Assassin’s Creed: Valhalla promete ser um elo entre todos os jogos anteriores

 

O diretor de narrativa Darby McDevitt conta mais sobre a relação entre Assassin’s Creed: Valhalla e os outros títulos da franquia

A série Assassin’s Creed está em execução há quase 15 anos em um ritmo de lançamento quase anual (alguns anos tiveram mais de um título). Embora isso tenha mudado um pouco, com alguns anos de intervalo sendo colocados entre os lançamentos, para uma franquia que durou tanto tempo e com tantas entradas, certamente é de se esperar que alguma ligação possa existir entre os jogos.

Neste ano, a Ubisoft vai trazer de volta uma de suas franquias mais amadas com Assassin’s Creed: Valhalla. O jogo vai expandir a saga para os tempos nórdicos, trazendo um novo assassino principal em uma história completamente original, que dá continuidade ao que franquia está fazendo desde os jogos Origins e Odyssey. No entanto, Darby McDevitt, o diretor narrativo de Valhalla, afirmou que o novo game da franquia de assassinos será responsável por conectar os jogos mais recentes da série, que exploraram as histórias do Antigo Egito e o mundo da Grécia antiga. 

De acordo com ele, é uma expansão desse universo, que leva a um mundo repleto de conhecimento rico e “significativo” em todos os cantos:

“No que diz respeito à história [de ‘Valhalla’], nós continuamos a história que começamos em ‘Origins’ e demos continuidade em ‘Odyssey’. Nós pegamos aquilo e construímos de uma maneira bem grande. Nós também pensamos muito a respeito de como conectar esses jogos, ao menos a mitologia de todos os jogos, para sentir que tudo que fizemos nos games possui pequenas conexões nesse novo jogo. Mesmo se você for um fã ferrenho da série e for começar a escavar o que está além da superfície, pode demorar um ano para realmente perceber todos os detalhes que trouxemos à vida.”

 

Tudo está conectado!

Ele explicou um pouco mais dessa conexão e como o jogo se liga aos capítulos anteriores da saga. De acordo com Darby, a história tem pequenos detalhes que só serão encontrados depois que os jogadores completarem todo o modo de história. O diretor também deu a entender que o capítulo vai encerrar a história começada por Origins, supostamente afirmando que Valhalla realmente será uma grande culminação de tudo o que foi feito até agora, para amarrar todos os pontos soltos da saga de vez:

“Nós realmente tentamos fazer de uma forma que não é uma conexão barata, um easter-egg ou uma simples nota de rodapé no mapa dizendo ‘Edward logo estará aqui’. Nós tentamos desenvolver o mundo e narrativa de forma que tudo se conecte. As pessoas que fazem toda a campanha, que já fizeram 100% da história, eles levarão algumas semanas para ver todos os detalhes que colocamos aqui. Então não é apenas uma conclusão da história de Odyssey, é realmente uma boa reunião de tudo que aconteceu até agora. 

Eu não quero passar a impressão de que é o último jogo [da franquia]. Isso é algo que eu quero evitar, mas é um bom resumo.”

 

  • Curtir (+1) 1


4 Comments


Recommended Comments

Guest
Add a comment...

×   Pasted as rich text.   Paste as plain text instead

  Only 75 emoji are allowed.

×   Your link has been automatically embedded.   Display as a link instead

×   Your previous content has been restored.   Clear editor

×   You cannot paste images directly. Upload or insert images from URL.

  • Similar Content

    • By 403 - Forbiddeen
      Fala pessoal,  na análise de hoje irei falar a respeito do XBOX GAME PASS para PC! É uma ótima opção para quem está começando no mundo dos jogos de PC e ainda possuí poucos títulos. Por apenas R$ 13.99 (Preço promocional, breve será R$29) você tem acesso a mais de 100 títulos para PC. Para conseguir ter acesso a plataforma que administra os jogos, sua conta da Microsoft deve estar devidamente vinculada ao seu Windows 10, além claro de ter que instalar o Xbox (beta).

