Search the Community

Showing results for tags 'Windows 8'.



More search options

  • Search By Tags

    Type tags separated by commas.
  • Search By Author

Content Type


Forums

  • GGames
    • Anúncios
    • Críticas, dúvidas & sugestões
  • Open World
    • Vale Tudo
    • Análises & Reviews
    • Trackers & Warez
  • Plataformas
    • PC Master Racer
    • Xbox
    • Playstation
    • Nintendo
    • iOS / Android / Portáteis
    • Retrô / Emuladores
    • E-Sports
  • Must Have
    • Minecraft
    • GTA V - Grand Theft Auto 5
    • Call of Duty
    • Battlefield
    • PUGB - Playerunknown's Battlegrounds
    • FIFA 2020 / PES 2020
  • Web & Design
    • Dicas e Tutoriais
    • Galeria
    • Desenvolvimento - Helpdesk
  • Battlefield 1's Regras
  • Trainers/Hackers's Tópicos
  • PC Master Racer's Discussões Master Racer
  • Grand Chase's Servidores Online
  • Grand Chase's Discussão Geral
  • FREE Club's's Google Play
  • FREE Club's's Pc

Categories

  • Articles
  • Especials

Categories

  • Releaste Notes

Calendars

  • Playstation 4
  • Xbox One
  • PC
  • Nintendo
  • Call of Duty
  • GTA 5
  • VALORANT
  • Minecraft
  • Warframe
  • Stream

Product Groups

There are no results to display.

Blogs

There are no results to display.

There are no results to display.

Categories

  • Jogos
    • Traduções de Jogos - PT-BR
    • Trainers & Hacks Offline
    • Emuladores
    • Utilitários
    • Save Games
  • Softwares & APP - Windows
    • Sistemas Operacionais
    • Produtividade e Office
    • Drivers e Essenciais
    • Segurança e Desempenho
    • Internet e Navegadores
    • Multimídia
    • Utilitários
  • Criação e Desenvolvimento
    • Fontes
    • Vetores (Illustrator / Corel / PDF)
    • Images (PSD / PNG / Alta Resolução)
    • HTML5 / CSS3
    • PHP / MySQL
    • Wordpress | CMS
    • IPBOARD | IPS

Categories

Categories

  • Wiki - Como usar o GGames
  • PC - Dicas e Tutoriais
    • Internet | Emails
    • Sistemas Operacionais
    • Hardware | Redes | Periféricos
    • Redes Sociais | Messengers
    • Hacker | Invasão
    • Softwares | Downloads | Uploads
    • Raspberry Pi | Arduino Uno | Mini PC
  • Plataformas
    • Xbox
    • Playstation
    • Mobile (iOS / Android)
    • Emuladores / Retrô
    • Nintendo
  • Web Design
    • HTML | CSS | Javascript
    • Wordpress | Joomla | CMS
    • Magento | Woocommerce | Shopify
    • PHP | MySQL
    • IPB | PHPBB | VBulletin | Xenforo | MyBB
    • Hospedagem | Domínio | Servidor
  • Design Gráfico
    • Photoshop
    • Fireworks
    • Illustrator
    • CorelDRAW
    • Impressão 3D | Modelagem 3D
  • Grand Chase's Dicas e Tutoriais

Find results in...

Find results that contain...


Date Created

  • Start

    End


Last Updated

  • Start

    End


Filter by number of...

Joined

  • Start

    End


Group


Quem sou


Steam


Discord


Skype


PlayStation ID

Found 36 results

  1. Version 2.1.1

    13 downloads

    O Revo Uninstaller é um desinstalador para o Microsoft Windows. Ele desinstala programas e remove adicionalmente quaisquer arquivos e entradas de registro do Windows deixados para trás pelo desinstalador do programa ou pela função de desinstalação do Windows. Habitualmente, o nosso sistema operativo inclui algumas ferramentas de manutenção, mas elas não são tão boas como era de esperar, e é por isso que lhe oferecemos novas ferramentas que irão satisfazer as suas necessidades. O Revo Uninstaller é uma ferramenta de manutenção que pode gerir as suas aplicações instaladas, mas também inclui ferramentas de otimização. De início iremos encontrar um poderoso desinstalador que não deixará rastro dos programas removidos, Graças ao Revo Uninstaller, esses ficheiros de lixo habitualmente esquecidos por outros desinstaladores irão desaparecer do seu sistema. Além disso, iremos encontrar uma ferramenta de gestão de arranque, atalho, removedor,... Se quiser ter um PC tão limpo como no primeiro dia, o Revo Uninstaller irá ajudá-lo.

    Free

  2. Version x64

    28 downloads

    Isso mesmo que você leu Windows 7-Pro. 8.1-Pro e 10-Pro em uma única ISO Windows 10 Pro x64 Windows 8.1 Pro x64 Windows 7 Professional x64 Ativação depende de uma licença original e/ou alguma ferramenta que o usuário tenha. Gravar em um Pen Drive de 16 GB

    Free

  3. Version v0.2.9230 32/64Bits

    31 downloads

    Por ser o mensageiro mais popular da atualidade, o WhatsApp dispensa apresentações. Se você está nessa página a fim de baixá-lo, certamente é porque já conhece e usa o software em seu smartphone. A novidade, entretanto, é que, agora, você pode conversar com seus amigos e familiares utilizando um programa nativo para o Windows na sua Área de trabalho. Até então, se você quisesse utilizar o mensageiro no PC, era preciso acessar o WhatsApp Web através do navegador. Isso, entretanto, não pode ser considerado uma solução definitiva para muita gente que não tem um PC muito potente e não quer ter que manter mais uma guia do Chrome ou de outro browser continuamente aberta. Falando nisso, o WhatsApp Web é conhecido por fazer o Google Chrome travar. Mesmo em dispositivos mais robustos, já vimos o poder destrutivo dessa aplicação online, que consegue derrubar o navegador da Google de seu pedestal sempre que deseja. Se você usa o Windows 8, use a versão 32bits, já quem usa Windows 10, use a versão 64bits.

