jlaM

Novo psicólogo da MIBR é revelado por Dead e trabalha com a Vivo Keyd

Recommended Posts

A MIBR passará a ser acompanhada por um psicólogo e ele finalmente foi revelado. Trata-se de João Ricardo Lebert Cozac , que já possui experiência no esporte eletrônico e atualmente trabalha com a Vivo Keyd. A informação foi revelada pelo manager da equipe, Ricardo "dead" Sinigaglia.

img01.png

O anúncio oficial do profissional ainda não foi realizado pela organização. No entanto, a informação chegou ao público nesta terça-feira (9), pelo Twitter. Primeiramente, Epitacio "TACO" de Melo reiterou as palavras de Marcelo "coldzera" David, afirmando que o novo psicólogo já estava contratado e iniciaria o trabalho antes do StarLadder Berlin Major 2019. Após isso, dead respondeu o e marcou João.

Como o jogador da MIBR evidenciou, o psicólogo é de fato "referência na área". Trabalhar com a Vivo Keyd é apenas mais um bônus no seu vasto currículo. João Cozac é Presidente da Associação Paulista da Psicologia do Esporte desde 2001, trabalhou com as equipes de futebol do Palmeiras, Corinthians e Goiás, é colunista do jornal "A Gazeta Esportiva" de São Paulo, tratando constantemente de psicologia no esporte, escreveu quatro livros, é Doutor pelo laboratório de Psicossociologia do Esporte da USP e muito mais.

O longo currículo pode ser conferido no site da CEPPE.

O psicólogo é um pedido antigo da torcida, que sentiu a má fase do time fora de jogo. Recentemente, Marcelo "coldzera" David - que está de saída da equipe -, explicou a um fã via Instagram que ele anda abatido e isso pode estar atrapalhando seus atuais companheiros. Inclusive, esta foi uma das suas motivações para optar por ir embora: "Pode ser que os meus problemas de desânimo estão afetando eles [companheiros de MIBR]. Por isso eu quis sair".

img02.png

Apesar da revelação e de que o acompanhamento será antes do Major, nenhuma data exata foi cravada. O que se sabe é que João não sairá da Vivo Keyd e atenderá as duas organizações. A informação foi confirmada pela própria Keyd, em contato com o Versus.

"O João Cozac ainda esta na Vivo Keyd sim. Ele irá trabalhar em ambas as organizações. Aliás, a gente fica extremamente feliz dele estar recebendo reconhecimento de organizações internacionais como a MIBR, penso que ele é o melhor profissional da área dele (psicologia do esporte).", disse o Diretor Estratégico da Vivo Keyd Lorenzo Jung.

Fonte: Versus

Edited by jlaM
Alterando a tag (see edit history)

xbox-001.png

Share this post


Link to post
Share on other sites


Join the conversation

You can post now and register later. If you have an account, sign in now to post with your account.

Guest
Reply to this topic...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.


  • Similar Content

    • By jlaM
      A MIBR acaba de estrear pela Intel Extreme Masters Chicago 2019 de Counter-Strike: Global Offensive. O adversário da equipe no confronto de abertura foi a G2 Esports, em uma melhor de três. Após dois mapas disputados, os franceses fecharam a conta em 2 a 0 e mandaram os brasileiros para a lower.