      Pode parecer caro investir R$ 13.99 mensalmente para ter vários títulos disponíveis, mas não é. Um jogo AAA custa em média R$ 120, o GAME PASS oferece vários títulos lançamentos em sua biblioteca por uma fração do valor. Eu mesmo zerei títulos como FORZA HORIZON 4 e The Outer Worlds pagando apenas R$ 1 do primeiro mês!

      Outro ponto importante é que constantemente eles disponibilizam títulos recém lançados, como por exemplo o STREET OF RAGES 4! Esse eu joguei graças aos vouncher da Trident! Não paguei nada e ainda joguei um lançamento incrível.
      Mas e aí, vale a pena? Na minha opinião sim! É um item indispensável para quem tem um filho pequeno que acabou de ganhar um PC mas não tem jogos ou montei seu PC recentemente. Fora que eles oferecem 1 mês de teste por míseros 1 real, então por apenas 1 real você poderá certeza se quer ou não manter a assinatura. Outra vantagem é que dá para cancelar quando quiser, eu mesmo já assinei umas 3 vezes mas sempre cancelava, já que o único plano que tinham era focado em XBOX e diversos títulos legais só funcionavam no vídeo game.
      Se você quer ter muitos jogos pagando pouco, eu recomendo! Confesso que deveria ter feito isso a muito tempo. Títulos que comprei recentemente como RAGE 2 e METRO EXODUS, foram comprados e nunca mais jogados... então se eu tivesse apenas a assinatura teria economizado uns 300 reais no mínimo.
      Valor
      Mais de 100 títulos e muitos AAA
      Dá para cancelar a qualquer hora

    • By Allanatulu
      Ver este tutorial Como criar um pendrive com várias versões do Windows
      Como criar um pendrive multiboot do Windows: 1. Baixe o programa Ventoy, extraia o arquivo ZIP e clique no arquivo “Ventoy2Disk.exe”. 2. Em seguida, selecione o pendrive que deseja usar e clique no botão “Install”. Nota: Se precisar usar o Secure Boot, clique em “Option” e marque a opção “Secure Boot”. 3. Clique em “Sim” para confirmar a formatação do pendrive. Ao formatar o pendrive, o Ventoy criará duas partições, a primeira é responsável pelo boot do pendrive e a Autor Allanatulu Categoria PC - Dicas e Tutoriais Enviado 30-06-2020 23:43  
    • By Allanatulu
      Como criar um pendrive multiboot do Windows:
      1. Baixe o programa Ventoy, extraia o arquivo ZIP e clique no arquivo “Ventoy2Disk.exe”.

      2. Em seguida, selecione o pendrive que deseja usar e clique no botão “Install”.
      Nota: Se precisar usar o Secure Boot, clique em “Option” e marque a opção “Secure Boot”.

      3. Clique em “Sim” para confirmar a formatação do pendrive. Ao formatar o pendrive, o Ventoy criará duas partições, a primeira é responsável pelo boot do pendrive e a segunda, para salvar os arquivos.

      4. Agora basta copiar os arquivos ISO do Windows para o pendrive. Por exemplo você pode copiar o arquivo ISO do Windows 7, do Windows 8.1 e do Windows 10 para o pendrive para poder instalá-los.

      5. Por último, basta iniciar o computador a partir do pendrive e o Ventoy exibirá um menu de seleção, onde você pode simplesmente selecionar o sistema operacional que deseja instalar no computador.

      6. Uma característica muito útil do Ventoy é que você pode atualizar os arquivos ISO, basta substituir o arquivo ISO antigo pelo novo no pendrive e você irá instalar a nova versão do sistema operacional.
       