    Free

  4. Version 6.2.3.5065

    7 downloads

    Escolher um bom navegador nunca foi um trabalho fácil, usuários cada vez mais procuram browsers que impactam menos no computador. Google Chrome, Mozilla Firefox, Microsoft Edge Chromium e outros são os mais procurados por serem leves e rápidos. Más e se você conseguisse diminuir em até 80% o consumo de memória ram de qualquer navegador e ainda assim manter ele leve? Seria muito bom não é verdade? Conheça o Firemin. Originalmente o Firemin foi desenvolvido para controlar melhor a utilização de recursos do navegador da raposa. O Windows tem um processo parecido com respeito ao uso da memória ram o processo chama gerenciamento de memória ram, talvez você já ouviu falar. Já o Firemin executa uma API de memória limpa, assim ele periodicamente faz uma limpeza da ram diretamente ligada ao navegador escolhido. Em outras palavras o Firemin irá tentar diminuir o vazamento de memória do Firefox e assim diminuir a quantidade de memória que o Firefox usa. O Firemin foi desenvolvido para o navegador da “Raposa”, no entanto ele funciona muito bem em outros navegadores. Já testado em todos os navegadores que usam o código fonte do Chrome ele também funciona com Opera e Vivaldir. Configurando: Se você usa como navegador padrão o Mozilla Firefox basta instalar o Firemin e abrir ele e configurá-lo para abrir junto toda vez que o navegador for aberto. Más para outros navegadores o processo é diferente você precisar acha o executável, ou seja, o arquivo .EXE do navegador desejado, para adicionar ele no painel do Firemin. Pontos negativos: A proposta é muito boa, más ele só funciona com apenas um navegador por vez, assim você pode escolher um browser de sua preferencia e aplicar o efeito do Firemin. O método usado pelo Firemin nunca foi comprovado e tão pouco será, então para muitos ele não funciona, para outros sim. Aqui a lógica permanece, se funcionar para você use, se não, não use simples assim. Código aberto: Uma das razões que fazem desse app uma ferramenta de crédito é que seu código é aberto, ou seja, ele é Open Source. Qualquer programa pode verificar seu código fonte e concluir que não se trata de pegadinha para enganar o sistema.

    Free

  5. Version v14.3.6 Julho 2018

    8 downloads

    K-Lite Codec Pack Full é uma coleção completa de codecs e ferramentas relacionadas para você ver e ouvir todos os seus filmes, vídeos e músicas no computador. Ótimo principalmente para quem adora baixar arquivos na internet via compartilhadores P2P, pois hoje muitos dados contam com extensões diferentes (WMV, AVI, MPEG, MP4, MP2 etc.) e, sem os codecs, os players não conseguem rodá-los.K-Lite Codec Pack Full é uma coleção completa de codecs e ferramentas relacionadas para você ver e ouvir todos os seus filmes, vídeos e músicas no computador. Ótimo principalmente para quem adora baixar arquivos na internet via compartilhadores P2P, pois hoje muitos dados contam com extensões diferentes (WMV, AVI, MPEG, MP4, MP2 etc.) e, sem os codecs, os players não conseguem rodá-los. Mas afinal, o que são codecs? Codecs são codificadores/decodificadores de sinais para tornar arquivos de áudio e vídeo reproduzíveis. Muitos deles não vêm pré-instalados com o sistema operacional, exigindo empenho por parte do usuário para encontrá-los na internet, uma vez que cada codec é disponibilizado separadamente pelos desenvolvedores. Contudo, K-Lite Codec Pack Full busca reunir, num único pacote, todos os codecs essenciais para reproduzir desde os formatos mais populares até alguns raros. Em suma, é uma solução amigável para quem deseja reproduzir arquivos de mídia favoritos e não quer sofrer com pesquisas ou instalações problemáticas. Principais destaques O programa possui algumas vantagens se comparado com os outros pacotes de codecs: ele está sempre atualizado, é de fácil instalação — isso significa que você pode selecionar os componentes que deseja instalar — e não apresenta conflitos entre codecs. Para completar, K-Lite Codec Pack Full é livre de burocracia e softwares de terceiros, portanto, é limpo e não causa dores de cabeça. Características que fazem a diferença: O software mantém-se constantemente atualizado com codecs novos; Na instalação, cada componente pode ser selecionado separadamente; Permite escolher perfis para adicionar filtros de acordo com as suas necessidades; O desinstalador remove todos os arquivos oriundos do pacote, incluindo registros; Todos os codecs adicionados são testados para não existirem conflitos e erros; K-Lite Codec Pack Full detecta codecs e filtros inoperantes no sistema, removendo-os se necessário. O K-Lite Codec Pack ainda possui um player de áudio/vídeo, conhecido como Media Player Classic, capaz de reproduzir todos os formatos incluídos no pacotão. Entre as ferramentas adicionais, estão: GraphEdit, GSpot Codec Information Appliance, AVI Fixed, FourCC Changer, VobSubStrip para legendas e uma calculadora de bitrates. Confira agora alguns dos formatos suportados K-Lite Codec Pack Full possui uma quantidade enorme de codecs, portanto conheça agora apenas os mais populares: DivX (AVI), XviD (AVI), CoreAVC, On2 VP6, On2 VP7, MPEG-1, MPEG-2, x265; Intel Indeo, Intel I.263, huffyuv, I420, YV12, AC3, DTS, LPCM, MP1, MP2; AAC, Vorbis OGG, MusePack (RadLight), WavPack (CoreWavPack), DirectVobSub; OptimFROG (RadLight), DC-Bass, ffdshow, Vorbis, DivX. Filtros de fontes DirectShow: AVI Splitter, MP4 Splitter, Matroska Splitter, OGG Splitter, FLV Splitter, MPEG PS Splitter, CDDA Reader, CDXA Reader, AC3/DTS Source e AAC Parser. Mas afinal, o que são codecs? Codecs são codificadores/decodificadores de sinais para tornar arquivos de áudio e vídeo reproduzíveis. Muitos deles não vêm pré-instalados com o sistema operacional, exigindo empenho por parte do usuário para encontrá-los na internet, uma vez que cada codec é disponibilizado separadamente pelos desenvolvedores. Contudo, K-Lite Codec Pack Full busca reunir, num único pacote, todos os codecs essenciais para reproduzir desde os formatos mais populares até alguns raros. Em suma, é uma solução amigável para quem deseja reproduzir arquivos de mídia favoritos e não quer sofrer com pesquisas ou instalações problemáticas. Principais destaques O programa possui algumas vantagens se comparado com os outros pacotes de codecs: ele está sempre atualizado, é de fácil instalação — isso significa que você pode selecionar os componentes que deseja instalar — e não apresenta conflitos entre codecs. Para completar, K-Lite Codec Pack Full é livre de burocracia e softwares de terceiros, portanto, é limpo e não causa dores de cabeça. Características que fazem a diferença: O software mantém-se constantemente atualizado com codecs novos; Na instalação, cada componente pode ser selecionado separadamente; Permite escolher perfis para adicionar filtros de acordo com as suas necessidades; O desinstalador remove todos os arquivos oriundos do pacote, incluindo registros; Todos os codecs adicionados são testados para não existirem conflitos e erros; K-Lite Codec Pack Full detecta codecs e filtros inoperantes no sistema, removendo-os se necessário. O K-Lite Codec Pack ainda possui um player de áudio/vídeo, conhecido como Media Player Classic, capaz de reproduzir todos os formatos incluídos no pacotão. Entre as ferramentas adicionais, estão: GraphEdit, GSpot Codec Information Appliance, AVI Fixed, FourCC Changer, VobSubStrip para legendas e uma calculadora de bitrates. Confira agora alguns dos formatos suportados K-Lite Codec Pack Full possui uma quantidade enorme de codecs, portanto conheça agora apenas os mais populares: DivX (AVI), XviD (AVI), CoreAVC, On2 VP6, On2 VP7, MPEG-1, MPEG-2, x265; Intel Indeo, Intel I.263, huffyuv, I420, YV12, AC3, DTS, LPCM, MP1, MP2; AAC, Vorbis OGG, MusePack (RadLight), WavPack (CoreWavPack), DirectVobSub; OptimFROG (RadLight), DC-Bass, ffdshow, Vorbis, DivX. Filtros de fontes DirectShow: AVI Splitter, MP4 Splitter, Matroska Splitter, OGG Splitter, FLV Splitter, MPEG PS Splitter, CDDA Reader, CDXA Reader, AC3/DTS Source e AAC Parser.