      As escalações
      MIBR
      Gabriel "FalleN" Toledo Fernando "fer" Alvarenga Lucas "lucas1" Teles Epitacio "TACO" de Melo Wilton "zews" Prado G2 Esports
      Richard "shox" Papillon Kenny "kennyS" Schrub Lucas "Lucky" Chastang Audric "JaCkz" Jug François "AMANEK" Delaunay Damien "maLeK" Marcel (treinador)
      O confronto
      Overpass
      O primeiro mapa foi escolha da MIBR, porém, quem saiu na frente foi a G2. De terrorista, a França dominou os brasileiros tanto taticamente quanto na mira e emplacou 12 a 3 ainda no primeiro tempo.
      Na sequência, mesmo perdendo o pistol em um setup avançado da G2, a MIBR pregou resistência e levou a melhor no anti-eco. Com a vantagem bélica, FalleN e companhia conseguiram capitalizar mais alguns pontos, até a G2 se armar novamente e acabar de vez com a partida por 16 a 6. 
      Dust 2
      Apesar da dura derrota, a MIBR não se abateu e foi com tudo para o segundo mapa. Começando de contra-terrorista, foi a vez deles de terem um ótimo começo, chegando a vencer por 6 a 1.
      No entanto, a alegria durou pouco quando a dupla shox e kennyS brilhou e garantiu a vitória parcial de 8 a 7.
      No lado defensivo, a G2 se mostrou muito mais a vontade. O Brasil tentava de todas as formas, mas pouco incomodava as muralhas francesas. Desta forma, sob o comando de shox que ficou ainda mais inspirado, a G2 seguiu vencendo até o fim iminente, que teve o placar de 16 a 9.
      O campeonato
      A IEM Chicago 2019 de CS:GO acontece nos Estados Unidos entre 18 e 21 de julho, e conta com uma premiação de US$ 250 mil (aproximadamente R$ 934 mil na atual cotação do dólar). Oito equipes estarão na disputa do título e da maior parte da premiação. A única representante do Brasil é a própria MIBR.
      Apesar da derrota neste confronto, a MIBR ainda está viva no campeonato. Eles disputam ainda hoje outra MD3, contra o perdedor de Team Liquid, às 20h. A partir deste duelo, qualquer outro resultado que não seja a vitória significa na eliminação precoce do time da competição.
      Fonte: Versus
    • By jlaM
      A Luminosity Gaming acaba de estrear pelo Americas Minor Berlin 2019 de Counter-Strike: Global Offensive. O primeiro adversário dos brasileiros no campeonato foi a eUnited, na Dust 2. Por lá, os brasileiros começaram perdendo por muito, mas aplicaram uma reviravolta em grande jogo de Joao "felps" Vasconcellos, virando o placar para 16 a 11.

      As escalações
      Luminosity
      Lucas "steel" Lopes Gabriel "NEKIZ" Schenato Henrique "hen1" Teles Ricardo "boltz" Prass Joao "felps" Vasconcellos Rafael "zakk" Fernandes (treinador) eUnited
      Kaleb "moose" Jayne Austin "Cooper" Abadir Edgar "MarKE" Maldonado Victor "food" Wong Anthony "vanity" Malaspina Armeen "a2z" Toussi (treinador)
      O confronto

      A Luminosity começou a Dust 2 de terrorista, sofrendo grande pressão dos seus adversários. Com uma sólida defesa, a eUnited chegou a aplicar 6 a 0 diante de uma LG com poucos recursos táticos. Após um ACE de felps, os brasileiros acordaram na partida e retornaram com força total, diluindo a grande vantagem inimiga para apenas 8 a 7.
      Na segunda etapa, a Luminosity Gaming venceu bem o pistol, falhou nas rodadas seguintes e chegou a estar perdendo por 11 a 10. No entanto, quando eles conseguiram se fortalecer na economia, a equipe cresceu novamente no jogo, felps fez uma estreia memorável e a LG cravou 16 a 11 no placar.

      O campeonato

      O Americas Minor de CS:GO acontece presencialmente na Alemanha entre 17 e 21 de julho e oferece duas vagas diretas no StarLadder Berlin Major 2019, além de outra na repescagem dos terceiros colocados regionais e um total de US$ 50 mil como premiação - aproximadamente R$ 187 mil. Por lá, cinco equipes brasileiras estarão na disputa: FURIA, INTZ, Luminosity, Sharks e Team One.
      Com a vitória, a Luminosity volta a ação ainda hoje, às 7h30, valendo vaga nos playoffs.
      Fonte: Versus
    • By jlaM
      A FURIA assegurou sua permanência no Americas Minor Berlin 2019 de Counter-Strike: Global Offensive. A equipe enfrentou a eUnited nesta quinta-feira (18) e conseguiu sua primeira vitória no campeonato. Os mapas disputados foram Nuke e Overpass, ambos a favor dos brasileiros.

      As escalações

      FURIA
      Yuri "yuurih" Gomes Kaike "kscerato" Cerato Andrei "arT" Piovezan Vinicius "VINI" Figueiredo Rinaldo "ableJ" Moda Nicholas "guerri" Nogueira (treinador) eUnited
      Kaleb "moose" Jayne Austin "Cooper" Abadir Edgar "MarKE" Maldonado Victor "food" Wong Anthony "vanity" Malaspina Armeen "a2z" Toussi (treinador)
      O confronto

