terá que baixar e executar um aplicativo do dite “checkbox Desktop App“ 5. Pronto, agora é só ir checar os games rapidamente se são compatíveis. Pronto, boa jogatina!
  2. Embora na maioria dos cenários, a transferência de uma licença do Windows 10 (chave do produto) para outro dispositivo não seja algo que os usuários comuns precisem fazer, há muitas situações em que esse processo pode ser útil, pois é uma boa maneira de economizar dinheiro. Dentre os motivos que fazem você necessitar transferir a licença do Windows 10 para outra máquina, é quando você adquiri um computador e ele ainda não tiver Windows original, ou se ele roda o sistema Linux e você quer pôr Windows. Também pode acontecer se você vai vender seu computador e quer manter sua licença. Outra possibilidade é se você tem um dispositivo macOS e deseja trabalhar com o Windows 10 usando o Boot Camp, mas não quer pagar novamente por outra cópia. Independente de qual o caso, você pode usar sua licença em outra máquina seguindo o passo a passo abaixo. Requisitos para transferência de licença do Windows 10 Embora a transferência de uma licença para uma nova máquina é um processo bem simples de ser feito, você poderá fazer isso várias vezes apenas se você comprou uma cópia comercial do Windows 10. O mesmo acontece se você atualizou uma cópia de varejo do Windows 8 ou Windows 7 para o Windows 10. Em geral, você pode transferir uma licença quantas vezes precisar. Mas, quando o número de vezes que você já transferiu a chave de produto forem muitas, pode acontecer um erro de ativação. Se isso acontecer, você precisará entrar em contato com a Microsoft para explicar a situação e ativá-la totalmente. Para quem comprou um computador com o Windows 10 pré-instalado, não é possível trasferir a chave do sistema operacional. Isso porque a licença OEM (Original Equipment Manufacturer) é como se fosse um brinde da Microsoft, e o cliente não pagou por ela. O mesmo acontecerá se você atualizou um dispositivo que veio com o Windows 8 ou o Windows 7 pré-instalado de fábrica, porque também são licenças OEM, e após a atualização para o Windows 10, a máquina herdará os direitos do OEM. Se você tiver uma licença OEM, precisará comprar um dispositivo que venha com o Windows 10 pré-instalado ou adquirir uma cópia comercial do Windows 10. Como transferir uma chave de produto do Windows 10 para um novo PC Se você tem um computador com uma versão comercial do Windows 10, poderá transferir a chave do produto para um novo computador usando essas etapas. Desinstalando a licença usando o prompt de comando Para desinstalar a chave do produto de um dispositivo, use estas etapas: 1. Abra o Iniciar e procure o Prompt de Comando, clique com o botão direito do mouse no resultado principal e selecione Executar como administrador. 2. No Prompt de Comando, digite o seguinte comando para desinstalar a chave do produto e pressione Enter slmgr/upk Dica rápida: se você não vir a mensagem "Chave de produto desinstalada com sucesso", tente executar o comando várias vezes até ver a mensagem. Depois de concluir as etapas, você pode usar com segurança a chave do produto no novo computador. Entretanto, esse método não removerá o link entre sua cópia do Windows 10 e seu dispositivo. Esse processo apenas impedirá que o mecanismo de ativação detecte que a mesma chave do produto está em uso em mais de um computador. Se você estiver mudando para um novo computador porque seu outro dispositivo não funciona mais, não será necessário usar as etapas descritas acima. Instalando a chave do produto Windows 10 usando o Prompt de Comando No novo dispositivo com Windows 10 sem licença, use estas etapas abaixo para instalar a nova chave de produto: 1. Abra o menu iniciar, procure o Prompt de Comando, clique com o botão direito do mouse no resultado principal e selecione Executar como administrador; 2. Digite o seguinte comando para instalar a chave do produto no novo dispositivo e pressione Enter; slmgr/ipkxxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx 3. No comando, certifique-se de alterar "xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx-xxxxx" com a chave do produto que você deseja ativar o Windows 10. Digite o seguinte comando para verificar a ativação e pressione Enter : slmgr/dlv 4. Se em "Status da licença", o status for "Licenciado", o Windows 10 será totalmente ativado. Processo de ativação manual Se a mensagem não for "Licenciada", ela não será ativada corretamente e você precisará entrar em contato com o suporte da Microsoft para ativar as seguintes etapas: 1. Abra o menu iniciar, procure o Prompt de Comando, clique com o botão direito do mouse no resultado principal e selecione Executar como administrador; 2. Digite o seguinte comando para reativar a cópia do Windows 10 e pressione Enter; Atenção: Não temos mais como inseris as telas de exemplo no tutorial, pois não removemos a chave de ativação do Windows 10. 3. No assistente de ativação, selecione sa região. 4. Clique no botão Next . 5. Usando o número gratuito, ligue para a linha de suporte da Microsoft e forneça o número de identificação da instalação . 6. Clique no botão Inserir ID de confirmação . 7. Digite o ID de confirmação fornecido pelo agente de suporte da Microsoft para ativar sua cópia novamente. 8. Clique no botão Ativar o Windows conforme indicado na tela. 9. Depois de concluir as etapas, o Windows 10 deve ser ativado no novo computador. 10. Ao transferir uma chave de produto para um novo dispositivo, lembre-se de que você só pode ativar a mesma edição do Windows 10. Fonte: OficinaNet.
  3. Windows 10 contém muitos recursos ocultos e um deles é o famoso Modo Deus (God Mode). Este é um conjunto de muitas ferramentas e configurações avançadas que normalmente são difíceis de encontrar. Você pode ativaro Modo Deus com muita facilidade. Neste artigo, vou mostrar a você como fazer isso. Se você está cansado de procurar nas Configurações e Painel de Controle suas configurações perdidas, existe uma maneira de acessar todas as configurações e controles em um só lugar: E se chama God Mode, ou Modo Deus em Português. O que é o Modo Deus do Windows? Caso você não esteja familiarizado com o termo Modo Deus nos sistemas operacionais Windows, saiba que na verdade ele não é um modo em si, mas uma pasta especial que contém todos os ajustes, configurações e opções do Windows em um só lugar. Assim, você não precisa pesquisar no Painel de Controle ou nas Configurações para acessar as ferramentas do sistema operacional. O GodMode existe desde o Windows 7, e segue vivo no Windows 10. É uma pasta dedicada que coloca todas as configurações em um só lugar, onde você pode fazer tudo, desde a adição de diferentes fusos horários até a desfragmentação de unidades. Tudo por lá pode ser feito num piscar de olhos. Como faço para ativar o Modo Deus? Para ativar o GodMode, a conta de usuário que você está usando deve ser uma conta de administrador. Veja o que você precisa fazer para ativar o Modo de Deus no seu Windows 10: Passo 1. Clique com o botão direito do mouse sobre o menu iniciar e escolha a opção "explorador de arquivos"; Menu Iniciar > Explorador de Arquivos Passo 2. Agora acesse a guia Exibir e marque a caixa extensões de nome de arquivo; Exibir > extensões de nome de arquivo Passo 3. Agora vá para a área de trabalho, clique com o botão direito do mouse em qualquer lugar e escolha a opção Novo> Pasta; Passo 4. Renomeie a “Nova Pasta” para: GodMode.{ED7BA470-8E54-465E-825C-99712043E01C} Nota: Certifique-se de copiar toda a linha acima, incluindo GodMode, e os caracteres entre os colchetes. O ícone da pasta mudará para um ícone do painel de controle. Clique duas vezes no novo ícone para ver seu painel de configurações universais. As configurações são organizadas em vários títulos, de Ferramentas Administrativas ao Firewall do Windows. A pasta GodMode agora será colocada na sua Área de trabalho, e você terá acesso a centenas de configurações avançadas e básicas do Windows, como ajustar a exibição, gerenciar a conta do usuário, acessar as informações do sistema, etc. Você pode navegar facilmente por várias opções, porque tudo é organizado pela categoria. Pasta God Mode Você não precisa nomear a pasta GodMode, o que é importante quando renomear esta pasta é o código dentro dos colchetes, então por exemplo, você pode nomear sua pasta AllSettings. {ED7BA470-8E54-465E-825C-99712043E01C}, e será nomeado AllSettings. O God Mode foi introduzido em versões anteriores do Windows, portanto, executar esse truque no Windows 8 ou no Windows 7 também colocará a pasta GodMode em sua área de trabalho. Vale ressaltar que muitos especialistas em segurança alertaram que o Modo Deus pode ser um alvo atraente para os hackers. Enquanto o God Mode é uma ferramenta muito útil para usuários avançados, ele também pode ser explorado por hackers. Mais especificamente, eles podem infiltrar arquivos maliciosos na pasta e assumir o controle do seu PC. Fonte: OficinaNet.