    Free

  6. Visualizar arquivo Firemin Escolher um bom navegador nunca foi um trabalho fácil, usuários cada vez mais procuram browsers que impactam menos no computador. Google Chrome, Mozilla Firefox, Microsoft Edge Chromium e outros são os mais procurados por serem leves e rápidos. Más e se você conseguisse diminuir em até 80% o consumo de memória ram de qualquer navegador e ainda assim manter ele leve? Seria muito bom não é verdade? Conheça o Firemin. Originalmente o Firemin foi desenvolvido para controlar melhor a utilização de recursos do navegador da raposa. O Windows tem um processo parecido com respeito ao uso da memória ram o processo chama gerenciamento de memória ram, talvez você já ouviu falar. Já o Firemin executa uma API de memória limpa, assim ele periodicamente faz uma limpeza da ram diretamente ligada ao navegador escolhido. Em outras palavras o Firemin irá tentar diminuir o vazamento de memória do Firefox e assim diminuir a quantidade de memória que o Firefox usa. O Firemin foi desenvolvido para o navegador da “Raposa”, no entanto ele funciona muito bem em outros navegadores. Já testado em todos os navegadores que usam o código fonte do Chrome ele também funciona com Opera e Vivaldir. Configurando: Se você usa como navegador padrão o Mozilla Firefox basta instalar o Firemin e abrir ele e configurá-lo para abrir junto toda vez que o navegador for aberto. Más para outros navegadores o processo é diferente você precisar acha o executável, ou seja, o arquivo .EXE do navegador desejado, para adicionar ele no painel do Firemin. Pontos negativos: A proposta é muito boa, más ele só funciona com apenas um navegador por vez, assim você pode escolher um browser de sua preferencia e aplicar o efeito do Firemin. O método usado pelo Firemin nunca foi comprovado e tão pouco será, então para muitos ele não funciona, para outros sim. Aqui a lógica permanece, se funcionar para você use, se não, não use simples assim. Código aberto: Uma das razões que fazem desse app uma ferramenta de crédito é que seu código é aberto, ou seja, ele é Open Source. Qualquer programa pode verificar seu código fonte e concluir que não se trata de pegadinha para enganar o sistema. Autor brancomago Enviado 01-05-2020 Categoria Internet e Navegadores  
  7. O que é wsappx? O processo wsappx inclui dois serviços de segundo plano separados. No Windows 8 e no 10, o wsappx inclui o Serviço de Implantação AppX (AppXSVC). No Windows 10, você também verá o Serviço de Licenças de Cliente (ClipSVC). Já no Windows 8, você tem o Serviço de Instalação da Microsoft Store (WSService) no lugar do ClipSVC. Se você ver o processo wsappx em execução no Gerenciador de Tarefas, expanda-o, e verá um ou ambos os subserviços em execução (dependendo de qual versão do Windows você está usando). Esses serviços lidam com a instalação, remoção e atualização de aplicativos da Loja do Windows, além de garantir que estejam devidamente licenciados. Vamos analisar cada um desses serviços. O que é o AppXSVC? O AppXSVC "implanta" os aplicativos da Loja. Esses aplicativos da "Plataforma Universal do Windows" são distribuídos em pacotes .AppX, daí o nome. Em outras palavras, esse processo é usado para instalar, desinstalar e atualizar os aplicativos da Loja. O Windows atualiza automaticamente os aplicativos da Loja em segundo plano, e muitos dos aplicativos incluídos no Windows - como o E-Mail e o Paint 3D - se encaixam nessa categoria. Os aplicativos tradicionais de área de trabalho do Windows usam recursos de CPU e disco quando você os instala, remove ou atualiza também. A única diferença é que, ao trabalhar com aplicativos da loja, você vê os recursos usados pelo AppXSVC em vez do instalador do programa individual. Se você ver esse processo em execução quando não estiver instalando aplicativos, e mesmo se nunca usar esses aplicativos, é porque o Windows os está atualizando em segundo plano. Isso também explica por que, às vezes, você pode ver esse processo usando recursos de CPU e disco em segundo plano. O que é o Serviço de Licenças de Cliente (ClipSVC)? No Windows 10, o serviço de segundo plano do ClipSVC lida com "suporte à infraestrutura" para a Loja. Segundo a Microsoft, os aplicativos comprados da Loja no seu sistema "não se comportarão corretamente" se você desativá-lo. Esse serviço provavelmente faz várias coisas diferentes, que permitem que os aplicativos da Loja sejam executados corretamente. De acordo com seu nome, seus deveres incluem gerenciamento de licenças, o que garante que você só pode executar aplicativos da Loja pelos quais você pagou. Isso é um recurso anti-pirataria. Além disso, a Microsoft não explicou quais outros recursos esse serviço oferece aos aplicativos Store. O que é o Serviço de Instalação da Microsoft Store (WSService)? No Windows 8, o serviço em segundo plano do WSService também lida com "suporte à infraestrutura" para a Loja. Na verdade, o serviço ClipSVC no Windows 10 e o serviço WSService no Windows 8 têm descrições essencialmente idênticas na interface Serviços. O processo WSService parece ser basicamente a mesma coisa que o ClipSVC. Apenas é nomeado de forma diferente no Windows 8. Você não verá o processo WSService no Windows 10. Por que o Wsappx usa tanto CPU? O serviço wsappx geralmente usa apenas uma quantidade notável de CPU quando o seu PC está instalando, desinstalando ou atualizando os aplicativos da Loja. Isso pode ter ocorrido porque você optou por instalar ou desinstalar um aplicativo, ou porque a Loja está atualizando automaticamente os aplicativos em seu sistema. Se você realmente não se importa com esses aplicativos incluídos, pode configurar o Windows Store para não atualizar automaticamente seus aplicativos. Para fazer isso, abra a Loja, clique no ícone do usuário no canto superior direito da janela e selecione a opção "Configurações". Defina o controle deslizante "Atualizar aplicativos automaticamente" para a posição "Desativado". Quando quiser atualizar seus aplicativos, você pode retornar à Loja, clicar no ícone do seu perfil de usuário e selecionar a opção "Downloads e atualizações". Esta tela exibe todas as atualizações para seus aplicativos instalados e permite instalá-los. Essa solução impede que o serviço wsappx use a CPU para atualizar aplicativos em segundo plano, embora você não receba automaticamente as atualizações mais recentes do aplicativo. Quando você atualiza manualmente os aplicativos, ainda usa recursos do sistema, como CPU e RAM, mas pelo menos pode escolher