Jump to content
  • A Microsoft considerou a possibilidade de lançar o Halo no PlayStation.

    Load
    • 82 views

     Share

    Hoje, o portal IGN divulgou na internet um artigo onde entrevistou Peter Moore, conhecido principalmente por ser o ex-líder do Xbox e ter supervisionado o Xbox 360.

    Peter Moore é bastante querido pelos fãs do Xbox, bem como pela indústria em geral. Durante essa entrevista, ele foi questionado sobre vários assuntos diferentes, incluindo o novo plano da Microsoft de lançar seus jogos em outras plataformas e se ele teria feito o mesmo no passado.

    Curiosamente, Peter Moore revela que no passado teve conversas com a Microsoft sobre levar Halo para o PlayStation. Ao mesmo tempo, ele menciona o potencial de lucro que o jogo poderia ter.

    Pergunta: “Recentemente, a Microsoft lançou alguns de seus exclusivos no PlayStation e no Nintendo Switch. Há relatos de que a Microsoft está considerando trazer outros jogos mais populares para consoles concorrentes. Quando você estava no comando do Xbox, você teria feito isso? E por que você acha que a Microsoft está fazendo isso agora?”

    Peter Moore:

    “Eu acho que eles estão testando para ver como isso funciona. Eles estão fazendo isso de forma cautelosa, pensando: ‘vamos experimentar esse ecossistema aqui. Não vamos lançar o Halo do nada’.”
    “Eu me lembro das conversas sobre levar o Halo para o PlayStation. Você está sempre observando. Entramos em jogos de guerra, algo que fizemos antes do lançamento do Xbox 360 como equipe. Ficamos fora por alguns dias e eu interpretei o papel de Ken Kutaragi, o que foi fascinante para mim. A McKinsey, a consultoria, organizou isso e a ideia era entender melhor a concorrência ao simular alguns cenários de guerra.”

    “O meu trabalho era ver como o PlayStation reagiria ao Xbox 360 e o que eles fariam, assim como fizeram comigo no Dreamcast, gerando medo, incerteza e dúvida. Passamos dois dias nisso e aprendemos muito. Ficamos assustados quando percebemos coisas que não tínhamos considerado. Será que eles podem fazer isso conosco? Isso pode acontecer? E assim você está sempre pensando em todos os cenários, por mais absurdos, disruptivos ou radicais que pareçam. Você tem que fazê-lo, absolutamente.”

    Pergunta: “Em um momento, você subiu ao palco e exibiu uma tatuagem do Halo 2 para promover o Xbox. Agora, você vê a Microsoft lançando o Halo no PlayStation?”

    Peter Moore: “Bem, se a Microsoft disser: ‘espera aí, estamos gerando $250 milhões em nossas próprias plataformas, mas se tornarmos o Halo uma terceira parte (third-party), poderíamos gerar um bilhão… Você realmente precisa pensar sobre isso, correto? Quero dizer, você simplesmente tem que pensar: deveríamos fazer isso? O Halo é uma propriedade intelectual. É mais do que apenas um jogo. Como podemos aproveitá-lo? Essas são as conversas que sempre acontecem em relação a como podemos incorporá-lo em tudo o que fazemos”.
    “Houve altos e baixos, mas olha, o Xbox não seria o que é hoje sem o Halo. Mas sim, tenho certeza de que essas conversas estão acontecendo. Se elas se concretizarão, quem sabe? Mas elas estão definitivamente acontecendo, com certeza.”


    O blog GGames respira e transpira paixão pelo universo Xbox, desvendando seus segredos e deslumbrando com seu vasto repertório de jogos incríveis.
    Imagens e vídeos de terceiros

     Share


    User Feedback

    Recommended Comments

    There are no comments to display.




×
×
  • Create New...

Important Information

Terms of Use Privacy Policy Guidelines