    • By Allanatulu
      Ver este tutorial MiniTool Power Data Recovery – Restaure arquivos apagados!
      Disponível para computadores com Windows ou Mac, o software permite reaver diferentes extensões de arquivo, além de ser útil para recuperar arquivos que talvez nem tenha notado que se perderam. Para saber mais sobre o MiniTool Power Data Recovery e como ele pode te ajudar a recuperar arquivos apagados ou perdidos, confira os próximos parágrafos. Perder arquivos nem sempre é culpa sua Pode parecer inútil ter um programa para recuperar arquivos apenas para não ser vítima da sua própria d Autor Allanatulu Categoria PC - Dicas e Tutoriais Enviado 30-06-2020 23:22  
    • By Allanatulu
      Disponível para computadores com Windows ou Mac, o software permite reaver diferentes extensões de arquivo, além de ser útil para recuperar arquivos que talvez nem tenha notado que se perderam. Para saber mais sobre o MiniTool Power Data Recovery e como ele pode te ajudar a recuperar arquivos apagados ou perdidos, confira os próximos parágrafos.
      Perder arquivos nem sempre é culpa sua
      Pode parecer inútil ter um programa para recuperar arquivos apenas para não ser vítima da sua própria distração. Na verdade, pode acabar perdendo arquivos do computador sem nem perceber.
      Um motivo muito comum para a perda de arquivos é a exclusão definitiva ao limpar a lixeira do computador, especialmente para quem costuma enviar muitos arquivos para lá. Quem tem muitos pendrives ou cartões de memórias também pode acabar perdendo fotos, vídeos ou documentos caso formate um cartão errado.
      Ou seja, é possível usar o MiniTool Power Recovery Data para reaver arquivos apagados de acessórios de armazenamento, como os citados acima.
      Outro motivo que normalmente pegam usuários de surpresa são falhas no próprio HD ou até mesmo no sistema operacional. Quando esse tipo de erro acontece, normalmente faz com que perca arquivos importantes, que só podem ser recuperados por aplicativos como os da MiniTool.
      A seguir, veja algumas das principais funcionalidades e vantagens do MiniTool Power Recovery Data!

      MiniTool Power Data Recovery: vantagens e funcionalidades
      Agora que já entendeu as diferentes situações nas quais pode perder arquivos – algumas delas de maneira inesperada -, saiba o que é possível de recuperar usando o programa.
      A funcionalidade principal é a recuperação de arquivos. Você pode restaurar arquivos perdidos em seu HD, SSD, pendrive ou cartão de memória. Até mesmo arquivos em celulares Android podem ser recuperados, desde que conecte o smartphone ao seu PC.
      O MiniTool Power Data Recovery funciona em 3 simples passos: analisa o armazenamento, mostra uma prévia dos arquivos que podem ser recuperados e faz a recuperação por si só. Tudo isso é feito em questão de minutos, dependendo apenas de quantos gigabytes ou terabytes têm em seu armazenamento.Documentos de texto, planilhas, slides e arquivos de email;
      Além disso, vale mencionar que o programa é capaz de reaver arquivos em cerca de 70 formatos, incluindo:
      Documentos de texto, planilhas, slides e arquivos de email; Arquivos de fotos e vídeos, como filmes e séries que assiste offline; Músicas offline; Arquivos de Photoshop, Autocad e outras ferramentas para designers; Arquivos em serviços de armazenamento em nuvem que também estavam guardados localmente; Muitos outros! Você pode começar a recuperar arquivos de graça!
      Uma das principais vantagens do MiniTool Power Data Recovery é que pode começar a usá-lo gratuitamente. No plano gratuito, você pode recuperar até 1GB de arquivos, ideal para quem precisa reaver documentos que exigem menos espaço.
      Já os planos pagos removem essa limitação, permitindo recuperar arquivos de qualquer tamanho. Já teve problemas por ter perdido arquivos importantes e não contava com um software para te ajudar a recuperá-lo?
      Então clique no link agora mesmo para conhecer o MiniTool Power Data Recovery para o seu computador!
       


    • O mais novo mapa de Call of Duty: Modern Warfare apresenta ratos explosivos cheios de tinta
      By Kamikazu in Notícias, Started
    • Crysis Remastered: Trailer será revelado no dia 1 de julho, mas imagens e data de lançamento vazam na web
      By HellishWollf in Notícias, Started
    • Crysis Remastered adiado após fãs reagirem mal a trailer vazado
      By Kamikazu in Notícias, Started
    • Jogos consagrados de console em que é possível jogar poker e outras modalidades de cartas
      By 403 - Forbiddeen in Notícias, Started
    • A partir de hoje Call of Duty Warzone tem suporte para 200 jogadores
      By HellishWollf in Notícias, Started