quando eles são usados. A Microsoft atualiza frequentemente os aplicativos incluídos no Windows, incluindo o E-Mail, o Movies e o TV, o OneNote, o Photos e a Calculadora. Portanto, não recomendamos desativar esse recurso se você usar algum deles. Posso desativar o Wsappx? Você não pode desativar esses processos. Eles não são executados automaticamente em segundo plano. Eles são lançados conforme necessário e fecham quando não são necessários. Por exemplo, inicie um aplicativo da Loja, e você verá o ClipSVC aparecer. Abra a Windows Store, e você verá o AppXSVC aparecer. Instale ou desinstale um aplicativo e você verá o AppX usando alguns recursos do sistema para concluir o processo. Se você tentar desativar o processo wsappx do Gerenciador de Tarefas, o Windows avisa que o sistema ficará inutilizável ou será desligado. Também não há como desabilitar forçosamente o wsappx no utilitário Serviços. Mesmo se você pudesse impedir a execução desses processos, não seria uma boa ideia. Eles são uma parte crítica do Windows 10, e só são executados quando necessário. Além disso, eles usam muito poucos recursos do sistema, pelo menos na maioria das vezes. Eles só usam recursos do sistema quando você instala, desinstala ou atualiza um aplicativo da Loja - e você pode configurar o Windows para não fazer isso em segundo plano, se quiser. O Wsappx é um vírus? O software wsappx é uma parte do próprio Windows 10. Não há nenhum caso de malware se disfarçando como os processos wsappx, AppXSVC, ClipSVC ou WSService. No entanto, se você estiver preocupado com malware, é sempre uma boa ideia executar uma varredura com seu programa antivírus preferido, para verificar se há algo perigoso em seu sistema.
  8. O que é wsappx no WIndows 8 e Windows 10? O que é wsappx? O processo wsappx inclui dois serviços de segundo plano separados. No Windows 8 e no 10, o wsappx inclui o Serviço de Implantação AppX (AppXSVC). No Windows 10, você também verá o Serviço de Licenças de Cliente (ClipSVC). Já no Windows 8, você tem o Serviço de Instalação da Microsoft Store (WSService) no lugar do ClipSVC. Se você ver o processo wsappx em execução no Gerenciador de Tarefas, expanda-o, e verá um ou ambos os subserviços em execução (dependendo d Autor Chakal Categoria Sistemas Operacionais Enviado 01-05-2020 14:04  
  9. Visualizar arquivo Revo Uninstaller O Revo Uninstaller é um desinstalador para o Microsoft Windows. Ele desinstala programas e remove adicionalmente quaisquer arquivos e entradas de registro do Windows deixados para trás pelo desinstalador do programa ou pela função de desinstalação do Windows. Habitualmente, o nosso sistema operativo inclui algumas ferramentas de manutenção, mas elas não são tão boas como era de esperar, e é por isso que lhe oferecemos novas ferramentas que irão satisfazer as suas necessidades. O Revo Uninstaller é uma ferramenta de manutenção que pode gerir as suas aplicações instaladas, mas também inclui ferramentas de otimização. De início iremos encontrar um poderoso desinstalador que não deixará rastro dos programas removidos, Graças ao Revo Uninstaller, esses ficheiros de lixo habitualmente esquecidos por outros desinstaladores irão desaparecer do seu sistema. Além disso, iremos encontrar uma ferramenta de gestão de arranque, atalho, removedor,... Se quiser ter um PC tão limpo como no primeiro dia, o Revo Uninstaller irá ajudá-lo. Autor [E] Allanatulu Enviado 27-04-2020 Categoria Utilitários  
  10. Visualizar arquivo ISO Windows 7-Pro 8.1-Pro e 10-PRO - All in One Isso mesmo que você leu Windows 7-Pro. 8.1-Pro e 10-Pro em uma única ISO Windows 10 Pro x64 Windows 8.1 Pro x64 Windows 7 Professional x64 Ativação depende de uma licença original e/ou alguma ferramenta que o usuário tenha. Gravar em um Pen Drive de 16 GB Autor Washington-Sergio Enviado 23-04-2020 Categoria Sistemas Operacionais  
  11. Opá pessoal, Nesse tutorial irei explicar como recuperar arquivos deletados ou formatados acidentalmente do seu PEN DRIVE. Para realizar esse teste um software de recuperação de dados disponível no mercado a 13 anos. Confesso que nunca acreditei nesse tipo de produto até precisar recorrer a um. Os resultados foram bem rápidos e realmente recuperou meus arquivos. Nesse teste eu formato AO VIVO meu pen drive e realizo a restauração dos arquivos. Todos os meus arquivos (EXCEL / WORD / VÍDEO MKV) foram recuperados com sucesso. Também tentei recuperar alguns arquivos de uma pasta do meu computador, mas não obtive sucesso - PORÉM tenho que levar em consideração que eu não deixei terminar o processo! Pré Requisito Software : http://bit.ly/2Tn3tbT Tutorial 1. Faça o download do EaseUS Data Recovery Wizard Professional - após acessar clique em TESTE GRATUITO. 2. Após instala-lo, execute-o - irá mostrar imediatamente todas as suas unidades disponíveis. 3. Selecione a UNIDADE desejada - no meu caso KINGSTON (E:) e clique em DIGITALIZAR. 4. O software vai mostrar o tempo restante, no meu caso foi aproximadamente 10 minutos. 5. Após a finalização, clique em ARQUIVOS RAW e selecione as pastas ou tipos de arquivos desejados. Na foto abaixo eu selecionei CAMERA (fotos) / WORD (arquivo de textos) e OTHER (mkv files e EXCEL). 6. Basta clicar em RECUPERAR, EaseUS Data Recovery Wizard Professional vai perguntar a pasta que deseja salvar os arquivos. Basta escolher e dar OK. 7. Pronto, ele vai direciona-lo para a pasta contendo os arquivos. Segue foto do RESULTADO. Considerações Finais Como mencionado acima, estou surpreso pela qualidade e rapidez do software, nunca imaginei que um software de recuperação de dados fosse tão eficiente e rápido e que principalmente FUNCIONASSE. No vídeo realizei dois testes e apenas o segundo deu certo, porém somente o segundo teste eu deixei as buscas serem concluídas. Não é a primeira vez que uso esse software de recuperação de dados - já recuperei quase 40 GB de fotos de um HD que tinha sido formatado duas vezes após ser enviado para a assistência técnica. Considero ele um MOST HAVE dos softwares para uma empresa, acidentes acontece - ninguém está livre de apagar seus arquivos ou formatar seu computador por acidentes. Se ainda não ficou claro como usar o software, a empresa EaseUS possuí um tutorial que explica todos os detalhes nesse link.
  12. Se você quer zoar seus amigos simulando uma atualização INFINITA de sistema operacional, é bem fácil! Acesse http://fakeupdate.net/ Clique na tela correspondente ao sistema operacional desejado. Aperte F11 para deixar a tela em FULLSCREEN. Aí é só olhar o tonto esperando terminar a atualização.