  4. Como desativar o DVR de Jogos (App Xbox) no Windows 10 O Windows 10 veio com diversas ferramentas voltadas para a área de jogos. Uma dessas ferramentas é o aplicativo Xbox, que permite que o usuário conecte-se a sua conta Xbox Live e possa usar suas principais funcionalidades – enviar mensagens a amigos, tirar e compartilhar screenshots, procurar por jogos e conectar-se com o Xbox One, entre outros. O aplicativo Xbox também permite ao usuário capturar a tela por meio de uma ferramenta chamada DVR de Jogos. Essa função é útil para quem deseja gravar pequenas gameplays, no entanto ela pode causar travamentos – os famosos “lags” – em alguns jogos, podendo tornar a experiência do jogador bem desagradável. Para resolver esse problema, é possível desativar a função DVR de Jogos, que é o que iremos conferir neste tutorial. Veja a seguir: Passo 1: No menu Iniciar, clique em Todos os aplicativos, depois desça a lista até encontrar o aplicativo Xbox. Clique nele. Passo 2: Caso essa for sua primeira vez com o Xbox, você deverá logar com sua conta Xbox Live – se você já logou com sua conta, prossiga para o próximo passo. Depois de logar com a sua conta, a interface principal do aplicativo irá abrir. Passo 3: No aplicativo Xbox, clique em Configurações (o último ícone da barra na esquerda). A seguir, clique em DVR de Jogos. Desmarque a opção Capturar a tela usando DVR de Jogos. Pronto. Com o DVR de Jogos desativado, você deverá sentir uma melhoria no desempenho dos seus jogos. Autor 403 - Forbiddeen Categoria Sistemas Operacionais Enviado 25-01-2019 13:00  
  5. Como mudar ou Inserir o DNS no Windows 10 Ganhe mais velocidade e estabilidade inserindo um DNS em sua conexão. Aconselho que veja essa lista com os melhores DNS para se usar em 2019. No tutorial iremos usar o DNS do Google. Abra o menu iniciar e clique em Configurações, representado pelo símbolo de engrenagem; Entre em Rede e Internet; Clique na aba de Wi-Fi (mesmo se você estiver no cabo); Role a página até o fim e clique em Alterar opções de adaptador; Na sua conexão (a minha é Porto Real), cl Autor 403 - Forbiddeen Categoria Sistemas Operacionais Enviado 28-02-2019 14:26  
  6. Como ativar o Modo de Jogo do Windows 10 A atualização Fall Creators Update, do Windows 10, trouxe o Modo de Jogo, uma função que prioriza a execução de jogos no computador. Além de melhorar a performance também possui recursos úteis para quem joga, como captura e gravação de telas, transmissões ao vivo e uma barra com atalhos. Veja como ativar o Modo de Jogo no Windows 10: Passo 1. Aperte o atalho "Windows + I" no teclado; Passo 2. Clique em "Jogos"; Acesse o menu Jogos nas Configurações do Windows — Foto: Reprodução/Tais Carvalho Passo 3. Em "Modo de Jogo" marque a caixa "Ativado". Autor 403 - Forbiddeen Categoria Sistemas Operacionais Enviado 24-02-2019 12:48  
  7. Como descobrir se seu Windows é 32 ou 64 Bits Se você está na dúvida da hora de instalar um SOFTWARE e não sabe se o seu WINDOWS é 32 ou 64 bits, vou ensina-lo a descobrir de forma fácil. 1. Vá em MEU COMPUTADOR, botão direito do mouse e clique em PROPRIEDADES. Também funciona com atalho WINDOWS + PAUSE BREAK. 2. Em TIPO DE SISTEMA vai mostrar a informação. Na imagem abaixo diz que o meu é 64 Bits. Simples né? Autor 403 - Forbiddeen Categoria Sistemas Operacionais Enviado 07-02-2019 10:51  
  8. Como escolher os aplicativos padrão do Windows 10 O que isso significa? Sempre que você for reproduzir uma música, por exemplo, o novo aplicativo de música irá reproduzir a música, ao invés do antigo. No entanto, os velhos aplicativos – como o Windows Media Player, por exemplo – ainda estão presentes no sistema operacional. E, caso o usuário deseje, é possível definir esses aplicativos como os aplicativos padrão do Windows, por meio de uma simples opção nas configurações do sistema. Neste tutorial, ensinaremos como escolher os aplicativos padrão do Windows 10. Veja a seguir: Passo 1: no menu Iniciar, clique em Configurações. Passo 2: No aplicativo Configurações, clique em Sistema. Passo 3: Em Sistema, clique em Aplicativos Padrão. Agora, serão exibidos os aplicativos padrão para as funções de calendário, e-mail, mapas, player de Música, player de vídeo, visualizador de foto e o navegador. Passo 4: Para alterar um aplicativo padrão, basta clicar nele. Se você deseja alterar o player de música padrão, por exemplo, basta clicar no aplicativo que faz esta função – o Groove Música, neste caso. Uma lista contendo todos os players de música detectados pelo Windows aparecerá. Escolha o aplicativo de sua preferência e ele se tornará o aplicativo padrão imediatamente. Pronto. Os aplicativos que você escolher serão os novos aplicativos padrão do sistema. Caso o tipo de aplicativo que você deseja mudar não estiver presente, basta clicar em Definir padrões por aplicativo, no final da tela. A antiga tela de definir programas padrão ira aparecer. Autor 403 - Forbiddeen Categoria Sistemas Operacionais Enviado 25-01-2019 13:02  
  9. O Windows 10 veio com diversas ferramentas voltadas para a área de jogos. Uma dessas ferramentas é o aplicativo Xbox, que permite que o usuário conecte-se a sua conta Xbox Live e possa usar suas principais funcionalidades – enviar mensagens a amigos, tirar e compartilhar screenshots, procurar por jogos e conectar-se com o Xbox One, entre outros. O aplicativo Xbox também permite ao usuário capturar a tela por meio de uma ferramenta chamada DVR de Jogos. Essa função é útil para quem deseja gravar pequenas gameplays, no entanto ela pode causar travamentos – os famosos “lags” – em alguns jogos, podendo tornar a experiência do jogador bem desagradável. Para resolver esse problema, é possível desativar a função DVR de Jogos, que é o que iremos conferir neste tutorial. Veja a seguir: Passo 1: No menu Iniciar, clique em Todos os aplicativos, depois desça a lista até encontrar o aplicativo Xbox. Clique nele. Passo 2: Caso essa for sua primeira vez com o Xbox, você deverá logar com sua conta Xbox Live – se você já logou com sua conta, prossiga para o próximo passo. Depois de logar com a sua conta, a interface principal do aplicativo irá abrir. Passo 3: No aplicativo Xbox, clique em Configurações (o último ícone da barra na esquerda). A seguir, clique em DVR de Jogos. Desmarque a opção Capturar a tela usando DVR de Jogos. Pronto. Com o DVR de Jogos desativado, você deverá sentir uma melhoria no desempenho dos seus jogos.