      Nuke
      A escolha do primeiro mapa foi da FURIA, que começou de terrorista. Por lá, eles começaram imparáveis cravando 6 a 0, mas sofreram uma virada incrível logo em seguida para 8 a 7.
      Sem desanimar, os brasileiros foram para a defesa, garantiram o pistol, a virada e dispararam na frente. Os norte-americanos ainda tentaram pregar resistência, mas venceram apenas uma rodada antes de serem superados em 16 a 9.
      Overpass
      Curiosamente, a primeira metade do segundo mapa foi bem semelhante a da Nuke. Mais uma vez a FURIA largou muito bem na frente e chegou a um novo 6 a 0. Também novamente, a eUnited não se deu por vencida e encostou em 7 a 5 no placar. A diferença foi que desta vez os brasileiros não permitiram a virada e garantiram a vantagem de 9 a 6 em um retake cirúrgico.
      Na troca de lados a situação complicou. Os norte-americanos buscaram e até mesmo viraram o jogo para 12 a 11. No entanto, em um forçado e com kscerato inspirado de CZ, a FURIA empatou, retomou a liderança e não parou mais de vencer até o fim de 16 a 12, além do 2 a 0 na série.
      O campeonato
      O Americas Minor de CS:GO acontece presencialmente na Alemanha entre 17 e 21 de julho e oferece duas vagas diretas no StarLadder Berlin Major 2019, além de outra na repescagem dos terceiros colocados regionais e um total de US$ 50 mil como premiação - aproximadamente R$ 187 mil. Por lá, cinco equipes brasileiras estarão na disputa: FURIA, INTZ, Luminosity, Sharks e Team One.
      Com esta vitória, os furiosos não só estenderam sua participação no torneio, como também garantiram o direito de disputar uma vaga nos playoffs. O confronto valendo a vaga na próxima fase será ainda hoje, às 8h, contra a Luminosity Gaming.
      Fonte: Versus
    • By jlaM
      A Intel Extreme Masters (IEM) Chicago 2019, torneio de Counter-Strike: Global Offensive (CS:GO), acontece entre os dias 18 e 21 de julho nos Estados Unidos. O campeonato reúne oito equipes e o Brasil será representado pela MIBR, equipe comandada por Gabriel “FalleN” Toledo. O time chega em Chicago para mais uma competição com a atuação de Wilton “zews” Prado, que substitui Marcelo “coldzera” David após sua saída da line up titular.
      As equipes estão na disputa pelo prêmio total de US$ 250 mil (R$ 992,6 mil em conversão direta). Todas as partidas serão transmitidas ao vivo pelos canais oficiais da ESL e ESL Brasil na Twitch TV e YouTube. Confira, a seguir, os times, formato da competição e calendário de jogos do IEM Chicago 2019.

      Times participantes
      A IEM Chicago contará com oito participantes: MIBR, Team Liquid, Team Vitality, ENCE Esports, G2 Esports, Renegades, Team Envy e Heroic. Após o título da BLAST Pro Series Chicago, a Team Liquid aparece como grande favorita para mais uma conquista em solo americano. Logo atrás dela, está a Team Vitality, que vive um momento de ascensão, embalado por resultados positivos e grandes atuações do player Mathieu “ZywOo“ Herbaut.

      Os brasileiros da Made In Brasil vão em busca do título para fechar em alta esse momento conturbado de mudanças na equipe. A line up contará com Gabriel ''FalleN'' Toledo, Fernando ''fer'' Alvarenga, Epitácio ''TACO'' de Melo, Lucas “LUCAS1” Teles e Wilton “zews” Prado.
      Formato
      A fase de grupos da IEM Chicago será no formato de dupla eliminação. No Grupo A estão MIBR, Team Liquid, G2 Esports e Team Envy. Já no grupo B, estão Team Vitality, ENCE, Renegades e Heroic. Após a estreia, os vencedores e os perdedores do primeiro jogo se enfrentam. No jogo dos vencedores, quem ganhar estará classificado para as semifinais. No jogo dos perdedores, o vencedor encara o derrotado do outro duelo na chamada Decider Match. Quem vencer, está nos playoffs, e o time que perder pela segunda vez está automaticamente desclassificado.
      Todos os confrontos da fase de grupos e semifinais da IEM Chicago serão disputados em séries de melhor de três mapas (MD3). A grande final será em melhor de cinco (MD5).

