Jump to content

Mercado de jogos eletrônicos aposta na tecnologia como verdadeira aliada para driblar pirataria


403 - Forbiddeen

510 views

Para mudar o conceito de que o Brasil seja campeão em jogos eletrônicos paralelos, o mercado de jogos eletrônicos aposta na tecnologia como aliada.

Os jogos eletrônicos no Brasil passaram por grandes transformações até atingir a popularidade desejada por seus idealizadores. Desde seu surgimento, o universo game criou uma verdadeira legião de fanáticos por jogos. Considerado um esporte muito popular, passou por várias alterações no decorrer da sua trajetória. 

Essa forma de diversão entre adultos e crianças esconde uma triste realidade para os idealizadores dos jogos eletrônicos, os games são fontes de uma fortuna inestimável no mercado paralelo e esse fato dificulta a indústria formal desse nicho de mercado.

O mercado paralelo da pirataria nos jogos eletrônicos

O sucesso desses jogos é incontestável e absoluto, capaz de unir pessoas e mover milhões. Mas esse mercado enfrentou, e enfrenta até os dias atuais, obstáculos desafiadores por conta da pirataria e das réplicas distribuídas por todo país.

A maior vilã para as grandes produtoras é a tributação sobre os produtos fabricados no Brasil, o que dificulta a produção de jogos com preços mais acessíveis em todo território nacional. Embora a pirataria tenha tornado mais popular o consumo desses jogos, o mercado se tornou algo relativamente frágil diante das diversas formas de plágio dessas tecnologias.

Assim, a indústria de jogos teve que se adaptar e criar estratégias inovadoras e mais viáveis para seu público alvo, investindo em aparelhos de última geração e mais atrativos para o universo dos games.

Segundo um levantamento da Betway, site de e-sports bets, o mercado gamer passou por inúmeras crises quando o assunto é pirataria e enfrentou barreiras para elevar ainda mais a evolução da popularidade dos jogos eletrônicos.

Para o universo dos games, mais do que um jogo, o game possui uma identidade entre os praticantes do esporte e os desafios para mantê-los atualizados e cada dia mais atrativos. Um grande desafio para a indústria de jogos eletrônicos, a pirataria ainda é um obstáculo a ser enfrentado diariamente.

Um dos produtos mais destacados no mercado dos jogos eletrônicos foi o Playstation. Esse lançamento foi indispensável à popularidade alcançada pela prática esportiva, ousada, em que a Microsoft não se acovardou diante da inexperiência e ousou com esse lançamento surpreendente.

playstation-g034d7c10f_1280.jpg

 

Games e o mercado paralelo

O mercado de jogos eletrônicos foi alvo de uma trajetória árdua e cruel, passando por grandes quedas por conta da pirataria e falsificação através de comércios paralelos. Por ser um produto eletrônico e de fácil acesso se tornou alvo de cópias grosseiras e movimentou o mercado de forma paralela.

Considerada uma praga na indústria de games, a pirataria teve o papel de popularizar a utilização de jogos eletrônicos, tornando o acesso menos oneroso para os praticantes desse esporte.

Porém, foi entre o final dos anos 90 e início dos anos de 2000 que a Playstation teve o seu lançamento, algo considerado uma inovação no universo game, revolucionando a utilização dessa tecnologia. O Playstation substituiu as fitas e cartuchos por modernos CD´s e juntamente com toda essa modernidade surgiu um mercado alternativo popularmente conhecido como pirataria.

Fatores negativos da pirataria para os jogos eletrônicos no Brasil

Os produtos pirateados podem ser facilmente encontrados em qualquer banca de camelô e vários outros comércios paralelos no Brasil, fato esse que contribuiu para a popularidade do jogo em todas as classes sociais.

As consequências para o setor de produtoras de jogos eletrônicos foram desastrosas com tamanho crescimento da pirataria para o setor econômico, uma vez que a oferta desses produtos no mercado paralelo movimentou milhões em réplicas e cópias.

Famosas e populares por possuírem preço infinitamente mais acessível aos usuários, as réplicas se tornaram um mercado à parte e atingiram o topo da popularidade entre os consumidores. Mais do que um novo conceito, os consumidores passaram a não ver motivos para adquirir um produto original.

Foi preciso desenvolver novas tecnologias capazes de driblar o mercado paralelo e transformar a história dos jogos eletrônicos no Brasil. Pensando nisso, em dezembro de 2006, com o lançamento do Xbox 360 no Brasil, que a popularidade do lançamento disparou ainda mais a aquisição de produtos paralelos. 

As produtoras se viram forçadas a repensarem sobre as consequências da pirataria e do contrabando no meio do esporte eletrônico e como poderiam desenvolver estratégias capazes de reduzir essa prática no país.

A Microsoft esbanjou ousadia ao lançar no mercado o Xbox, por ser considerada a menos experiente quando comparada com a Sony e a Nintendo, e seu produto se tornou sucesso de vendas em todo país.

O mercado de jogos eletrônicos ainda tem muita a explorar, mas depende de fiscalização para garantir que a tecnologia seja uma verdadeira aliada aos produtores e as variadas tendências.

 

 

0 Comments


Recommended Comments

There are no comments to display.

Create an account or sign in to comment

You need to be a member in order to leave a comment

Create an account

Sign up for a new account in our community. It's easy!

Register a new account

Sign in

Already have an account? Sign in here.

Sign In Now


    • Como Surgiram as Rodadas Grátis nos Casinos Online em Portugal?
      By Load in Notícia Gamer, Started
    • Um toque de um aplicativo longe do cassino
      By Load in Notícia Gamer, Started
    • Conheça a experiência de cassino ao vivo no Brasil
      By 403 - Forbiddeen in Notícia Gamer, Started
    • Ampla gama de opções de apostas e cassino na Spicy Bet Brasil
      By Load in Notícia Gamer, Started
×
×
  • Create New...

Important Information

Terms of Use Privacy Policy Guidelines