  10. Mas o que seria uma partição? Para quem não sabe, partição (chamada também de volume) é uma área no disco rígido que pode ser formatada com um sistema de arquivos (ex.: FAT, FAT32, NTFS) e é identificada por uma letra do alfabeto. Quando o Windows é instalado, geralmente a letra da partição é C, como podemos ver na imagem abaixo. Criar uma nova partição gera algumas vantagens para o usuário, como por exemplo: Backup: Você pode guardar seus arquivos importantes na nova partição. Caso aconteça algo com a sua partição principal, você poderá recuperar os seus arquivos por meio da nova partição. Dual boot: Você pode instalar outro sistema operacional na nova partição, e assim utilizar dois sistemas operacionais. A seguir, iremos mostrar como criar uma partição no Windows 10. Confira: Passo 1: Na barra de pesquisa do Windows, digite “Partições”. A opção Criar e formatar partições do disco rígido aparecerá. Clique nela. O Gerenciamento de disco irá abrir. Passo 2: As partições dos dispositivos de armazenamento (HD, pendrive, etc.) conectados no computador serão exibidas. Antes de criar a nova partição, será necessário diminuir o espaço de uma partição – caso aparecer algo na janela relacionado á “Não alocado”, prossiga para o Passo 4. Clique com o botão direito em uma das partições (de preferencia a com maior espaço) e clique em Diminuir volume. Aguarde até que uma nova janela apareça. Passo 3: Digite um espaço a diminuir em MB (megabytes) e clique em Diminuir, como na imagem abaixo. A partição que você escolheu no último passo terá o espaço subtraído pelo espaço digitado. Além disso, um espaço chamado “Não alocado” irá aparecer. Passo 4: Clique com o botão direito em Não alocado, depois clique em Novo Volume Simples. Um assistente aparecerá. Passo 5: Na tela inicial do assistente, clique em Avançar. Na tela seguinte, digite o tamanho em MB (megabytes) do novo volume, depois clique em Avançar novamente. Passo 6: Nesta tela, escolha uma letra de unidade de sua preferência e clique em Avançar. Passo 7: Nesta tela, marque a opção Formatar este volume com as seguintes configurações e defina as seguintes opções: Sistema de arquivos: escolha entre FAT32 e NTFS; Tamanho da unidade de alocação: deixe em Padrão; Rótulo do volume: escolha um nome para o volume (ex: Minha Partição). Depois de definir as configurações clique em Avançar. Pronto. A última tela do assistente irá mostrar que o novo volume foi criado com sucesso. Clique em Concluir e aguarde alguns instantes. Sua nova partição estará criada e pronta para uso.
  11. Como criar uma partição no Windows 10 Mas o que seria uma partição? Para quem não sabe, partição (chamada também de volume) é uma área no disco rígido que pode ser formatada com um sistema de arquivos (ex.: FAT, FAT32, NTFS) e é identificada por uma letra do alfabeto. Quando o Windows é instalado, geralmente a letra da partição é C, como podemos ver na imagem abaixo. Criar uma nova partição gera algumas vantagens para o usuário, como por exemplo: Backup: Você pode guardar seus arquivos importantes na nova partição. Caso aconteça algo com a sua partição principal, você poderá recuperar os seus arquivos por meio da nova partição. Dual boot: Você pode instalar outro sistema operacional na nova partição, e assim utilizar dois sistemas operacionais. A seguir, iremos mostrar como criar uma partição no Windows 10. Confira: Passo 1: Na barra de pesquisa do Windows, digite “Partições”. A opção Criar e formatar partições do disco rígido aparecerá. Clique nela. O Gerenciamento de disco irá abrir. Passo 2: As partições dos dispositivos de armazenamento (HD, pendrive, etc.) conectados no computador serão exibidas. Antes de criar a nova partição, será necessário diminuir o espaço de uma partição – caso aparecer algo na janela relacionado á “Não alocado”, prossiga para o Passo 4. Clique com o botão direito em uma das partições (de preferencia a com maior espaço) e clique em Diminuir volume. Aguarde até que uma nova janela apareça. Passo 3: Digite um espaço a diminuir em MB (megabytes) e clique em Diminuir, como na imagem abaixo. A partição que você escolheu no último passo terá o espaço subtraído pelo espaço digitado. Além disso, um espaço chamado “Não alocado” irá aparecer. Passo 4: Clique com o botão direito em Não alocado, depois clique em Novo Volume Simples. Um assistente aparecerá. Passo 5: Na tela inicial do assistente, clique em Avançar. Na tela seguinte, digite o tamanho em MB (megabytes) do novo volume, depois clique em Avançar novamente. Passo 6: Nesta tela, escolha uma letra de unidade de sua preferência e clique em Avançar. Passo 7: Nesta tela, marque a opção Formatar este volume com as seguintes configurações e defina as seguintes opções: Sistema de arquivos: escolha entre FAT32 e NTFS; Tamanho da unidade de alocação: deixe em Padrão; Rótulo do volume: escolha um nome para o volume (ex: Minha Partição). Depois de definir as configurações clique em Avançar. Pronto. A última tela do assistente irá mostrar que o novo volume foi criado com sucesso. Clique em Concluir e aguarde alguns instantes. Sua nova partição estará criada e pronta para uso. Autor 403 - Forbiddeen Categoria Sistemas Operacionais Enviado 25-01-2019 12:59  
  12. Para podermos acessar os arquivos do disco rígido no Windows, utilizamos o Explorador de Arquivos. O aplicativo, no entanto, não mostra todos os arquivos presentes no disco rígido, isso porque alguns arquivos e pastas ficam ocultos por motivos de segurança – itens que, se excluídos, poderiam fazer o Windows parar de funcionar, por exemplo. Neste tutorial, ensinaremos como ocultar ou desocultar arquivos e pastas no Windows 10. Veja a seguir: Nota: Os usuários que sabem ocultar e desocultar arquivos e pastas no Windows 8 não precisam acompanhar o tutorial, pois o procedimento no Windows 10 é exatamente igual. Como desocultar arquivos e pastas: Abra o Explorador de Arquivos. Abra a pasta que contém os arquivos e/ou pastas ocultas. Clique na guia Exibir e marque a opção Itens ocultos. Todos os arquivos e pastas ocultas aparecerão. Note que os arquivos e pastas ocultos aparecem realçados. Selecione os arquivos e/ou pastas que você deseja desocultar e clique no botão Ocultar itens selecionados. Os arquivos e/ou pastas selecionados serão desocultados e passarão a ser exibidos normalmente. Como ocultar arquivos e pastas: Para ocultar arquivos e pastas, basta apenas fazer o contrário. Selecione os arquivos e/ou pastas que você deseja ocultar e clique no botão Ocultar itens selecionados. Depois, basta desmarcar a opção Itens ocultos. Os arquivos e/ou pastas ocultados não serão mais exibidos no Explorador de Arquivos.
  13. Como ocultar ou desocultar arquivos e pastas no Windows 10 Para podermos acessar os arquivos do disco rígido no Windows, utilizamos o Explorador de Arquivos. O aplicativo, no entanto, não mostra todos os arquivos presentes no disco rígido, isso porque alguns arquivos e pastas ficam ocultos por motivos de segurança – itens que, se excluídos, poderiam fazer o Windows parar de funcionar, por exemplo. Neste tutorial, ensinaremos como ocultar ou desocultar arquivos e pastas no Windows 10. Veja a seguir: Nota: Os usuários que sabem ocultar e desocultar arquivos e pastas no Windows 8 não precisam acompanhar o tutorial, pois o procedimento no Windows 10 é exatamente igual. Como desocultar arquivos e pastas: Abra o Explorador de Arquivos. Abra a pasta que contém os arquivos e/ou pastas ocultas. Clique na guia Exibir e marque a opção Itens ocultos. Todos os arquivos e pastas ocultas aparecerão. Note que os arquivos e pastas ocultos aparecem realçados. Selecione os arquivos e/ou pastas que você deseja desocultar e clique no botão Ocultar itens selecionados. Os arquivos e/ou pastas selecionados serão desocultados e passarão a ser exibidos normalmente. Como ocultar arquivos e pastas: Para ocultar arquivos e pastas, basta apenas fazer o contrário. Selecione os arquivos e/ou pastas que você deseja ocultar e clique no botão Ocultar itens selecionados. Depois, basta desmarcar a opção Itens ocultos. Os arquivos e/ou pastas ocultados não serão mais exibidos no Explorador de Arquivos. Autor 403 - Forbiddeen Categoria Sistemas Operacionais Enviado 25-01-2019 12:58  