      Premiação
      Ao todo, a IEM Chicago dará US$ 250 mil (R$ 992,6 mil) em premiação. O vencedor fatura US$ 125 mil (R$ 496,3 mil) e o segundo colocado fica com a soma de US$ 50 mil (. O terceiro e o quarto levam US$ 25 mil (R$ 99,2 mil) enquanto, o quinto e sexto colocados levarão os prêmios de US$ US$ 8.50 mil (R$ 31,9 mil) e US$ 4 mil (R$ 15 mil), respectivamente.
      Jogos
      Os jogos serão transmitidos pelos canais oficiais da ESL na Twitch e no YouTube. A MIBR disputará sua partida de estreia na IEM Chicago contra os franceses da G2 Esports no dia 18 de julho às 13hrs no Horário de Brasília.
      Confira, a seguir, o calendário de jogos e horários da IEM Chicago.
      Quinta-feira (18 de julho)
      13h - MIBR x G2 Esports; 13h - Liquid x Team Envy; 16h50 - Team Vitality x Heroic; 16h50 - Renegades x ENCE; 20h40 - Fase de grupos (confronto dos vencedores do Grupo A); 20h40 - Fase de grupos (confronto dos perdedores do Grupo A). Sexta-feira (19 de julho)
      13h - Fase de grupos (confronto dos vencedores do Grupo B); 13h - Fase de grupos (confronto dos perdedores do Grupo B); 16h50 - Fase de grupos (último jogo do Grupo A); 20h25 - Fase de grupos (último jogo do Grupo B). Sábado (20 de julho)
      16h30 - Semifinal; 20h20 - Semifinal. Domingo (21 de julho)
      16h30 - Final. Fonte: TechTudo
    • By jlaM
      A FURIA é vice-campeã da ECS Season 7 de Counter-Strike: Global Offensive.
      A equipe enfrentou a Team Vitality na final do torneio, lutou até o fim, mas foi superada por 2 a 0 nos mapas Inferno e Overpass. Com a vitória, os franceses levam para casa US$ 225 mil, enquanto os brasileiros faturaram US$ 100 mil.

      As escalações
      FURIA
      Yuri "yuurih" Gomes Kaike "kscerato" Cerato Andrei "arT" Piovezan Vinicius "VINI" Figueiredo  Rinaldo "ableJ" Moda Nicholas "guerri" Nogueira (treinador) Team Vitality
      Nathan "NBK" Schmitt Dan "apEX" Madesclaire Cédric "RpK" Guipouy Mathieu "ZywOo" Herbaut Alex "ALEX" McMeekin Rémy "XTQZZZ" Quoniam (treinador)
      O confronto
      Inferno
      A FURIA teve um bom início de terrorista, com kscerato brilhando e o placar de 3 a 0 na tela. Após isso, a Vitality se tornou absoluta e conseguiu sete rodadas vitoriosas seguidas, frente a uma FURIA já previsível. No finalzinho do half, os brasileiros conseguiram a recuperação e diminuíram a vantagem inimiga para apenas 8 a 7.

      Com um grande foco no bombsite A e a dupla ZywOo e ALEX em grande forma, os franceses fizeram um segundo tempo praticamente perfeito. A FURIA tentava resistir da forma que podia, mas não conseguiu empolgar nem na defesa e nem nos retakes. A Vitality, por outro lado, disparou na frente e só parou no 16 a 9, em mais uma boa atuação de ZywOo e ALEX.

      Overpass
      O ótimo momento da Vitality no duelo seguiu em Overpass. A equipe da França começou de contra-terrorista e ditou o ritmo do jogo do começo ao fim. ZywOo era o dono da rua e cobrava pedágio de todos que passavam por lá, enquanto no bombsite B o trabalho em equipe prevalecia para evitar as intenções da FURIA. Os brasileiros tentaram mudar a situação com garra, mas pouquíssima criatividade, e por isso ficaram na grande desvantagem de 12 a 3.  
      A emoção da torcida brasileira, que já estava à flor da pele, ficou ainda mais intensa na segunda etapa. Kscerato brilhou mais uma vez, mas ainda assim não conseguiu salvar o pistol. Nisso, a Vitality aproveitou a superioridade econômica e bélica, partiu pra cima do Brasil e, rapidamente, chegou ao matchpoint em 15 a 3. Após isso, os FURIOSOS garantiram sobrevida por apenas mais uma rodada, mas logo sucumbiram em um rush no bombsite B, que resultou no placar de 16 a 3 no mapa, além da série em 2 a 0.

      O campeonato
      A ECS S7 de CS:GO aconteceu em Londres, Inglaterra, entre 6 de junho e acabou hoje, dia 9. A disputa contou com oito times e premiação total de US$ 500 mil (aproximadamente R$ 1,9 milhão).
      1º Lugar: Team Vitality - US$ 225 mil 2º Lugar: FURIA - US$ 100 mil 3º/4º Lugar: North e NRG - US$ 50 mil 5º/6º Lugar: Astralis e compLexity - US$ 25 mil 7º/8º Lugar: MIBR e NiP - US$ 12,5 mil  
      Fonte: Versus
  • Recently Browsing   0 members