  13. 1 - Abra a janela Executar do Windows utilizando o atalho Windows+R e digite “diskpart”. Com isso, abrirá uma janela com o Prompt de Comando; 2 - Digite “list volume” e aperte a tecla Enter. Assim, surgirá uma lista com todas as partições do disco rígido; 3 - Verifique a letra da partição que gostaria de ocultar e veja qual o volume relacionado a ela. No nosso caso, esconderemos a letra “D” no “Volume 1”; 4 - Utilizando o nosso exemplo, digite “select volume 1”. Mude o número do volume de acordo com sua necessidade; 5 - Para finalizar, digite “remove letter D”, pois está relacionado ao Volume 1 que acabamos de selecionar. Apesar do nome “Remove” (Remover), ele não apagará os dados, apenas ocultará a partição. Para aplicar a modificação, reinicie o computador. Mostrar a partição oculta Caso queira mostrar a partição escondida anteriormente e reativar os dados gravados nela, refaça o procedimento descrito nos itens 1 e 2 deste artigo. Em seguida, localize a partição que gostaria de reativar e digite “select volume 1”. Da mesma forma que anteriormente, mude o número do volume de acordo com o desejado. A próxima etapa depende do sistema operacional utilizado. Para o Windows XP, digite “assign letter D”. Para os Windows 7 e Vista, digite “assign letter=D”. Assim, todos os arquivos desse volume estarão disponíveis novamente para uso. Testei no Windows 10 e deu certinho.
  14. Como ocultar qualquer drive do Sistema no Windows 10 1 - Abra a janela Executar do Windows utilizando o atalho Windows+R e digite “diskpart”. Com isso, abrirá uma janela com o Prompt de Comando; 2 - Digite “list volume” e aperte a tecla Enter. Assim, surgirá uma lista com todas as partições do disco rígido; 3 - Verifique a letra da partição que gostaria de ocultar e veja qual o volume relacionado a ela. No nosso caso, esconderemos a letra “D” no “Volume 1”; 4 - Utilizando o nosso exemplo, digite “select volume 1”. Mude o n Autor 403 - Forbiddeen Categoria Sistemas Operacionais Enviado 16-09-2019 21:02  
  15. Olá Amigos, trago para vcs a possibilidade de usar a Rede Privada, que traz bem mais segurança para seu Sistema. Então como na imagem a seguir mostra, a minha Rede está Pública, ... ... logo vamos Nomear ela e deixar Privada usando o regedit. Vá em pesquisar na Barra de Tarefas do Windows, e digite regedit e confirme. Logo em seguida vá até o local indicado pela linha vermelha, como no exemplo da imagem abaixo. Neste endereço precisamos alterar duas chaves, que são respectivamente ProfileName e Category. Como Vcs veem na Imagem, ProfileName será o nome que daremos a Rede, neste caso esta White House, irei alterar para RaphaeL, para fazer a alteração basta clicar duas vezes na chave e depois confirmar. Logo em seguida iremos alterar Category, se vc notar no final tem (0), esse é valor da Rede Pública, iremos alterar então para 1. Veja a imagem a seguir com as alterações que fiz. Espero que gostem dessa dica e explicação. Tentei ser o mais direto possível. Se for da aprovação de todos quem sabe faço outros... Abraço e Cuidado quando for realizar uma configuração no Regedit se não for claro para vc a operação ou não tiver seguindo um Tutorial.
  16. Como deixar a sua Rede Privada sem Mistérios Olá Amigos, trago para vcs a possibilidade de usar a Rede Privada, que traz bem mais segurança para seu Sistema. Então como na imagem a seguir mostra, a minha Rede está Pública, ... ... logo vamos Nomear ela e deixar Privada usando o regedit. Vá em pesquisar na Barra de Tarefas do Windows, e digite regedit e confirme. Logo em seguida vá até o local indicado pela linha vermelha, como no exemplo da imagem abaixo. Neste endereço precisamos alterar duas chaves, que são resp Autor Anonymous_Ti Categoria Sistemas Operacionais Enviado 12-07-2019 07:21  
  17. Como criar falsas atualizações do Windows/Steam/Mac e enganar seus amigos Se você quer zoar seus amigos simulando uma atualização INFINITA de sistema operacional, é bem fácil! Acesse http://fakeupdate.net/ Clique na tela correspondente ao sistema operacional desejado. Aperte F11 para deixar a tela em FULLSCREEN. Aí é só olhar o tonto esperando terminar a atualização. Autor 403 - Forbiddeen Categoria Hacker | Invasão Enviado 19-02-2019 16:01  
  18. Visulizar Arquivo Whatsapp Web para Windows Por ser o mensageiro mais popular da atualidade, o WhatsApp dispensa apresentações. Se você está nessa página a fim de baixá-lo, certamente é porque já conhece e usa o software em seu smartphone. A novidade, entretanto, é que, agora, você pode conversar com seus amigos e familiares utilizando um programa nativo para o Windows na sua Área de trabalho. Até então, se você quisesse utilizar o mensageiro no PC, era preciso acessar o WhatsApp Web através do navegador. Isso, entretanto, não pode ser considerado uma solução definitiva para muita gente que não tem um PC muito potente e não quer ter que manter mais uma guia do Chrome ou de outro browser continuamente aberta. Falando nisso, o WhatsApp Web é conhecido por fazer o Google Chrome travar. Mesmo em dispositivos mais robustos, já vimos o poder destrutivo dessa aplicação online, que consegue derrubar o navegador da Google de seu pedestal sempre que deseja. Se você usa o Windows 8, use a versão 32bits, já quem usa Windows 10, use a versão 64bits. Autor 403 - Forbiddeen Enviado 20-04-2019 Categoria Utilitários  
  19. Eu fiquei com meses com 'restos' de jogos das MICROSOFT. Tentei de tudo para retirar a pasta mas não consegui. Aí descobri como fazer usando o software IObit Unlocker. Diferente de outros softwares - ele é seguro e meu NORTON aprovou sua instalação. Vamos ao tutorial em vídeo, espero que gostem. É necessário fazer o download do
  20. Se você está na dúvida da hora de instalar um SOFTWARE e não sabe se o seu WINDOWS é 32 ou 64 bits, vou ensina-lo a descobrir de forma fácil. 1. Vá em MEU COMPUTADOR, botão direito do mouse e clique em PROPRIEDADES. Também funciona com atalho WINDOWS + PAUSE BREAK. 2. Em TIPO DE SISTEMA vai mostrar a informação. Na imagem abaixo diz que o meu é 64 Bits. Simples né?
  21. Como descobrir se seu Windows é 32 ou 64 Bits Se você está na dúvida da hora de instalar um SOFTWARE e não sabe se o seu WINDOWS é 32 ou 64 bits, vou ensina-lo a descobrir de forma fácil. 1. Vá em MEU COMPUTADOR, botão direito do mouse e clique em PROPRIEDADES. Também funciona com atalho WINDOWS + PAUSE BREAK. 2. Em TIPO DE SISTEMA vai mostrar a informação. Na imagem abaixo diz que o meu é 64 Bits. Simples né? Autor 403 - Forbiddeen Categoria Sistemas Operacionais Enviado 07-02-2019 10:51  