  14. Personalizando a aparência do Windows 10 O Windows 10 também trouxe consigo várias opções de personalização, onde é possível alterar diversas coisas, como a cor da janelas, transparência, temas e planos de fundo. Neste tutorial, ensinaremos como personalizar a aparência do Windows 10 a seu gosto. Confira a seguir: Clique com o botão direito na Área de Trabalho e clique em Personalizar. A tela de personalização irá abrir. Na tela de personalização, você encontrará as seguintes opções: Tela de fundo, Cores, Tela de bloqueio, Temas e Iniciar. Tela de fundo: Permite que você escolha o plano de fundo da Área de Trabalho. Aqui, você pode escolher uma imagem do seu computador como plano de fundo, ou deixar uma cor sólida (ex.: um plano de fundo todo vermelho). Também é possível criar uma apresentação de slides com os seus álbuns de imagens, configurando o intervalo entre cada imagem. Você também pode configurar o ajuste do plano de fundo, escolhendo se a imagem deve preencher toda a área de trabalho, ser centralizada, ficar lado a lado ou estender, entre outras opções. Cores: Permite escolher a cor da barra de tarefas, das janelas e do menu Iniciar. Você pode definir para que o Windows escolha uma cor automaticamente, ou pode escolher uma cor de sua preferência. Em Cores, há opções para definir se a cor desejada deve aparecer no menu Iniciar, na barra de tarefas e na Central de Ações. Você também pode escolher se deseja deixar o menu Iniciar, a barra de tarefas e a Central de Ações transparentes, além de ser possível definir cores de alto contraste. Tela de bloqueio: Permite escolher um plano de fundo para a tela de bloqueio. O usuário pode escolher entre uma imagem ou apresentação de slides, sendo essa apresentação personalizável. Em Tela de bloqueio, também é possível escolher quais aplicativos podem ter o status mostrado na tela de bloqueio. Além disso, é possível definir as configurações de desligamento de tela e suspensão do computador, bem como as opções de proteção de tela. Temas: Esta opção é praticamente um atalho para a velha janela de personalização de temas (combinações de planos de fundo, sons e cores de janelas) – presente nos Windows anteriores. Ao clicar na opção Configurações de tema, a janela de temas é aberta, onde o usuário pode escolher ou criar um tema de sua preferência (confira o tutorial: Como criar temas no Windows). Em temas, também é possível acessar as configurações de som, de ícones da Área de Trabalho e do ponteiro do mouse. Iniciar: Na última opção de Personalização, é possível definir as configurações do menu Iniciar. O usuário pode escolher se o menu Iniciar exibe ou não os aplicativos mais usados e os adicionados recentemente, e se o menu Iniciar deve ser usado em tela inteira – como no Windows 8. Também é possível definir se o Windows deve exibir itens abertos recentemente nas Listas de Atalhono menu Iniciar ou na barra de tarefas. Por fim, a tela Iniciar permite escolher quais pastas devem ser exibidas no menu Iniciar. Essas são as opções de personalização do Windows 10. Vale lembrar que você também pode personalizar o seu Windows 10 baixando temas, além de contar com aplicativos de personalização na loja do Windows, a Windows Store. Autor 403 - Forbiddeen Categoria Sistemas Operacionais Enviado 25-01-2019 12:57  
  15. Como alterar a memória virtual no Windows 10 Mas o que acontece quando a memória RAM não consegue armazenar todos os dados e informações sozinhas? Para resolver esse problema, o Windows pega uma pequena porção de espaço do disco rígido, e utiliza essa pequena porção como uma memória virtual, a fim de ajudar a memória RAM a armazenar informações e itens. Mas o que seria exatamente essa memória virtual? A memória virtual, também chamada de arquivo de paginação (pagefile), é um arquivo criado pelo Windows que, como o próprio nome sugere, funciona como uma memória adicional. A memória virtual armazena os itens e as informações que a memória RAM não consegue armazenar sozinha, e sua principal função é aumentar a quantidade de memória disponível para armazenar dados temporários utilizados pelos processos em execução. O tamanho da memória virtual pode variar em cada computador – 2 GB, 4 GB, 6 GB, etc. – dependendo de quanta memória RAM o computador possui. O Windows permite que esse tamanho possa ser alterado, assim o usuário pode tanto aumentar quanto diminuir a memória virtual. Neste tutorial, ensinaremos como alterar a memória virtual no Windows 10. Confira: Aumentando a memória virtual no Windows 10: Passo 1: Clique com o botão direito no menu Iniciar e selecione a opção Sistema. Passo 2: Clique em Configurações avançadas do sistema, no menu esquerdo. Uma janela abrirá. Clique na guia Avançado, depois clique no primeiro botão de Configurações, no menu Desempenho. Passo 3: Clique na guia Avançado. Depois, clique em Alterar. Passo 4: Desmarque a caixa Gerenciar automaticamente o tamanho do arquivo de paginação. A seguir, você poderá selecionar entre as 3 seguintes opções: Definir um tamanho personalizado: Marcando a opção Tamanho personalizado, você poderá definir o quanto de memória virtual você deseja ter. Coloque o tamanho inicial e o tamanho máximo da memória virtual em suas respectivas caixas – o tamanho deverá ser colocado em MB. 1 GB = 1000 MB. No exemplo abaixo, a memória virtual será de 6 GB a 8 GB. Tamanho gerenciado pelo sistema: o Windows irá definir automaticamente o tamanho do arquivo de paginação. Sem arquivo de paginação: O Windows desativa a memória virtual – fazer isso libera no hd o espaço utilizado pela mesma. Marque essa opção somente se o seu computador possuir bastante memória, como 8 GB ou mais, do contrário seu computador poderá sofrer travamentos por causa da falta de memória. Passo 5: Depois de selecionar a opção desejada, clique em Definir e em OK. Reinicie o computador para que as alterações sejam concluídas. Pronto. A memória virtual deverá ter sido alterada de acordo com o que você definiu. Para verificar se a memória virtual realmente foi alterada: Para verificar se as mudanças realmente foram feitas, volte a janela da memória virtual (passo 4) e verifique o que diz em Atualmente alocado. Se você escolheu a opção Tamanho personalizado, aparecerá a quantidade de memória virtual que você definiu. Se você escolheu a opção Sem arquivo de paginação, deverá aparecer 0 MB. Autor 403 - Forbiddeen Categoria Sistemas Operacionais Enviado 25-01-2019 12:56  
  16. Como alterar o nome do computador no Windows 10 Se você não sabe qual o nome do seu computador, ou sabe e deseja alterar o nome, saiba que há uma maneira muito simples de fazer isso. Neste tutorial, ensinaremos como alterar o nome do computador no Windows 10. Veja a seguir: Passo 1: Abra o menu Iniciar e clique na opção Configurações. Passo 2: Na janela de Configurações, clique no botão Sistema. Passo 3: Clique em Sobre, no final do menu esquerdo. Depois, clique no botão Renomear o computador. Passo 4: Digite um nome para o seu computador, depois clique em Avançar. Reinicie o computador para que o nome seja alterado. Pronto! Agora o seu computador será identificado na rede com o nome que você escolheu. Autor 403 - Forbiddeen Categoria Sistemas Operacionais Enviado 25-01-2019 12:55  
  17. A hibernação presente em alguns sistemas operacionais como o Windows, tem como principal função diminuir o tempo de inicialização do sistema, fazendo com o que o computador não seja desligado por completo. Apesar de ser útil, a função começou a ser esquecida com a popularização dos SSDs e fica até um pouco escondida no Windows 10. Por sua vez, mesmo estando escondida, a função vem ativa por padrão no sistema da Microsoft e precisa de um espaço considerável em disco para que ela possa funcionar. A seguir, veja como remover o arquivo de hibernação do Windows para ganhar espaço em disco. Importante Caso você utilize o modo de hibernação do Windows, não é recomendado seguir este tutorial, pois ao ter o arquivo de hibernação apagado, a função também acabará desabilitada do sistema, apesar do processo ser reversível conforme é explicado mais abaixo. Além disto, lembre-se que a hibernação pode ser um recurso útil para máquina mais antigas e que não possuem um disco SSD. O Olhar Digital já explicou como fazer o uso desta função nesta matéria. Verificando o espaço ocupado em disco Antes de prosseguir para eliminar diretamente o arquivo de hibernação, pode ser que você queira saber o espaço que está sendo ocupado em disco por ele. Para fazer esta verificação, basta seguir esses passos: Aperte junto as teclas “Win + I” para abrir a tela de “Configurações” do Windows 10 e entre em “Sistema”; Entre em “Armazenamento” e clique na unidade de disco em que o Windows está instalado; Clique em “Sistema e reservado”; Em “Arquivo de hibernação”, você verá o espaço tomado em disco por conta deste recurso do sistema. Em nosso caso, como pôde ser visto acima, o arquivo de hibernação tomar mais de 1GB de espaço, entretanto, este valor varia de acordo com a sua utilização do sistema. Eliminando o arquivo de hibernação Como você deve ter notado, nesta última janela que apareceu, o Windows não fornece nenhuma opção para remover o arquivo ou desabilitar o recurso. Para isto, é necessário entrar com um comando no sistema, que pode ser feito de forma bem simples. Veja: Abra o “Menu Iniciar” e procure por “Powershell”. Clique com o botão direito do mouse sobre ele e execute-o como administrador; Entre com o comando: powercfg -h off; Reinicie o computador. Após ter realizado o comando acima e reiniciar o computador, você pode repetir as etapas de verificar o espaço ocupado em disco para se certificar de que o arquivo de hibernação foi apagado. Caso queira reativar função de hibernação, basta abrir novamente o Powershell como administrador e entrar com o comando “powercfg -h on”. Fonte: OlharDigital.
