Jump to content
KTO
  • Demissão de 17% dos funcionários do Discord devido a um rápido crescimento da empresa.

    403 - Forbiddeen
    • 95 views

     Share

    Há dois dias (10), foi o Google. Ontem (11), foi a Meta: hoje (12) é a vez do Discord divulgar redução de equipe, em uma aparente tendência de demissões que marcou o ano de 2023. Conforme comunicado assinado pelo CEO da empresa, Jason Citron, cerca de 17% dos funcionários da companhia – aproximadamente 170 pessoas – terão seus contratos encerrados.

    A informação é do Verge, que obteve o e-mail interno no qual Citron comunica a decisão à empresa: segundo o executivo, a decisão afeta todos os setores do Discord:

    data:image/svg+xml,%3Csvg%20xmlns=Discord

    Imagem: Sergei Elagin/Shutterstock.com

    “Crescemos rapidamente e aumentamos nossa equipe ainda mais rápido, expandindo-a cinco vezes desde 2020. Como resultado, assumimos mais projetos e nos tornamos menos eficientes em nossa operação. Estamos cada vez mais convencidos da necessidade de afiar nosso foco e aprimorar nossa forma de trabalhar juntos para trazer mais agilidade à nossa organização. Esta é a principal razão por trás da decisão de reduzir nossa equipe.” – Jason Citron, CEO do Discord

    De acordo com o CEO, todos os demitidos receberão uma indenização correspondente a cinco meses de salário. Os benefícios desses agora ex-funcionários, incluindo o plano de saúde, continuarão por mais cinco meses.

    Além do Google, Meta e agora Discord, o início de janeiro de 2024 também viu a Amazon e a Unity realizarem cortes. Respectivamente, 35% (ou 500 pessoas) e 25% (ou 2,5 mil pessoas) perderam seus empregos.


    GGames é um ávido apaixonado por tecnologia, mergulhando de cabeça nos mistérios dos bytes e nas maravilhas dos circuitos eletrônicos.
    Imagens e vídeos de terceiros

     Share


    User Feedback

    Recommended Comments

    There are no comments to display.




×
×
  • Create New...

Important Information

Terms of Use Privacy Policy Guidelines