  22. O alto consumo da CPU pela tarefa 'Windows Modules Installer Worker' é um erro comum nas máquinas com Windows, especialmente em computadores que executam o Windows 10. Você encontrará esse erro quando a ferramenta de instalação de módulos do Windows não estiver sendo responsiva no gerenciador de tarefas, causando o alto uso da CPU e conseqüentemente, a lentidão do PC. Mas a boa notícia é que você pode corrigir esse erro facilmente. Explore métodos diferentes para resolver esse erro. Se um método não funcionar para você, tente outro. Nós testamos todos esses métodos. Eles são seguros e funcionam para 99% dos usuários com essa falha no PC. O que é o Windows Modules Installer Worker? O Windows Modules Installer Worker é uma ferramenta incorporada no sistema operacional Windows, e serve para verificar se há atualizações. Seu sistema operacional atualiza e corrige bugs usando essa ferramenta. Para fazer seu trabalho, o processo Windows Modules Installer Worker faz um alto uso do disco, sendo executado em segundo plano. Às vezes, pode deixar de responder ao verificar atualizações e corrigir bugs. Como resultado, seu sistema pode ficar muito lento ou completamente sem resposta. Se você está tendo esse problema do Windows Modules Installer Worker, nós vamos sugerir algumas soluções. Abaixo, você aprenderá a corrigir o problema e manter seu computador funcionando sem interrupções adicionais. Como corrigir o alto uso da CPU pelo Windows Modules Installer Worker? É fácil resolver esse erro comum desde que você siga as instruções abaixo. Método 1: Desativar as atualizações automáticas do Windows Como explicado anteriormente, o erro do Windows Modules Installer Worker geralmente ocorre quando você tem um problema com as atualizações automáticas do Windows. É mais comum entre os usuários do Windows 10, mas também pode acontecer com as versões do Windows 7 e 8. Um dos métodos mais fáceis de resolver o uso excessivo de CPU do Windows é deixar as atualizações no modo 'manual'. Com isso feito, o processo do Windows Update não é executado em segundo plano. Como resultado, ele não ficará sem resposta e não consumirá mais os recursos do sistema. Siga os passos abaixo para resolver este problema. Você aprenderá a desabilitar o Windows Modules Installer Worker. NOTA: Se este método não funcionar para você, use o método 2, onde ensinamos o TIWORKER.EXE. Passo 1 Pressione o botão do Windows + R no teclado. Agora digite 'services.msc' e clique em OK. Passo 2 Uma nova janela aparecerá. Agora, pesquise por "instalador do módulo do Windows" depois de clicar no ícone de pesquisa no canto superior direito da janela. Passo 3 Depois de ter encontrado o Instalador do Módulo do Windows, clique duas vezes nele. Você verá uma nova janela. Localize 'Tipo de Inicialização' (como visto na figura abaixo). Mude de "automático" para "manual". Clique em OK na parte inferior da janela. Passo 4 Agora volte para a janela services.msc. Procure por 'Windows Update' desta vez e defina-o como 'manual'. Basta clicar duas vezes e alterar o tipo de inicialização, como fez na etapa anterior. Passo 5 Agora pesquise na barra do Windows por 'Windows Update' e abra o serviço. Vá em "verificar se há atualização, mas deixe-me escolher se deseja fazer o download e instalá-los". Clique em OK e feche todas as janelas. Passo 6 Reinicie seu computador. Depois que o computador for reiniciado, você terá a atualização 'manual' ativada. Certifique-se de verificar manualmente o Windows para atualizações em intervalos regulares. Seu computador não atualizará mais automaticamente. A falta de atualizações importantes pode tornar o seu sistema operacional instável, e causar vários problemas de desempenho. Método 2: Corrigir o TIWORKER.EXE Às vezes, o gerenciador de tarefas indica alto uso da CPU, mesmo quando você altera as atualizações 'automáticas' para atualizações 'manuais'. Em tais casos, o problema é devido ao tiworker.exe. Este arquivo executável também está conectado ao Windows Update. Quando o tiworker.exe está causando alto uso da CPU, você pode simplesmente corrigi-lo seguindo as etapas abaixo. Passo 1 Os usuários do Windows 10 devem pressionar o botão Iniciar do Windows e procurar por "Verificar o status do computador e resolver problemas". Clique para ir para a página de solução de problemas dedicada. Para usuários em versões mais antigas do Windows, basta pesquisar em Solução de problemas no painel de controle. Passo 2 Na nova janela, clique em “Manutenção” e depois em "Iniciar Manutenção". Seu computador começará a detectar problemas no seu sistema. Levará um minuto ou mais. Uma vez feito, você deve reiniciar seu computador. Método 3: Executar uma inicialização limpa O último passo que você pode dar para resolver seu problema é executar uma inicialização limpa. Você estará fazendo isso através da ferramenta "MSConfig", encontrada m todas as versões do Windows. Esta ferramenta permite encontrar os arquivos indesejados e temporários em seu sistema. Ao excluí-los, você pode liberar uma certa quantidade de espaço. Além disso, liberará sua CPU de serviços e processos indesejados. Conseqüentemente, você experimentará um uso reduzido da CPU. Passo 1 Clique no botão Windows e digite msconfig.exe. Uma vez encontrado, abra-o. Depois de ver a janela do MSConfig, basta selecionar a inicialização normal. Pressione OK. Agora vá em frente e reinicie o computador seguindo as instruções na tela. Passo 2 Após a reinicialização, você não deve ver um alto uso da CPU. Você pode abrir quantos aplicativos quiser sem se preocupar com o fato de seu computador ficar terrivelmente lento. Estes são os métodos mais comuns para corrigir o problema do Windows Installer. Esperamos que um dos métodos tenha resolvido seus problemas. Caso contrário, atualize o hardware do seu sistema. Fonte: OficinaNet.