  18. Como apagar o arquivo de hibernação do Windows 10 para ganhar espaço em disco A hibernação presente em alguns sistemas operacionais como o Windows, tem como principal função diminuir o tempo de inicialização do sistema, fazendo com o que o computador não seja desligado por completo. Apesar de ser útil, a função começou a ser esquecida com a popularização dos SSDs e fica até um pouco escondida no Windows 10. Por sua vez, mesmo estando escondida, a função vem ativa por padrão no sistema da Microsoft e precisa de um espaço considerável em disco para que ela possa funcionar. A seguir, veja como remover o arquivo de hibernação do Windows para ganhar espaço em disco. Importante Caso você utilize o modo de hibernação do Windows, não é recomendado seguir este tutorial, pois ao ter o arquivo de hibernação apagado, a função também acabará desabilitada do sistema, apesar do processo ser reversível conforme é explicado mais abaixo. Além disto, lembre-se que a hibernação pode ser um recurso útil para máquina mais antigas e que não possuem um disco SSD. O Olhar Digital já explicou como fazer o uso desta função nesta matéria. Verificando o espaço ocupado em disco Antes de prosseguir para eliminar diretamente o arquivo de hibernação, pode ser que você queira saber o espaço que está sendo ocupado em disco por ele. Para fazer esta verificação, basta seguir esses passos: Aperte junto as teclas “Win + I” para abrir a tela de “Configurações” do Windows 10 e entre em “Sistema”; Entre em “Armazenamento” e clique na unidade de disco em que o Windows está instalado; Clique em “Sistema e reservado”; Em “Arquivo de hibernação”, você verá o espaço tomado em disco por conta deste recurso do sistema. Em nosso caso, como pôde ser visto acima, o arquivo de hibernação tomar mais de 1GB de espaço, entretanto, este valor varia de acordo com a sua utilização do sistema. Eliminando o arquivo de hibernação Como você deve ter notado, nesta última janela que apareceu, o Windows não fornece nenhuma opção para remover o arquivo ou desabilitar o recurso. Para isto, é necessário entrar com um comando no sistema, que pode ser feito de forma bem simples. Veja: Abra o “Menu Iniciar” e procure por “Powershell”. Clique com o botão direito do mouse sobre ele e execute-o como administrador; Entre com o comando: powercfg -h off; Reinicie o computador. Após ter realizado o comando acima e reiniciar o computador, você pode repetir as etapas de verificar o espaço ocupado em disco para se certificar de que o arquivo de hibernação foi apagado. Caso queira reativar função de hibernação, basta abrir novamente o Powershell como administrador e entrar com o comando “powercfg -h on”. Fonte: OlharDigital. Autor Chakal Categoria Sistemas Operacionais Enviado 08-01-2019 00:05  
  19. O alto consumo da CPU pela tarefa 'Windows Modules Installer Worker' é um erro comum nas máquinas com Windows, especialmente em computadores que executam o Windows 10. Você encontrará esse erro quando a ferramenta de instalação de módulos do Windows não estiver sendo responsiva no gerenciador de tarefas, causando o alto uso da CPU e conseqüentemente, a lentidão do PC. Mas a boa notícia é que você pode corrigir esse erro facilmente. Explore métodos diferentes para resolver esse erro. Se um método não funcionar para você, tente outro. Nós testamos todos esses métodos. Eles são seguros e funcionam para 99% dos usuários com essa falha no PC. O que é o Windows Modules Installer Worker? O Windows Modules Installer Worker é uma ferramenta incorporada no sistema operacional Windows, e serve para verificar se há atualizações. Seu sistema operacional atualiza e corrige bugs usando essa ferramenta. Para fazer seu trabalho, o processo Windows Modules Installer Worker faz um alto uso do disco, sendo executado em segundo plano. Às vezes, pode deixar de responder ao verificar atualizações e corrigir bugs. Como resultado, seu sistema pode ficar muito lento ou completamente sem resposta. Se você está tendo esse problema do Windows Modules Installer Worker, nós vamos sugerir algumas soluções. Abaixo, você aprenderá a corrigir o problema e manter seu computador funcionando sem interrupções adicionais. Como corrigir o alto uso da CPU pelo Windows Modules Installer Worker? É fácil resolver esse erro comum desde que você siga as instruções abaixo. Método 1: Desativar as atualizações automáticas do Windows Como explicado anteriormente, o erro do Windows Modules Installer Worker geralmente ocorre quando você tem um problema com as atualizações automáticas do Windows. É mais comum entre os usuários do Windows 10, mas também pode acontecer com as versões do Windows 7 e 8. Um dos métodos mais fáceis de resolver o uso excessivo de CPU do Windows é deixar as atualizações no modo 'manual'. Com isso feito, o processo do Windows Update não é executado em segundo plano. Como resultado, ele não ficará sem resposta e não consumirá mais os recursos do sistema. Siga os passos abaixo para resolver este problema. Você aprenderá a desabilitar o Windows Modules Installer Worker. NOTA: Se este método não funcionar para você, use o método 2, onde ensinamos o TIWORKER.EXE. Passo 1 Pressione o botão do Windows + R no teclado. Agora digite 'services.msc' e clique em OK. Passo 2 Uma nova janela aparecerá. Agora, pesquise por "instalador do módulo do Windows" depois de clicar no ícone de pesquisa no canto superior direito da janela. Passo 3 Depois de ter encontrado o Instalador do Módulo do Windows, clique duas vezes nele. Você verá uma nova janela. Localize 'Tipo de Inicialização' (como visto na figura abaixo). Mude de "automático" para "manual". Clique em OK na parte inferior da janela. Passo 4 Agora volte para a janela services.msc. Procure por 'Windows Update' desta vez e defina-o como 'manual'. Basta clicar duas vezes e alterar o tipo de inicialização, como fez na etapa anterior. Passo 5 Agora pesquise na barra do Windows por 'Windows Update' e abra o serviço. Vá em "verificar se há atualização, mas deixe-me escolher se deseja fazer o download e instalá-los". Clique em OK e feche todas as janelas. Passo 6 Reinicie seu computador. Depois que o computador for reiniciado, você terá a atualização 'manual' ativada. Certifique-se de verificar manualmente o Windows para atualizações em intervalos regulares. Seu computador não atualizará mais automaticamente. A falta de atualizações importantes pode tornar o seu sistema operacional instável, e causar vários problemas de desempenho. Método 2: Corrigir o TIWORKER.EXE Às vezes, o gerenciador de tarefas indica alto uso da CPU, mesmo quando você altera as atualizações 'automáticas' para atualizações 'manuais'. Em tais casos, o problema é devido ao tiworker.exe. Este arquivo executável também está conectado ao Windows Update. Quando o tiworker.exe está causando alto uso da CPU, você pode simplesmente corrigi-lo seguindo as etapas abaixo. Passo 1 Os usuários do Windows 10 devem pressionar o botão Iniciar do Windows e procurar por "Verificar o status do computador e resolver problemas". Clique para ir para a página de solução de problemas dedicada. Para usuários em versões mais antigas do Windows, basta pesquisar em Solução de problemas no painel de controle. Passo 2 Na nova janela, clique em “Manutenção” e depois em "Iniciar Manutenção". Seu computador começará a detectar problemas no seu sistema. Levará um minuto ou mais. Uma vez feito, você deve reiniciar seu computador. Método 3: Executar uma inicialização limpa O último passo que você pode dar para resolver seu problema é executar uma inicialização limpa. Você estará fazendo isso através da ferramenta "MSConfig", encontrada m todas as versões do Windows. Esta ferramenta permite encontrar os arquivos indesejados e temporários em seu sistema. Ao excluí-los, você pode liberar uma certa quantidade de espaço. Além disso, liberará sua CPU de serviços e processos indesejados. Conseqüentemente, você experimentará um uso reduzido da CPU. Passo 1 Clique no botão Windows e digite msconfig.exe. Uma vez encontrado, abra-o. Depois de ver a janela do MSConfig, basta selecionar a inicialização normal. Pressione OK. Agora vá em frente e reinicie o computador seguindo as instruções na tela. Passo 2 Após a reinicialização, você não deve ver um alto uso da CPU. Você pode abrir quantos aplicativos quiser sem se preocupar com o fato de seu computador ficar terrivelmente lento. Estes são os métodos mais comuns para corrigir o problema do Windows Installer. Esperamos que um dos métodos tenha resolvido seus problemas. Caso contrário, atualize o hardware do seu sistema. Fonte: OficinaNet.
  20. Windows: Como resolver quando o processo 'Windows Modules Installer Worker' deixa o PC lento? O alto consumo da CPU pela tarefa 'Windows Modules Installer Worker' é um erro comum nas máquinas com Windows, especialmente em computadores que executam o Windows 10. Você encontrará esse erro quando a ferramenta de instalação de módulos do Windows não estiver sendo responsiva no gerenciador de tarefas, causando o alto uso da CPU e conseqüentemente, a lentidão do PC. Mas a boa notícia é que você pode corrigir esse erro facilmente. Explore métodos diferentes para resolver esse erro. Se um método não funcionar para você, tente outro. Nós testamos todos esses métodos. Eles são seguros e funcionam para 99% dos usuários com essa falha no PC. O que é o Windows Modules Installer Worker? O Windows Modules Installer Worker é uma ferramenta incorporada no sistema operacional Windows, e serve para verificar se há atualizações. Seu sistema operacional atualiza e corrige bugs usando essa ferramenta. Para fazer seu trabalho, o processo Windows Modules Installer Worker faz um alto uso do disco, sendo executado em segundo plano. Às vezes, pode deixar de responder ao verificar atualizações e corrigir bugs. Como resultado, seu sistema pode ficar muito lento ou completamente sem resposta. Se você está tendo esse problema do Windows Modules Installer Worker, nós vamos sugerir algumas soluções. Abaixo, você aprenderá a corrigir o problema e manter seu computador funcionando sem interrupções adicionais. Como corrigir o alto uso da CPU pelo Windows Modules Installer Worker? É fácil resolver esse erro comum desde que você siga as instruções abaixo. Método 1: Desativar as atualizações automáticas do Windows Como explicado anteriormente, o erro do Windows Modules Installer Worker geralmente ocorre quando você tem um problema com as atualizações automáticas do Windows. É mais comum entre os usuários do Windows 10, mas também pode acontecer com as versões do Windows 7 e 8. Um dos métodos mais fáceis de resolver o uso excessivo de CPU do Windows é deixar as atualizações no modo 'manual'. Com isso feito, o processo do Windows Update não é executado em segundo plano. Como resultado, ele não ficará sem resposta e não consumirá mais os recursos do sistema. Siga os passos abaixo para resolver este problema. Você aprenderá a desabilitar o Windows Modules Installer Worker. NOTA: Se este método não funcionar para você, use o método 2, onde ensinamos o TIWORKER.EXE. Passo 1 Pressione o botão do Windows + R no teclado. Agora digite 'services.msc' e clique em OK. Passo 2 Uma nova janela aparecerá. Agora, pesquise por "instalador do módulo do Windows" depois de clicar no ícone de pesquisa no canto superior direito da janela. Passo 3 Depois de ter encontrado o Instalador do Módulo do Windows, clique duas vezes nele. Você verá uma nova janela. Localize 'Tipo de Inicialização' (como visto na figura abaixo). Mude de "automático" para "manual". Clique em OK na parte inferior da janela. Passo 4 Agora volte para a janela services.msc. Procure por 'Windows Update' desta vez e defina-o como 'manual'. Basta clicar duas vezes e alterar o tipo de inicialização, como fez na etapa anterior. Passo 5 Agora pesquise na barra do Windows por 'Windows Update' e abra o serviço. Vá em "verificar se há atualização, mas deixe-me escolher se deseja fazer o download e instalá-los". Clique em OK e feche todas as janelas. Passo 6 Reinicie seu computador. Depois que o computador for reiniciado, você terá a atualização 'manual' ativada. Certifique-se de verificar manualmente o Windows para atualizações em intervalos regulares. Seu computador não atualizará mais automaticamente. A falta de atualizações importantes pode tornar o seu sistema operacional instável, e causar vários problemas de desempenho. Método 2: Corrigir o TIWORKER.EXE Às vezes, o gerenciador de tarefas indica alto uso da CPU, mesmo quando você altera as atualizações 'automáticas' para atualizações 'manuais'. Em tais casos, o problema é devido ao tiworker.exe. Este arquivo executável também está conectado ao Windows Update. Quando o tiworker.exe está causando alto uso da CPU, você pode simplesmente corrigi-lo seguindo as etapas abaixo. Passo 1 Os usuários do Windows 10 devem pressionar o botão Iniciar do Windows e procurar por "Verificar o status do computador e resolver problemas". Clique para ir para a página de solução de problemas dedicada. Para usuários em versões mais antigas do Windows, basta pesquisar em Solução de problemas no painel de controle. Passo 2 Na nova janela, clique em “Manutenção” e depois em "Iniciar Manutenção". Seu computador começará a detectar problemas no seu sistema. Levará um minuto ou mais. Uma vez feito, você deve reiniciar seu computador. Método 3: Executar uma inicialização limpa O último passo que você pode dar para resolver seu problema é executar uma inicialização limpa. Você estará fazendo isso através da ferramenta "MSConfig", encontrada m todas as versões do Windows. Esta ferramenta permite encontrar os arquivos indesejados e temporários em seu sistema. Ao excluí-los, você pode liberar uma certa quantidade de espaço. Além disso, liberará sua CPU de serviços e processos indesejados. Conseqüentemente, você experimentará um uso reduzido da CPU. Passo 1 Clique no botão Windows e digite msconfig.exe. Uma vez encontrado, abra-o. Depois de ver a janela do MSConfig, basta selecionar a inicialização normal. Pressione OK. Agora vá em frente e reinicie o computador seguindo as instruções na tela. Passo 2 Após a reinicialização, você não deve ver um alto uso da CPU. Você pode abrir quantos aplicativos quiser sem se preocupar com o fato de seu computador ficar terrivelmente lento. Estes são os métodos mais comuns para corrigir o problema do Windows Installer. Esperamos que um dos métodos tenha resolvido seus problemas. Caso contrário, atualize o hardware do seu sistema. Fonte: OficinaNet. Autor Chakal Categoria Sistemas Operacionais Enviado 07-01-2019 19:16  
  21. Windows 10: Como recuperar um arquivo ZIP corrompido? Os arquivos ZIP podem ser a maneira mais comum e conveniente de armazenar e enviar vários arquivos, com tamanho reduzido. O formato de arquivo ZIP é usado por praticamente todos os usuários on-line. Sendo esse o caso, há uma boa chance de você eventualmente encontrar um arquivo ZIP corrompido, até porque apenas um único bit corrompido em um arquivo, dentre dezenas de arquivos lá dentro, pode impedir que o software abra ou extraia seu conteúdo. Porque o arquivo ZIP foi corrompido? Arquivos corrompidos podem resultar de uma variedade de problemas, incluindo setores de unidade defeituosa, malware, um download incompleto ou transferência, como durante uma queda em sua conexão, ou qualquer outra interrupção súbita, como uma falha de energia ou um desligamento inadequado ao trabalhar com o arquivo ZIP .U m arquivo ZIP corrompido pode ser aberto para você de qualquer maneira, mas alguns dos arquivos originais podem estar faltando, e a tentativa de abrir ZIPs danificados normalmente faz com que o Windows acuse o seguinte erro: "O Windows não pode abrir a pasta. A pasta Compactada (zipada) 'C://Users/NOME DO ARQUIVO.zip' é inválida" Leia em destaque: Como desbloquear o Windows quando você esquece a senha?. O WinRAR fornece uma ferramenta de reparo integrada para arquivos ZIPdanificados. Abra o arquivo e vá em Ferramentas > Reparar arquivo. O WinRAR geralmente consegue recuperar boa parte dos arquivos de um ZIP corrompido com esse recurso. No entanto, o software só é gratuito por 40 dias, após o qual uma licença para continuar usando o software custará cerca de R$ 140,00. Softwares similares e gratuítos como o WinZip e o 7-Zip não parecem ter ferramentas de reparo integradas, mas as empresas oferecem páginas de informações sobre arquivos ZIP corruptos. Ferramentas para recuperar um arquivo ZIP corrompido DiskInternals Zip Repair Grátis para baixar, esse é um bom sotfware para recuperar arquivos corrompidos no formato ZIP. Ele é dedicado para reparar este formato de arquivo, por isso tem menos confusão para navegar do que o WinRAR, e é iniciado com um prompt no estilo do assistente, em vez de você ter que usar um menu. A interface espartana tem ainda menos cliques envolvidos do que DiskInternals. Você abre o ZIP corrompido e o software automaticamente inicia seu processo, enviando todos os arquivos recuperados para o diretório de origem sem perguntar nada. Ele funciona tão bem quanto o DiskInternals. Ferramentas para recuperar arquivos ZIP corrompidos pagas Há outras ferramentas licenciadas e dedicadas a recuperar arquivos corrompidos, mas não são gratuítas. DataNumen Archive Repair A taxa de recuperação de arquivos corrompidos com esta ferramenta é alta, mas é necessário pagar uma taxa de licença. Dito isso, sua interface parece menos polida do que DiskInternals ou Zip2Fix, que são gratuitos e tem boas taxas de sucesso. Yodot ZIP Repair Sua interface é pesada se comparado ao DiskInternals Zip Repair, e ele bloqueia seus arquivos, sendo necessário pagar uma taxa para recuperá-los, assim como o Aryson Zip Repair Software e o Zip Recovery Toolbox. Bônus... A única outra razão pela qual você pode não conseguir abrir um arquivo ZIP é devido a uma senha esquecida. Vale ressaltar que, embora o ZIP Recovery Toolbox e alguns dos outros utilitários mencionados acima processem arquivos protegidos por senha, eles ainda exigirão que você forneça a senha para concluir a recuperação. No entanto, se você esqueceu sua senha, também há utilitários especificamente para esse problema. O iSeePassword é capaz de recuperar senhas, mas tem um custo. Fonte: OficinaNet. Autor Chakal Categoria Sistemas Operacionais Enviado 07-01-2019 18:59  