  23. Windows: Como resolver quando o processo 'Windows Modules Installer Worker' deixa o PC lento? O alto consumo da CPU pela tarefa 'Windows Modules Installer Worker' é um erro comum nas máquinas com Windows, especialmente em computadores que executam o Windows 10. Você encontrará esse erro quando a ferramenta de instalação de módulos do Windows não estiver sendo responsiva no gerenciador de tarefas, causando o alto uso da CPU e conseqüentemente, a lentidão do PC. Mas a boa notícia é que você pode corrigir esse erro facilmente. Explore métodos diferentes para resolver esse erro. Se um método não funcionar para você, tente outro. Nós testamos todos esses métodos. Eles são seguros e funcionam para 99% dos usuários com essa falha no PC. O que é o Windows Modules Installer Worker? O Windows Modules Installer Worker é uma ferramenta incorporada no sistema operacional Windows, e serve para verificar se há atualizações. Seu sistema operacional atualiza e corrige bugs usando essa ferramenta. Para fazer seu trabalho, o processo Windows Modules Installer Worker faz um alto uso do disco, sendo executado em segundo plano. Às vezes, pode deixar de responder ao verificar atualizações e corrigir bugs. Como resultado, seu sistema pode ficar muito lento ou completamente sem resposta. Se você está tendo esse problema do Windows Modules Installer Worker, nós vamos sugerir algumas soluções. Abaixo, você aprenderá a corrigir o problema e manter seu computador funcionando sem interrupções adicionais. Como corrigir o alto uso da CPU pelo Windows Modules Installer Worker? É fácil resolver esse erro comum desde que você siga as instruções abaixo. Método 1: Desativar as atualizações automáticas do Windows Como explicado anteriormente, o erro do Windows Modules Installer Worker geralmente ocorre quando você tem um problema com as atualizações automáticas do Windows. É mais comum entre os usuários do Windows 10, mas também pode acontecer com as versões do Windows 7 e 8. Um dos métodos mais fáceis de resolver o uso excessivo de CPU do Windows é deixar as atualizações no modo 'manual'. Com isso feito, o processo do Windows Update não é executado em segundo plano. Como resultado, ele não ficará sem resposta e não consumirá mais os recursos do sistema. Siga os passos abaixo para resolver este problema. Você aprenderá a desabilitar o Windows Modules Installer Worker. NOTA: Se este método não funcionar para você, use o método 2, onde ensinamos o TIWORKER.EXE. Passo 1 Pressione o botão do Windows + R no teclado. Agora digite 'services.msc' e clique em OK. Passo 2 Uma nova janela aparecerá. Agora, pesquise por "instalador do módulo do Windows" depois de clicar no ícone de pesquisa no canto superior direito da janela. Passo 3 Depois de ter encontrado o Instalador do Módulo do Windows, clique duas vezes nele. Você verá uma nova janela. Localize 'Tipo de Inicialização' (como visto na figura abaixo). Mude de "automático" para "manual". Clique em OK na parte inferior da janela. Passo 4 Agora volte para a janela services.msc. Procure por 'Windows Update' desta vez e defina-o como 'manual'. Basta clicar duas vezes e alterar o tipo de inicialização, como fez na etapa anterior. Passo 5 Agora pesquise na barra do Windows por 'Windows Update' e abra o serviço. Vá em "verificar se há atualização, mas deixe-me escolher se deseja fazer o download e instalá-los". Clique em OK e feche todas as janelas. Passo 6 Reinicie seu computador. Depois que o computador for reiniciado, você terá a atualização 'manual' ativada. Certifique-se de verificar manualmente o Windows para atualizações em intervalos regulares. Seu computador não atualizará mais automaticamente. A falta de atualizações importantes pode tornar o seu sistema operacional instável, e causar vários problemas de desempenho. Método 2: Corrigir o TIWORKER.EXE Às vezes, o gerenciador de tarefas indica alto uso da CPU, mesmo quando você altera as atualizações 'automáticas' para atualizações 'manuais'. Em tais casos, o problema é devido ao tiworker.exe. Este arquivo executável também está conectado ao Windows Update. Quando o tiworker.exe está causando alto uso da CPU, você pode simplesmente corrigi-lo seguindo as etapas abaixo. Passo 1 Os usuários do Windows 10 devem pressionar o botão Iniciar do Windows e procurar por "Verificar o status do computador e resolver problemas". Clique para ir para a página de solução de problemas dedicada. Para usuários em versões mais antigas do Windows, basta pesquisar em Solução de problemas no painel de controle. Passo 2 Na nova janela, clique em “Manutenção” e depois em "Iniciar Manutenção". Seu computador começará a detectar problemas no seu sistema. Levará um minuto ou mais. Uma vez feito, você deve reiniciar seu computador. Método 3: Executar uma inicialização limpa O último passo que você pode dar para resolver seu problema é executar uma inicialização limpa. Você estará fazendo isso através da ferramenta "MSConfig", encontrada m todas as versões do Windows. Esta ferramenta permite encontrar os arquivos indesejados e temporários em seu sistema. Ao excluí-los, você pode liberar uma certa quantidade de espaço. Além disso, liberará sua CPU de serviços e processos indesejados. Conseqüentemente, você experimentará um uso reduzido da CPU. Passo 1 Clique no botão Windows e digite msconfig.exe. Uma vez encontrado, abra-o. Depois de ver a janela do MSConfig, basta selecionar a inicialização normal. Pressione OK. Agora vá em frente e reinicie o computador seguindo as instruções na tela. Passo 2 Após a reinicialização, você não deve ver um alto uso da CPU. Você pode abrir quantos aplicativos quiser sem se preocupar com o fato de seu computador ficar terrivelmente lento. Estes são os métodos mais comuns para corrigir o problema do Windows Installer. Esperamos que um dos métodos tenha resolvido seus problemas. Caso contrário, atualize o hardware do seu sistema. Fonte: OficinaNet. Autor Chakal Categoria Sistemas Operacionais Enviado 07-01-2019 19:16  
  24. Se você tem arquivos no computador que gostaria de manter em segredo, saiba que, no Windows 10, você pode dobrar sua segurança com usando arquivos inomináveis em uma pasta secreta e protegida por senha. E o melhor é que você não precisará de nenhum software para isso. Se ficou interessado, siga lendo esse tutorial e aprenda como proteger com senha uma pasta no Windows 10. Coisas a fazer antes de começar Por precaução, experimente inserir senha em um arquivo que não seja importante, para que você possa ter certeza de que funciona. Além disso, sim, o arquivo FolderLocker pode ser submetido a engenharia reversa por alguém que entende o processo. Mas inserir senha em pastas ajuda a manter longe de seus arquivos pessoais os membros da família intrometidos ou pessoas em quem você não confia. Veja como criar uma pasta com senha para manter arquivos em segredo. Como bloquear uma pasta com uma senha no Windows 10 1. Crie uma pasta e coloque seus arquivos que deseja proteger dentro dela. Para isso, basta clicar com o botão direito do mouse sobre um local sem nada, escolher a opção "novo" e depois, a opção "pasta", conforme a imagem abaixo. Criar nova pasta. 2. Coloque dentro dessa nova pasta os arquivos que você deseja proteger. Dentro dessa mesma pasta, clique com o botão direito do mouse, selecione a opção "novo" e depois, "Documento de texto". Crie um novo documento dentro da pasta. 3. Agora, renomeie este novo documento como "FolderLocker.bat" (para isso, você pode selecionar a pasta clicando apenas uma vez sobre ela, e clicar na tecla F2 do seu teclado). Renomeie a pasta como "FolderLocker.bat". 4. Dentro da pasta, cole o seguinte texto (após, clique simultaneamente nas teclas Ctrl + S para salvar): cls @ECHO OFF title Folder Locker if EXIST “Control Panel.{21EC2020-3AEA-1069-A2DD-08002B30309D}” goto UNLOCK if NOT EXIST Locker goto MDLOCKER :CONFIRM echo Are you sure u want to Lock the folder(Y/N) set/p “cho=>” if %cho%==Y goto LOCK if %cho%==y goto LOCK if %cho%==n goto END if %cho%==N goto END echo Invalid choice. goto CONFIRM :LOCK ren Locker “Control Panel.{21EC2020-3AEA-1069-A2DD-08002B30309D}” attrib +h +s “Control Panel.{21EC2020-3AEA-1069-A2DD-08002B30309D}” echo Folder locked goto End :UNLOCK echo Enter password to Unlock folder set/p “pass=>” if NOT %pass%==Your-Password-Here goto FAIL attrib -h -s “Control Panel.{21EC2020-3AEA-1069-A2DD-08002B30309D}” ren “Control Panel.{21EC2020-3AEA-1069-A2DD-08002B30309D}” Locker echo Folder Unlocked successfully goto End :FAIL echo Invalid password goto end :MDLOCKER md Locker echo Locker created successfully goto End :End Cole o texto dentro do documento e salve. 4. Encontre onde está escrito "Your-Password-Here" e substitua pela senha com a qual você deseja bloquear a pasta (após, clique simultaneamente nas teclas Ctrl + S para salvar). Substitua o trecho por sua senha e salve. 5. Esse passo é muito importante: Seu arquivo está na extensão .txt. Renomeie ele (F2), apague o final .txt e deixe na extensão .bat. O Windows exibirá uma mensagem alertando que o arquivo pode se tornar inutilizável. Confirme e salve. 6. A pasta do Locker foi gerada! Mova os arquivos que você deseja proteger para dentro da pasta “Locker”, pois ela será a pasta com senha. 7. Agora, tente abri o arquivo FolderLocker com um duplo clique sobre ela. Você notará o surgimento automático de uma pasta chamada Locker. 8. Abra novamente o arquivo FolderLocker.bat. Digite Y e dê um Enter. Digite Y e depois, Enter. 9. Abra novamente o arquivo FolderLocker.bat. e entre com a senha que você definiu no arquivo .bat. Pronto, agora você tem uma pasta com senha! Se quiser mais segurança, você pode ocultar o arquivo .bat, a fim de dificultar o acesso de intrusos. Windows anterior ao 10 Se você possui um sistema operacional mais antigo, poderá usar o software Folder Lock, compatível com Windows XP, Windows Vista e Windows 7. 1. Primeiramente, você terá que criar uma “senha mestra”. Insira a senha e marque a opção na caixa. 2. Após, Vá em Shred Files > Add Item Shred e escolha a pasta que deseja proteger com senha. Fonte: OficinaNet.
  25. Windows: Como proteger com senha uma pasta Se você tem arquivos no computador que gostaria de manter em segredo, saiba que, no Windows 10, você pode dobrar sua segurança com usando arquivos inomináveis em uma pasta secreta e protegida por senha. E o melhor é que você não precisará de nenhum software para isso. Se ficou interessado, siga lendo esse tutorial e aprenda como proteger com senha uma pasta no Windows 10. Coisas a fazer antes de começar Por precaução, experimente inserir senha em um arquivo que não seja importante, para que você possa ter certeza de que funciona. Além disso, sim, o arquivo FolderLocker pode ser submetido a engenharia reversa por alguém que entende o processo. Mas inserir senha em pastas ajuda a manter longe de seus arquivos pessoais os membros da família intrometidos ou pessoas em quem você não confia. Veja como criar uma pasta com senha para manter arquivos em segredo. Como bloquear uma pasta com uma senha no Windows 10 1. Crie uma pasta e coloque seus arquivos que deseja proteger dentro dela. Para isso, basta clicar com o botão direito do mouse sobre um local sem nada, escolher a opção "novo" e depois, a opção "pasta", conforme a imagem abaixo. Criar nova pasta. 2. Coloque dentro dessa nova pasta os arquivos que você deseja proteger. Dentro dessa mesma pasta, clique com o botão direito do mouse, selecione a opção "novo" e depois, "Documento de texto". Crie um novo documento dentro da pasta. 3. Agora, renomeie este novo documento como "FolderLocker.bat" (para isso, você pode selecionar a pasta clicando apenas uma vez sobre ela, e clicar na tecla F2 do seu teclado). Renomeie a pasta como "FolderLocker.bat". 4. Dentro da pasta, cole o seguinte texto (após, clique simultaneamente nas teclas Ctrl + S para salvar): Cole o texto dentro do documento e salve. 4. Encontre onde está escrito "Your-Password-Here" e substitua pela senha com a qual você deseja bloquear a pasta (após, clique simultaneamente nas teclas Ctrl + S para salvar). Substitua o trecho por sua senha e salve. 5. Esse passo é muito importante: Seu arquivo está na extensão .txt. Renomeie ele (F2), apague o final .txt e deixe na extensão .bat. O Windows exibirá uma mensagem alertando que o arquivo pode se tornar inutilizável. Confirme e salve. 6. A pasta do Locker foi gerada! Mova os arquivos que você deseja proteger para dentro da pasta “Locker”, pois ela será a pasta com senha. 7. Agora, tente abri o arquivo FolderLocker com um duplo clique sobre ela. Você notará o surgimento automático de uma pasta chamada Locker. 8. Abra novamente o arquivo FolderLocker.bat. Digite Y e dê um Enter. Digite Y e depois, Enter. 9. Abra novamente o arquivo FolderLocker.bat. e entre com a senha que você definiu no arquivo .bat. Pronto, agora você tem uma pasta com senha! Se quiser mais segurança, você pode ocultar o arquivo .bat, a fim de dificultar o acesso de intrusos. Windows anterior ao 10 Se você possui um sistema operacional mais antigo, poderá usar o software Folder Lock, compatível com Windows XP, Windows Vista e Windows 7. 1. Primeiramente, você terá que criar uma “senha mestra”. Insira a senha e marque a opção na caixa. 2. Após, Vá em Shred Files > Add Item Shred e escolha a pasta que deseja proteger com senha. Fonte: OficinaNet. Autor Chakal Categoria Sistemas Operacionais Enviado 07-01-2019 18:53  



  • Newsletter

    Want to keep up to date with all our latest news and information?
    Sign Up