  22. Os arquivos ZIP podem ser a maneira mais comum e conveniente de armazenar e enviar vários arquivos, com tamanho reduzido. O formato de arquivo ZIP é usado por praticamente todos os usuários on-line. Sendo esse o caso, há uma boa chance de você eventualmente encontrar um arquivo ZIP corrompido, até porque apenas um único bit corrompido em um arquivo, dentre dezenas de arquivos lá dentro, pode impedir que o software abra ou extraia seu conteúdo. Porque o arquivo ZIP foi corrompido? Arquivos corrompidos podem resultar de uma variedade de problemas, incluindo setores de unidade defeituosa, malware, um download incompleto ou transferência, como durante uma queda em sua conexão, ou qualquer outra interrupção súbita, como uma falha de energia ou um desligamento inadequado ao trabalhar com o arquivo ZIP .U m arquivo ZIP corrompido pode ser aberto para você de qualquer maneira, mas alguns dos arquivos originais podem estar faltando, e a tentativa de abrir ZIPs danificados normalmente faz com que o Windows acuse o seguinte erro: "O Windows não pode abrir a pasta. A pasta Compactada (zipada) 'C://Users/NOME DO ARQUIVO.zip' é inválida" Leia em destaque: Como desbloquear o Windows quando você esquece a senha?. O WinRAR fornece uma ferramenta de reparo integrada para arquivos ZIPdanificados. Abra o arquivo e vá em Ferramentas > Reparar arquivo. O WinRAR geralmente consegue recuperar boa parte dos arquivos de um ZIP corrompido com esse recurso. No entanto, o software só é gratuito por 40 dias, após o qual uma licença para continuar usando o software custará cerca de R$ 140,00. Softwares similares e gratuítos como o WinZip e o 7-Zip não parecem ter ferramentas de reparo integradas, mas as empresas oferecem páginas de informações sobre arquivos ZIP corruptos. Ferramentas para recuperar um arquivo ZIP corrompido DiskInternals Zip Repair Grátis para baixar, esse é um bom sotfware para recuperar arquivos corrompidos no formato ZIP. Ele é dedicado para reparar este formato de arquivo, por isso tem menos confusão para navegar do que o WinRAR, e é iniciado com um prompt no estilo do assistente, em vez de você ter que usar um menu. A interface espartana tem ainda menos cliques envolvidos do que DiskInternals. Você abre o ZIP corrompido e o software automaticamente inicia seu processo, enviando todos os arquivos recuperados para o diretório de origem sem perguntar nada. Ele funciona tão bem quanto o DiskInternals. Ferramentas para recuperar arquivos ZIP corrompidos pagas Há outras ferramentas licenciadas e dedicadas a recuperar arquivos corrompidos, mas não são gratuítas. DataNumen Archive Repair A taxa de recuperação de arquivos corrompidos com esta ferramenta é alta, mas é necessário pagar uma taxa de licença. Dito isso, sua interface parece menos polida do que DiskInternals ou Zip2Fix, que são gratuitos e tem boas taxas de sucesso. Yodot ZIP Repair Sua interface é pesada se comparado ao DiskInternals Zip Repair, e ele bloqueia seus arquivos, sendo necessário pagar uma taxa para recuperá-los, assim como o Aryson Zip Repair Software e o Zip Recovery Toolbox. Bônus... A única outra razão pela qual você pode não conseguir abrir um arquivo ZIP é devido a uma senha esquecida. Vale ressaltar que, embora o ZIP Recovery Toolbox e alguns dos outros utilitários mencionados acima processem arquivos protegidos por senha, eles ainda exigirão que você forneça a senha para concluir a recuperação. No entanto, se você esqueceu sua senha, também há utilitários especificamente para esse problema. O iSeePassword é capaz de recuperar senhas, mas tem um custo. Fonte: OficinaNet.
  23. Se você tem arquivos no computador que gostaria de manter em segredo, saiba que, no Windows 10, você pode dobrar sua segurança com usando arquivos inomináveis em uma pasta secreta e protegida por senha. E o melhor é que você não precisará de nenhum software para isso. Se ficou interessado, siga lendo esse tutorial e aprenda como proteger com senha uma pasta no Windows 10. Coisas a fazer antes de começar Por precaução, experimente inserir senha em um arquivo que não seja importante, para que você possa ter certeza de que funciona. Além disso, sim, o arquivo FolderLocker pode ser submetido a engenharia reversa por alguém que entende o processo. Mas inserir senha em pastas ajuda a manter longe de seus arquivos pessoais os membros da família intrometidos ou pessoas em quem você não confia. Veja como criar uma pasta com senha para manter arquivos em segredo. Como bloquear uma pasta com uma senha no Windows 10 1. Crie uma pasta e coloque seus arquivos que deseja proteger dentro dela. Para isso, basta clicar com o botão direito do mouse sobre um local sem nada, escolher a opção "novo" e depois, a opção "pasta", conforme a imagem abaixo. Criar nova pasta. 2. Coloque dentro dessa nova pasta os arquivos que você deseja proteger. Dentro dessa mesma pasta, clique com o botão direito do mouse, selecione a opção "novo" e depois, "Documento de texto". Crie um novo documento dentro da pasta. 3. Agora, renomeie este novo documento como "FolderLocker.bat" (para isso, você pode selecionar a pasta clicando apenas uma vez sobre ela, e clicar na tecla F2 do seu teclado). Renomeie a pasta como "FolderLocker.bat". 4. Dentro da pasta, cole o seguinte texto (após, clique simultaneamente nas teclas Ctrl + S para salvar): cls @ECHO OFF title Folder Locker if EXIST “Control Panel.{21EC2020-3AEA-1069-A2DD-08002B30309D}” goto UNLOCK if NOT EXIST Locker goto MDLOCKER :CONFIRM echo Are you sure u want to Lock the folder(Y/N) set/p “cho=>” if %cho%==Y goto LOCK if %cho%==y goto LOCK if %cho%==n goto END if %cho%==N goto END echo Invalid choice. goto CONFIRM :LOCK ren Locker “Control Panel.{21EC2020-3AEA-1069-A2DD-08002B30309D}” attrib +h +s “Control Panel.{21EC2020-3AEA-1069-A2DD-08002B30309D}” echo Folder locked goto End :UNLOCK echo Enter password to Unlock folder set/p “pass=>” if NOT %pass%==Your-Password-Here goto FAIL attrib -h -s “Control Panel.{21EC2020-3AEA-1069-A2DD-08002B30309D}” ren “Control Panel.{21EC2020-3AEA-1069-A2DD-08002B30309D}” Locker echo Folder Unlocked successfully goto End :FAIL echo Invalid password goto end :MDLOCKER md Locker echo Locker created successfully goto End :End Cole o texto dentro do documento e salve. 4. Encontre onde está escrito "Your-Password-Here" e substitua pela senha com a qual você deseja bloquear a pasta (após, clique simultaneamente nas teclas Ctrl + S para salvar). Substitua o trecho por sua senha e salve. 5. Esse passo é muito importante: Seu arquivo está na extensão .txt. Renomeie ele (F2), apague o final .txt e deixe na extensão .bat. O Windows exibirá uma mensagem alertando que o arquivo pode se tornar inutilizável. Confirme e salve. 6. A pasta do Locker foi gerada! Mova os arquivos que você deseja proteger para dentro da pasta “Locker”, pois ela será a pasta com senha. 7. Agora, tente abri o arquivo FolderLocker com um duplo clique sobre ela. Você notará o surgimento automático de uma pasta chamada Locker. 8. Abra novamente o arquivo FolderLocker.bat. Digite Y e dê um Enter. Digite Y e depois, Enter. 9. Abra novamente o arquivo FolderLocker.bat. e entre com a senha que você definiu no arquivo .bat. Pronto, agora você tem uma pasta com senha! Se quiser mais segurança, você pode ocultar o arquivo .bat, a fim de dificultar o acesso de intrusos. Windows anterior ao 10 Se você possui um sistema operacional mais antigo, poderá usar o software Folder Lock, compatível com Windows XP, Windows Vista e Windows 7. 1. Primeiramente, você terá que criar uma “senha mestra”. Insira a senha e marque a opção na caixa. 2. Após, Vá em Shred Files > Add Item Shred e escolha a pasta que deseja proteger com senha. Fonte: OficinaNet.
  24. Windows: Como proteger com senha uma pasta Se você tem arquivos no computador que gostaria de manter em segredo, saiba que, no Windows 10, você pode dobrar sua segurança com usando arquivos inomináveis em uma pasta secreta e protegida por senha. E o melhor é que você não precisará de nenhum software para isso. Se ficou interessado, siga lendo esse tutorial e aprenda como proteger com senha uma pasta no Windows 10. Coisas a fazer antes de começar Por precaução, experimente inserir senha em um arquivo que não seja importante, para que você possa ter certeza de que funciona. Além disso, sim, o arquivo FolderLocker pode ser submetido a engenharia reversa por alguém que entende o processo. Mas inserir senha em pastas ajuda a manter longe de seus arquivos pessoais os membros da família intrometidos ou pessoas em quem você não confia. Veja como criar uma pasta com senha para manter arquivos em segredo. Como bloquear uma pasta com uma senha no Windows 10 1. Crie uma pasta e coloque seus arquivos que deseja proteger dentro dela. Para isso, basta clicar com o botão direito do mouse sobre um local sem nada, escolher a opção "novo" e depois, a opção "pasta", conforme a imagem abaixo. Criar nova pasta. 2. Coloque dentro dessa nova pasta os arquivos que você deseja proteger. Dentro dessa mesma pasta, clique com o botão direito do mouse, selecione a opção "novo" e depois, "Documento de texto". Crie um novo documento dentro da pasta. 3. Agora, renomeie este novo documento como "FolderLocker.bat" (para isso, você pode selecionar a pasta clicando apenas uma vez sobre ela, e clicar na tecla F2 do seu teclado). Renomeie a pasta como "FolderLocker.bat". 4. Dentro da pasta, cole o seguinte texto (após, clique simultaneamente nas teclas Ctrl + S para salvar): Cole o texto dentro do documento e salve. 4. Encontre onde está escrito "Your-Password-Here" e substitua pela senha com a qual você deseja bloquear a pasta (após, clique simultaneamente nas teclas Ctrl + S para salvar). Substitua o trecho por sua senha e salve. 5. Esse passo é muito importante: Seu arquivo está na extensão .txt. Renomeie ele (F2), apague o final .txt e deixe na extensão .bat. O Windows exibirá uma mensagem alertando que o arquivo pode se tornar inutilizável. Confirme e salve. 6. A pasta do Locker foi gerada! Mova os arquivos que você deseja proteger para dentro da pasta “Locker”, pois ela será a pasta com senha. 7. Agora, tente abri o arquivo FolderLocker com um duplo clique sobre ela. Você notará o surgimento automático de uma pasta chamada Locker. 8. Abra novamente o arquivo FolderLocker.bat. Digite Y e dê um Enter. Digite Y e depois, Enter. 9. Abra novamente o arquivo FolderLocker.bat. e entre com a senha que você definiu no arquivo .bat. Pronto, agora você tem uma pasta com senha! Se quiser mais segurança, você pode ocultar o arquivo .bat, a fim de dificultar o acesso de intrusos. Windows anterior ao 10 Se você possui um sistema operacional mais antigo, poderá usar o software Folder Lock, compatível com Windows XP, Windows Vista e Windows 7. 1. Primeiramente, você terá que criar uma “senha mestra”. Insira a senha e marque a opção na caixa. 2. Após, Vá em Shred Files > Add Item Shred e escolha a pasta que deseja proteger com senha. Fonte: OficinaNet. Autor Chakal Categoria Sistemas Operacionais Enviado 07-01-2019 18:53  
  25. Windows 10: Como ativar o "Modo Deus" no Windows 10 (God Mode) Windows 10 contém muitos recursos ocultos e um deles é o famoso Modo Deus (God Mode). Este é um conjunto de muitas ferramentas e configurações avançadas que normalmente são difíceis de encontrar. Você pode ativaro Modo Deus com muita facilidade. Neste artigo, vou mostrar a você como fazer isso. Se você está cansado de procurar nas Configurações e Painel de Controle suas configurações perdidas, existe uma maneira de acessar todas as configurações e controles em um só lugar: E se chama God Mode, ou Modo Deus em Português. O que é o Modo Deus do Windows? Caso você não esteja familiarizado com o termo Modo Deus nos sistemas operacionais Windows, saiba que na verdade ele não é um modo em si, mas uma pasta especial que contém todos os ajustes, configurações e opções do Windows em um só lugar. Assim, você não precisa pesquisar no Painel de Controle ou nas Configurações para acessar as ferramentas do sistema operacional. O GodMode existe desde o Windows 7, e segue vivo no Windows 10. É uma pasta dedicada que coloca todas as configurações em um só lugar, onde você pode fazer tudo, desde a adição de diferentes fusos horários até a desfragmentação de unidades. Tudo por lá pode ser feito num piscar de olhos. Como faço para ativar o Modo Deus? Para ativar o GodMode, a conta de usuário que você está usando deve ser uma conta de administrador. Veja o que você precisa fazer para ativar o Modo de Deus no seu Windows 10: Passo 1. Clique com o botão direito do mouse sobre o menu iniciar e escolha a opção "explorador de arquivos"; Menu Iniciar > Explorador de Arquivos Passo 2. Agora acesse a guia Exibir e marque a caixa extensões de nome de arquivo; Exibir > extensões de nome de arquivo Passo 3. Agora vá para a área de trabalho, clique com o botão direito do mouse em qualquer lugar e escolha a opção Novo> Pasta; Passo 4. Renomeie a “Nova Pasta” para: Nota: Certifique-se de copiar toda a linha acima, incluindo GodMode, e os caracteres entre os colchetes. O ícone da pasta mudará para um ícone do painel de controle. Clique duas vezes no novo ícone para ver seu painel de configurações universais. As configurações são organizadas em vários títulos, de Ferramentas Administrativas ao Firewall do Windows. A pasta GodMode agora será colocada na sua Área de trabalho, e você terá acesso a centenas de configurações avançadas e básicas do Windows, como ajustar a exibição, gerenciar a conta do usuário, acessar as informações do sistema, etc. Você pode navegar facilmente por várias opções, porque tudo é organizado pela categoria. Pasta God Mode Você não precisa nomear a pasta GodMode, o que é importante quando renomear esta pasta é o código dentro dos colchetes, então por exemplo, você pode nomear sua pasta AllSettings. {ED7BA470-8E54-465E-825C-99712043E01C}, e será nomeado AllSettings. O God Mode foi introduzido em versões anteriores do Windows, portanto, executar esse truque no Windows 8 ou no Windows 7 também colocará a pasta GodMode em sua área de trabalho. Vale ressaltar que muitos especialistas em segurança alertaram que o Modo Deus pode ser um alvo atraente para os hackers. Enquanto o God Mode é uma ferramenta muito útil para usuários avançados, ele também pode ser explorado por hackers. Mais especificamente, eles podem infiltrar arquivos maliciosos na pasta e assumir o controle do seu PC. Fonte: OficinaNet. Autor Chakal Categoria Sistemas Operacionais Enviado 07-01-2019 18:46